A maior rede de estudos do Brasil

Princípios do Direito Administrativo

Quais são os Princípios Constitucionais do Direito Administrativo?


13 resposta(s)

User badge image

Gabriel Lisboa

Há mais de um mês

A Constituição Federal, no artigo 37, faz expressa menção a alguns princípios a que se submete a Administração Pública direta e indireta. São: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência.

- Princípio da Legalidade: a Administração Pública só pode fazer o que a lei permite, diferentemente do que acontece na esfera particular, em que prevalece o princípio da autonomia da vontade, em que é permitido fazer tudo o que a lei não proíbe.

- Princípio da Impessoalidade: existem dois sentidos.

1° - o princípio está relacionado com a finalidade pública que deve nortear toda atividade administrativo. Significa que a administração não pode atuar com vista a prejudicar ou beneficiar pessoas determinadas.

2° - o funcionário ao praticar um determinado ato na Administração Pública, não pode caracterizar promoção pessoal em publicidade.

- Princípio da Moralidade: os agentes da Administração Pública devem atuar na conformidade de princípios éticos - deve agir de boa-fé e ser probo.

- Princípio da Publicidade: a Administração Pública deve publicar no Diário Oficial, atos atos praticados a fim de que eles possa produzir efeitos externos. Gerando desta forma, transparencia ao cidadão.

-Princípio da Eficiência: o modo de atuação do agente público, deve ser desempenhado da melhor maneira possível para se alcançar os resultados na prestação do serviço público.

 

A Constituição Federal, no artigo 37, faz expressa menção a alguns princípios a que se submete a Administração Pública direta e indireta. São: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência.

- Princípio da Legalidade: a Administração Pública só pode fazer o que a lei permite, diferentemente do que acontece na esfera particular, em que prevalece o princípio da autonomia da vontade, em que é permitido fazer tudo o que a lei não proíbe.

- Princípio da Impessoalidade: existem dois sentidos.

1° - o princípio está relacionado com a finalidade pública que deve nortear toda atividade administrativo. Significa que a administração não pode atuar com vista a prejudicar ou beneficiar pessoas determinadas.

2° - o funcionário ao praticar um determinado ato na Administração Pública, não pode caracterizar promoção pessoal em publicidade.

- Princípio da Moralidade: os agentes da Administração Pública devem atuar na conformidade de princípios éticos - deve agir de boa-fé e ser probo.

- Princípio da Publicidade: a Administração Pública deve publicar no Diário Oficial, atos atos praticados a fim de que eles possa produzir efeitos externos. Gerando desta forma, transparencia ao cidadão.

-Princípio da Eficiência: o modo de atuação do agente público, deve ser desempenhado da melhor maneira possível para se alcançar os resultados na prestação do serviço público.

 

User badge image

Natália Cristina Santos

Há mais de um mês

Os Princípios Constitucionais do Direito Administrativo são Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade, Eficiência.

User badge image

Isadora Medeiros

Há mais de um mês

LIMPE: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência.

São princípios do direito administrativos expressos na Constituição Federal art. 37, caput.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes