A maior rede de estudos do Brasil

Exercício de bioestatística.

Um melhoramento genético realizado em porcas faz com que a probabilidade de nascer um filhote fêmea seja duas vezes maior que a probabilidade de nascer um filhote macho. Considerando nascimentos independentes de uma porca, determinar:

(a) O espaço amostral do experimento.

(b) A probabilidade de nascer, pelo menos, dois machos.

(c) A probabilidade de nascerem exatamente duas fêmeas.


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

a) Tanto o macho quanto a fêmea possuem 50% de serem heterozigotos quanto a cor e essa é a única possibilidade de nascer uma porca marrom (pelo heredograma a pelagem marrom é recessiva logo se um deles ou os dois seja homozigotos dominantes para pelagem é impossível nascer um filhote marrom).

50% de chances de nascer fêmea = 1/2 de chances

25% de chances de nascer marrom = 1/4 de chances


Aplicamos a regra do E (multiplicação) já que a questão pede as duas características ao mesmo tempo:

1/2 x 1/4 = 1/8 = 12,5% de chances

50% de chances de o macho seja heterozigoto, 50% de chances de a fêmea seja heterozigota, 25% de chances do filhote seja marrom:

1/2 x 1/2 x 1/4 = 1/16 = 6,25% de chances de nascer marrom

50% de nascer fêmea

Regra do E:

1/16 x 1/2 = 1/32 = 3,125% de chances de nascer com as duas características ao mesmo tempo.


b) Reproduzir com porcos marrons. Se todos os filhotes nascerem com a pelagem branca o porco terá enormes probabilidades de ser homozigoto dominante.

a) Tanto o macho quanto a fêmea possuem 50% de serem heterozigotos quanto a cor e essa é a única possibilidade de nascer uma porca marrom (pelo heredograma a pelagem marrom é recessiva logo se um deles ou os dois seja homozigotos dominantes para pelagem é impossível nascer um filhote marrom).

50% de chances de nascer fêmea = 1/2 de chances

25% de chances de nascer marrom = 1/4 de chances


Aplicamos a regra do E (multiplicação) já que a questão pede as duas características ao mesmo tempo:

1/2 x 1/4 = 1/8 = 12,5% de chances

50% de chances de o macho seja heterozigoto, 50% de chances de a fêmea seja heterozigota, 25% de chances do filhote seja marrom:

1/2 x 1/2 x 1/4 = 1/16 = 6,25% de chances de nascer marrom

50% de nascer fêmea

Regra do E:

1/16 x 1/2 = 1/32 = 3,125% de chances de nascer com as duas características ao mesmo tempo.


b) Reproduzir com porcos marrons. Se todos os filhotes nascerem com a pelagem branca o porco terá enormes probabilidades de ser homozigoto dominante.

User badge image

Guilhermina

Há 1 mês

Que estratégia os indígenas utilizaráo para fugir da escravização

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas