A maior rede de estudos do Brasil

Que medicamento antitrombótico se liga à antitrombina, aumentando sua eficiência anticoagulante em cerca de 1000 vezes?

Farmacologia I

UNINASSAU PARANAÍBA


7 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Os coágulos de sangue (tromboembolia venosa) às vezes causam o bloqueio nas veias após a cirurgia, repouso no leito ou espontaneamente. Estes coágulos podem ser fatais quando percorrem até os pulmões. Antagonistas de vitamina K afinam o sangue e são efetivos na prevenção para formação de novos coágulos.


Temos dois tipos principais:

  • HEPARINA NÃO FRACIONADA – combina-se com a antitrombina III e inibe a hemostasia secundária por meio da inativação não seletiva da trombina (fator IIa), do fator Xa, IXa e fator XIIa. Administrada 3 vezes ao dia por via subcutânea;

  • HEPARINA DE BAIXO PESO MOLECULAR - combina-se com a antitrombina III e inibe a hemostasia secundária por meio da inativação seletiva do fator Xa. Administrada 1 vez ao dia por via subcutânea. Exemplos: enoxaparina, dalteparina e cetoparina.

  • Fonte: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/farmacia/agentes-anticoagulantes/12171

  • Acessado em 19/09/18

Os coágulos de sangue (tromboembolia venosa) às vezes causam o bloqueio nas veias após a cirurgia, repouso no leito ou espontaneamente. Estes coágulos podem ser fatais quando percorrem até os pulmões. Antagonistas de vitamina K afinam o sangue e são efetivos na prevenção para formação de novos coágulos.


Temos dois tipos principais:

  • HEPARINA NÃO FRACIONADA – combina-se com a antitrombina III e inibe a hemostasia secundária por meio da inativação não seletiva da trombina (fator IIa), do fator Xa, IXa e fator XIIa. Administrada 3 vezes ao dia por via subcutânea;

  • HEPARINA DE BAIXO PESO MOLECULAR - combina-se com a antitrombina III e inibe a hemostasia secundária por meio da inativação seletiva do fator Xa. Administrada 1 vez ao dia por via subcutânea. Exemplos: enoxaparina, dalteparina e cetoparina.

  • Fonte: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/farmacia/agentes-anticoagulantes/12171

  • Acessado em 19/09/18

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Os coágulos de sangue (tromboembolia venosa) às vezes causam o bloqueio nas veias após a cirurgia, repouso no leito ou espontaneamente. Estes coágulos podem ser fatais quando percorrem até os pulmões. Antagonistas de vitamina K afinam o sangue e são efetivos na prevenção para formação de novos coágulos.


Temos dois tipos principais:

  • HEPARINA NÃO FRACIONADA – combina-se com a antitrombina III e inibe a hemostasia secundária por meio da inativação não seletiva da trombina (fator IIa), do fator Xa, IXa e fator XIIa. Administrada 3 vezes ao dia por via subcutânea;

  • HEPARINA DE BAIXO PESO MOLECULAR - combina-se com a antitrombina III e inibe a hemostasia secundária por meio da inativação seletiva do fator Xa. Administrada 1 vez ao dia por via subcutânea. Exemplos: enoxaparina, dalteparina e cetoparina.

  • Fonte: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/farmacia/agentes-anticoagulantes/12171

  • Acessado em 19/09/18

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas