A maior rede de estudos do Brasil

pim iv? recursos huamnos


1 resposta(s)

User badge image

Maria Clara B. de Oliveira

Há mais de um mês

2. SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA

 

Para que uma empresa funcione ela precisa dispor de recursos, mas principalmente de pessoas dispostas a trabalhar em prol do crescimento da empresa, ter em seu quadro de funcionários os melhores profissionais, e para isso é preciso saber como selecionar os melhores candidatos em um mercado tão amplo.

O primeiro passo é analisar o cargo e nessa hora a empresa deve ter bem claro quais as suas necessidades. Segundo Chiavenato (2008, pg. 218), analisar um cargo significa detalhar o que será exigido de seu ocupante como habilidade, conhecimento e capacidade, a fim de desempenhar sua tarefa adequadamente.

A empresa Cereais Silveira segue basicamente o modelo baseado no fluxo de pessoal que segundo Chiavenato (2008),

 

por se tratar de um modelo conservador, é adequado às empresas que não têm grandes desafios e mobilidade de pessoal, portanto empresas estáveis. O modelo contribui para projeção em relação a promoções, aumento na rotatividade, ou ainda problemas em preencher lacunas na empresa, sendo fácil de ser entendido e administrado.

 

Cabe à figura do gestor de Recursos Humanos conhecer e empregar as melhores ferramentas para atrair e recrutar pessoas após a verificação das necessidades da empresa e o que se busca no mercado de pessoas através da Análise de Cargos.

 

2.1 Recrutamento

 

De acordo com Da Silva (2002),

 

Seleção de pessoas faz parte do processo de provisão de pessoal, vindo logo depois do recrutamento. Recrutamento é uma atividade de divulgação, de chamada, de atenção, de incremento de entrada, portanto, uma atividade positiva e convidativa. O objetivo básico do recrutamento é abastecer o processo seletivo de sua matéria-prima básica: os candidatos.

 

Já segundo Pontes (2008), recrutamento consiste em atrair pessoas para que preencham as vagas em aberto na organização. E para que essas vagas sejam preenchidas é preciso atrair o maior número de candidatos ampliando a possibilidade de se encontrar o mais qualificado não só profissionalmente, mas também aquele que agregue mais valor à instituição.

A Cereais Silveira diz fazer uso tanto de recrutamento interno que segundo Michel (2007), é utilizado para preencher vagas, através do remanejamento dos quadros já existentes na organização, quanto externo que, também segundo Michel (2007), é utilizado para atrair os candidatos que estão fora da instituição.

No que se refere ao recrutamento interno, a empresa, através do setor de Recursos Humanos, deve buscar identificar os melhores funcionários já pertencentes ao seu quadro de pessoal e proporcionando-lhes treinamento, oferecendo assim a possibilidade de ascensão na carreira. Esse tipo de recrutamento, além de aproveitar os talentos já existentes na organização, pode ser visto como um plano de benefícios aos funcionários e um atrativo para os candidatos no mercado de trabalho.

Ao se tratar de recrutamento externo, para atrair candidatos, a empresa pode utilizar anúncios publicitários em sites e jornais de grande circulação, anúncios em mídias sociais etc.

Outra forma de chamar a atenção dos candidatos é em relação à política de benefícios que a empresa oferece aos funcionários, como no caso da Cereais Silveira LTDA que disponibiliza aos seus funcionários cestas básicas, convênio médico odontológico, além dos programas de treinamento e incentivos.

Além desses benefícios, a empresa pode buscar convênios com associações ou clubes recreativos, oferecer opções para planos de saúde, seguros, etc., buscar convênios com agências bancárias para flexibilização de taxas de empréstimos para funcionários, entre outros.

 

2.2 Seleção

 

Segundo Da Silva (2002),

 

Seleção é uma atividade obstativa, de escolha, de opção e decisão de filtragem da entrada, de classificação e, portanto, restritiva. O objetivo da seleção é a de escolher, entre os candidatos recrutados, aqueles que tenham maiores probabilidades de ajustar-se ao cargo vago e desempenhá-lo bem.

 

De acordo com Marras (2009), o processo de seleção é baseado na comparação da exigência do cargo, ou seja, daquilo que o profissional deverá ser capaz de desempenhar, e das características do candidato, ou seja, as habilidades e conhecimentos que ele possui para executar uma tarefa.

A Cereais Silveira LTDA, em seu processo de seleção, recebe os currículos que são analisados pelo setor de Recursos Humanos onde serão selecionados para entrevista os candidatos que possuem as características que mais se adequem às exigências do cargo e da empresa.

Após essa primeira seleção, o candidato é convocado pelo setor de Recursos Humanos para uma entrevista não estruturada que segundo Chiavenato (2008), trata-se de uma entrevista informal, onde não são especificadas nem as questões ou respostas, sendo uma entrevista conduzida de acordo com o entrevistador.

Todas as informações oferecidas à Cereais Silveira LTDA pelos candidatos são checadas, principalmente as de referências profissionais e situação empregatícia legal.

Além da entrevista não estruturada, a empresa poderia utilizar-se de outras ferramentas de seleção como, por exemplo, testes práticos, específicos, ou até, para no caso de muitos selecionados para a mesma vaga, utilizar-se da ferramenta de dinâmica de grupo.

 

2.3 Procedimentos de Admissão

 

O processo de admissão de um funcionário é a efetivação do funcionário na empresa segundo as normas e legislações vigentes.

De acordo com Marras (2009),

 

[…] o Departamento de Pessoal (DP) é um dos subsistemas da administração de RH. Tem por objetivo efetivar todos os registros legais e necessários para a administração burocrática exigida pelas práticas administrativas e pelas legislações que regem a relação “capital e trabalho”.

 

Após a aprovação da contratação do candidato, o Departamento de Recursos Humanos da empresa é responsável pelo recolhimento da documentação obrigatória como carteira de trabalho (CTPS), atestado de saúde ocupacional, certidão de nascimento ou casamento, carteira de identidade (RG), comprovante de inscrição no PIS/Pasep, documentos dos dependentes se houver, entre outros.

A jornada de trabalho de cada funcionário da Cereais Silveira LTDA varia de acordo com o cargo ocupado, como por exemplo os cargo de direção e serviços administrativos trabalham em regime de 44 horas semanais, sendo 8 horas diárias durante a semana com descanso de 2 horas para almoço e no sábado 4 horas de trabalho ininterrupto, já os cargos de segurança, padeiro, auxiliar de padeiro e confeiteiro podem vir a trabalhar no período noturno, compreendido entre as 22 horas de um dia e as 5 horas do dia seguinte, conforme escala.

Ainda, de acordo com a empresa, a maioria dos funcionários trabalham aos domingos e feriados, sendo determinado por escala, e nesses casos a hora extra é concedida em forma de descanso proporcional durante a semana.

A empresa deve estar sempre atenta ao cumprimento das legislações, no que tange a contratação de funcionários, a jornada de trabalho e horários de descanso previstos em lei, pois o descumprimento e inobservância da legislação pertinente está sujeita a penalidades.

 

3. DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS

 

Para entender a importância do setor de Recursos Humanos dentro de uma empresa precisamos conhecer seu processo histórico e as contribuições e evoluções que trouxe na área de pessoas e no próprio desenvolvimento da organização.

Segundo Marras (2000), a área de recursos humanos surgiu por volta do início do século XX representado pelo chefe de pessoal que tinha como função registrar as horas trabalhadas, as faltas e atrasos dos funcionários, para que pudessem ser processadas as folhas de pagamento. Passado por diversas fases ao longo dos anos e chegando atualmente à ênfase estratégica no planejamento empresarial.

Quanto aos registros obrigatórios que devem ser mantidos obrigatoriamente pela empresa, como livro de registro de empregados, livro de inspeção de trabalho e livro de registro de horário ou livro de ponto, a Cereais Silveira LTDA afirma mantê-los sempre rigorosamente atualizados para consulta dos fiscais do trabalho, além de buscar recolher nos prazos os encargos trabalhistas e sociais como a contribuição da Previdência Social (INSS), Fundo de Garantia (FGTS), Imposto de Renda (IRRF), entre outros.

 

 

 

 

3.1 Ambiente Organizacional

 

Segundo Knapik (2008),

 

As organizações são criadas pelos homens e perpetuam-se por meio deles, são compostas de pessoas que, assim como as empresas, têm seus objetivos geralmente delineados e específicos. Empresa e homem precisam estar em harmonia e de comum acordo, para que esse casamento renda frutos e crescimento tanto para a empresa, aumentando seus lucros e oportunidades de negócio, quanto para o homem, trazendo satisfação de necessidades, como o desenvolvimento profissional, aumento do poder aquisitivo, oportunidades de enfrentar desafios, de obter desenvolvimento profissional, etc.

 

Segundo Cruz e Profissionais (1999), a departamentalização é o processo que consiste em agrupar funções semelhantes (ou relacionadas) ou atividades principais em unidades de gestão.

Nesse sentido, a Cereais Silveira LTDA organiza-se estruturalmente conforme o conceito de departamentalização por função onde, segundo Maximiano (2006) apud Dos Santos; Silva e Guimarães (2014), as funções organizacionais são conjuntos de tarefas interdependentes, orientadas para um objetivo singular. Cada uma das funções contribui para a realização da missão, propósito ou tarefa total de uma organização.

Segundo Chiavenato (1999), a gestão de pessoas é contingencial e situacional, pois dependem de vários aspectos como a estrutura organizacional adotada, a cultura existente em cada organização, as características do contexto ambiental, o ramo de negócio da empresa, entre outras variáveis importantes. A partir disso buscou-se questionar a empresa Cereais Silveira LTDA quanto ao modo de atuação do setor de Recursos Humanos.

Na visão dos gestores da Cereais Silveira LTDA a área de Recursos Humanos atua de forma operacional que, segundo Chiavenato (2000), é focado na execução cotidiana das práticas e processos relacionados com pessoas, como recrutamento, seleção, entre outros, aplicando medidas disciplinares, fazendo o controle burocrático, suprindo os serviços para outros departamentos e agindo de forma a manter o status quo empresarial.

Foi possível observar que o setor de Recursos Humanos da Cereais Silveira LTDA atua de forma limitada sendo responsável pelos trâmites burocráticos como contratação e manutenção dos funcionários, pagamento, controle alocação e avaliação, tendo pouco espaço para dialogar com os gestores quanto a introdução de processos de mudanças na empresa.

Uma boa forma de mudar a visão dos gestores quanto a área de Recursos Humanos seria expandir e implantar novos meios de desenvolver políticas voltadas a satisfação dos funcionários, aprimorar os programas de treinamento, desenvolver, investir e capacitar seus funcionários, dando mais autonomia ao setor para atuar além do nível burocrático, melhorando assim não só a qualidade do ambiente organizacional mas também a produtividade e lucro da própria empresa.

 

4. DINÂMICA DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS

 

Segundo Chiavenato (2008),

 

O trabalho em equipe traz enormes vantagens às organizações e às pessoas. Para as organizações, as equipes podem romper as tradicionais barreiras interdepartamentais e facilitar o funcionamento da estrutura funcional, melhorando a coordenação e a integração. Para as pessoas, as equipes trazem mais envolvimento social e emocional, mais participação nas decisões, maior penetração nos assuntos da empresa, maior compromisso e, consequentemente, maior motivação.

 

Quando se trata de liderança, os líderes formais da Cereais Silveira LTDA assumem o estilo autocrático que, segundo Chiavenato (2000), é aquela onde apenas o líder fixa as diretrizes sem consulta do grupo; onde as providências e as técnicas para execução das tarefas são determinadas uma de cada vez, na medida em que se fizerem necessárias e de maneira imprevisível; é o líder quem determina qual a tarefa que cada indivíduo do grupo deverá executar. Já os lideres informais que puderam ser observados assumem um estilo mais liberal que, segunda Chiavenato (2000), é o estilo onde há liberdade completa para as decisões em grupo ou individuais, com interferência mínima do líder; a participação do líder no debate é limitada, apresentando apenas materiais variados ao grupo e esclarecendo que pode fornecer informações caso o grupo solicite; a divisão de tarefas é feita pelo grupo. E de acordo com a empresa, ambos atuam de forma conjunta com a administração para evitar e solucionar os conflitos existentes no ambiente organizacional.

De acordo com Chiavenato (2000), conflito significa a existência de ideias, sentimentos, atitudes ou interesses contrários que podem se chocar. Com relação aos conflitos, o setor de Recursos Humanos da Cereais Silveira LTDA diz buscar junto aos líderes formais e informais bem como com o setor de Recursos Humanos maneiras de evitar e solucionar os conflitos existentes.

É importante que a empresa saiba lidar com os possíveis conflitos que possam surgir e procurar identificar a causa através da comunicação, buscando uma solução que seja favorável tanto para as partes conflitantes quanto para a empresa, mantendo sempre um diálogo aberto com os funcionários, ouvindo suas queixas e oferecendo apoio quando necessário, buscando minimizar os fatores atenuantes dos conflitos para proporcionar um bom clima organizacional.

2. SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA

 

Para que uma empresa funcione ela precisa dispor de recursos, mas principalmente de pessoas dispostas a trabalhar em prol do crescimento da empresa, ter em seu quadro de funcionários os melhores profissionais, e para isso é preciso saber como selecionar os melhores candidatos em um mercado tão amplo.

O primeiro passo é analisar o cargo e nessa hora a empresa deve ter bem claro quais as suas necessidades. Segundo Chiavenato (2008, pg. 218), analisar um cargo significa detalhar o que será exigido de seu ocupante como habilidade, conhecimento e capacidade, a fim de desempenhar sua tarefa adequadamente.

A empresa Cereais Silveira segue basicamente o modelo baseado no fluxo de pessoal que segundo Chiavenato (2008),

 

por se tratar de um modelo conservador, é adequado às empresas que não têm grandes desafios e mobilidade de pessoal, portanto empresas estáveis. O modelo contribui para projeção em relação a promoções, aumento na rotatividade, ou ainda problemas em preencher lacunas na empresa, sendo fácil de ser entendido e administrado.

 

Cabe à figura do gestor de Recursos Humanos conhecer e empregar as melhores ferramentas para atrair e recrutar pessoas após a verificação das necessidades da empresa e o que se busca no mercado de pessoas através da Análise de Cargos.

 

2.1 Recrutamento

 

De acordo com Da Silva (2002),

 

Seleção de pessoas faz parte do processo de provisão de pessoal, vindo logo depois do recrutamento. Recrutamento é uma atividade de divulgação, de chamada, de atenção, de incremento de entrada, portanto, uma atividade positiva e convidativa. O objetivo básico do recrutamento é abastecer o processo seletivo de sua matéria-prima básica: os candidatos.

 

Já segundo Pontes (2008), recrutamento consiste em atrair pessoas para que preencham as vagas em aberto na organização. E para que essas vagas sejam preenchidas é preciso atrair o maior número de candidatos ampliando a possibilidade de se encontrar o mais qualificado não só profissionalmente, mas também aquele que agregue mais valor à instituição.

A Cereais Silveira diz fazer uso tanto de recrutamento interno que segundo Michel (2007), é utilizado para preencher vagas, através do remanejamento dos quadros já existentes na organização, quanto externo que, também segundo Michel (2007), é utilizado para atrair os candidatos que estão fora da instituição.

No que se refere ao recrutamento interno, a empresa, através do setor de Recursos Humanos, deve buscar identificar os melhores funcionários já pertencentes ao seu quadro de pessoal e proporcionando-lhes treinamento, oferecendo assim a possibilidade de ascensão na carreira. Esse tipo de recrutamento, além de aproveitar os talentos já existentes na organização, pode ser visto como um plano de benefícios aos funcionários e um atrativo para os candidatos no mercado de trabalho.

Ao se tratar de recrutamento externo, para atrair candidatos, a empresa pode utilizar anúncios publicitários em sites e jornais de grande circulação, anúncios em mídias sociais etc.

Outra forma de chamar a atenção dos candidatos é em relação à política de benefícios que a empresa oferece aos funcionários, como no caso da Cereais Silveira LTDA que disponibiliza aos seus funcionários cestas básicas, convênio médico odontológico, além dos programas de treinamento e incentivos.

Além desses benefícios, a empresa pode buscar convênios com associações ou clubes recreativos, oferecer opções para planos de saúde, seguros, etc., buscar convênios com agências bancárias para flexibilização de taxas de empréstimos para funcionários, entre outros.

 

2.2 Seleção

 

Segundo Da Silva (2002),

 

Seleção é uma atividade obstativa, de escolha, de opção e decisão de filtragem da entrada, de classificação e, portanto, restritiva. O objetivo da seleção é a de escolher, entre os candidatos recrutados, aqueles que tenham maiores probabilidades de ajustar-se ao cargo vago e desempenhá-lo bem.

 

De acordo com Marras (2009), o processo de seleção é baseado na comparação da exigência do cargo, ou seja, daquilo que o profissional deverá ser capaz de desempenhar, e das características do candidato, ou seja, as habilidades e conhecimentos que ele possui para executar uma tarefa.

A Cereais Silveira LTDA, em seu processo de seleção, recebe os currículos que são analisados pelo setor de Recursos Humanos onde serão selecionados para entrevista os candidatos que possuem as características que mais se adequem às exigências do cargo e da empresa.

Após essa primeira seleção, o candidato é convocado pelo setor de Recursos Humanos para uma entrevista não estruturada que segundo Chiavenato (2008), trata-se de uma entrevista informal, onde não são especificadas nem as questões ou respostas, sendo uma entrevista conduzida de acordo com o entrevistador.

Todas as informações oferecidas à Cereais Silveira LTDA pelos candidatos são checadas, principalmente as de referências profissionais e situação empregatícia legal.

Além da entrevista não estruturada, a empresa poderia utilizar-se de outras ferramentas de seleção como, por exemplo, testes práticos, específicos, ou até, para no caso de muitos selecionados para a mesma vaga, utilizar-se da ferramenta de dinâmica de grupo.

 

2.3 Procedimentos de Admissão

 

O processo de admissão de um funcionário é a efetivação do funcionário na empresa segundo as normas e legislações vigentes.

De acordo com Marras (2009),

 

[…] o Departamento de Pessoal (DP) é um dos subsistemas da administração de RH. Tem por objetivo efetivar todos os registros legais e necessários para a administração burocrática exigida pelas práticas administrativas e pelas legislações que regem a relação “capital e trabalho”.

 

Após a aprovação da contratação do candidato, o Departamento de Recursos Humanos da empresa é responsável pelo recolhimento da documentação obrigatória como carteira de trabalho (CTPS), atestado de saúde ocupacional, certidão de nascimento ou casamento, carteira de identidade (RG), comprovante de inscrição no PIS/Pasep, documentos dos dependentes se houver, entre outros.

A jornada de trabalho de cada funcionário da Cereais Silveira LTDA varia de acordo com o cargo ocupado, como por exemplo os cargo de direção e serviços administrativos trabalham em regime de 44 horas semanais, sendo 8 horas diárias durante a semana com descanso de 2 horas para almoço e no sábado 4 horas de trabalho ininterrupto, já os cargos de segurança, padeiro, auxiliar de padeiro e confeiteiro podem vir a trabalhar no período noturno, compreendido entre as 22 horas de um dia e as 5 horas do dia seguinte, conforme escala.

Ainda, de acordo com a empresa, a maioria dos funcionários trabalham aos domingos e feriados, sendo determinado por escala, e nesses casos a hora extra é concedida em forma de descanso proporcional durante a semana.

A empresa deve estar sempre atenta ao cumprimento das legislações, no que tange a contratação de funcionários, a jornada de trabalho e horários de descanso previstos em lei, pois o descumprimento e inobservância da legislação pertinente está sujeita a penalidades.

 

3. DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS

 

Para entender a importância do setor de Recursos Humanos dentro de uma empresa precisamos conhecer seu processo histórico e as contribuições e evoluções que trouxe na área de pessoas e no próprio desenvolvimento da organização.

Segundo Marras (2000), a área de recursos humanos surgiu por volta do início do século XX representado pelo chefe de pessoal que tinha como função registrar as horas trabalhadas, as faltas e atrasos dos funcionários, para que pudessem ser processadas as folhas de pagamento. Passado por diversas fases ao longo dos anos e chegando atualmente à ênfase estratégica no planejamento empresarial.

Quanto aos registros obrigatórios que devem ser mantidos obrigatoriamente pela empresa, como livro de registro de empregados, livro de inspeção de trabalho e livro de registro de horário ou livro de ponto, a Cereais Silveira LTDA afirma mantê-los sempre rigorosamente atualizados para consulta dos fiscais do trabalho, além de buscar recolher nos prazos os encargos trabalhistas e sociais como a contribuição da Previdência Social (INSS), Fundo de Garantia (FGTS), Imposto de Renda (IRRF), entre outros.

 

 

 

 

3.1 Ambiente Organizacional

 

Segundo Knapik (2008),

 

As organizações são criadas pelos homens e perpetuam-se por meio deles, são compostas de pessoas que, assim como as empresas, têm seus objetivos geralmente delineados e específicos. Empresa e homem precisam estar em harmonia e de comum acordo, para que esse casamento renda frutos e crescimento tanto para a empresa, aumentando seus lucros e oportunidades de negócio, quanto para o homem, trazendo satisfação de necessidades, como o desenvolvimento profissional, aumento do poder aquisitivo, oportunidades de enfrentar desafios, de obter desenvolvimento profissional, etc.

 

Segundo Cruz e Profissionais (1999), a departamentalização é o processo que consiste em agrupar funções semelhantes (ou relacionadas) ou atividades principais em unidades de gestão.

Nesse sentido, a Cereais Silveira LTDA organiza-se estruturalmente conforme o conceito de departamentalização por função onde, segundo Maximiano (2006) apud Dos Santos; Silva e Guimarães (2014), as funções organizacionais são conjuntos de tarefas interdependentes, orientadas para um objetivo singular. Cada uma das funções contribui para a realização da missão, propósito ou tarefa total de uma organização.

Segundo Chiavenato (1999), a gestão de pessoas é contingencial e situacional, pois dependem de vários aspectos como a estrutura organizacional adotada, a cultura existente em cada organização, as características do contexto ambiental, o ramo de negócio da empresa, entre outras variáveis importantes. A partir disso buscou-se questionar a empresa Cereais Silveira LTDA quanto ao modo de atuação do setor de Recursos Humanos.

Na visão dos gestores da Cereais Silveira LTDA a área de Recursos Humanos atua de forma operacional que, segundo Chiavenato (2000), é focado na execução cotidiana das práticas e processos relacionados com pessoas, como recrutamento, seleção, entre outros, aplicando medidas disciplinares, fazendo o controle burocrático, suprindo os serviços para outros departamentos e agindo de forma a manter o status quo empresarial.

Foi possível observar que o setor de Recursos Humanos da Cereais Silveira LTDA atua de forma limitada sendo responsável pelos trâmites burocráticos como contratação e manutenção dos funcionários, pagamento, controle alocação e avaliação, tendo pouco espaço para dialogar com os gestores quanto a introdução de processos de mudanças na empresa.

Uma boa forma de mudar a visão dos gestores quanto a área de Recursos Humanos seria expandir e implantar novos meios de desenvolver políticas voltadas a satisfação dos funcionários, aprimorar os programas de treinamento, desenvolver, investir e capacitar seus funcionários, dando mais autonomia ao setor para atuar além do nível burocrático, melhorando assim não só a qualidade do ambiente organizacional mas também a produtividade e lucro da própria empresa.

 

4. DINÂMICA DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS

 

Segundo Chiavenato (2008),

 

O trabalho em equipe traz enormes vantagens às organizações e às pessoas. Para as organizações, as equipes podem romper as tradicionais barreiras interdepartamentais e facilitar o funcionamento da estrutura funcional, melhorando a coordenação e a integração. Para as pessoas, as equipes trazem mais envolvimento social e emocional, mais participação nas decisões, maior penetração nos assuntos da empresa, maior compromisso e, consequentemente, maior motivação.

 

Quando se trata de liderança, os líderes formais da Cereais Silveira LTDA assumem o estilo autocrático que, segundo Chiavenato (2000), é aquela onde apenas o líder fixa as diretrizes sem consulta do grupo; onde as providências e as técnicas para execução das tarefas são determinadas uma de cada vez, na medida em que se fizerem necessárias e de maneira imprevisível; é o líder quem determina qual a tarefa que cada indivíduo do grupo deverá executar. Já os lideres informais que puderam ser observados assumem um estilo mais liberal que, segunda Chiavenato (2000), é o estilo onde há liberdade completa para as decisões em grupo ou individuais, com interferência mínima do líder; a participação do líder no debate é limitada, apresentando apenas materiais variados ao grupo e esclarecendo que pode fornecer informações caso o grupo solicite; a divisão de tarefas é feita pelo grupo. E de acordo com a empresa, ambos atuam de forma conjunta com a administração para evitar e solucionar os conflitos existentes no ambiente organizacional.

De acordo com Chiavenato (2000), conflito significa a existência de ideias, sentimentos, atitudes ou interesses contrários que podem se chocar. Com relação aos conflitos, o setor de Recursos Humanos da Cereais Silveira LTDA diz buscar junto aos líderes formais e informais bem como com o setor de Recursos Humanos maneiras de evitar e solucionar os conflitos existentes.

É importante que a empresa saiba lidar com os possíveis conflitos que possam surgir e procurar identificar a causa através da comunicação, buscando uma solução que seja favorável tanto para as partes conflitantes quanto para a empresa, mantendo sempre um diálogo aberto com os funcionários, ouvindo suas queixas e oferecendo apoio quando necessário, buscando minimizar os fatores atenuantes dos conflitos para proporcionar um bom clima organizacional.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes