A maior rede de estudos do Brasil

O tempo de protrombina de pacientes sob terapia com anticoagulantes cumarínicos decresce por influência de


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O fármaco cumarínico exerce a sua ação anticoagulante atuando como antagonista da vitamina K, enquanto cofator enzimático na carboxilação dos resíduos de ácido glutâmico das proteínas que compõem os fatores de coagulação II, VII, IX, X e proteínas anticoagulantes endógenas C, S e Z.


Sumariamente, a vitamina K tem de ser reduzida para poder atuar como cofator da gama-glutamil carboxilase. Durante o processo metabólico, a gama-glutamil carboxilase oxida a vitamina K a um epóxido. Como a varfarina apresenta semelhanças estruturais com a vitamina K, o efeito anticoagulante acontece pela interferência deste xenobiótico na ação da vitamina K epóxido redutase que regeneraria a forma oxidada da vitamina K ao seu estado reduzido e dessa forma permitiria a sua reutilização pela gama-glutamil carboxilase. Ao interromper este ciclo, é impedida a carboxilação necessária à ativação das proteínas da cascata de coagulação, com isso o tempo de protrombina que reflete essa cascata de coagulação, fica aumentado

Fonte: http://toxicffup.wixsite.com/varfarina/mecanismo

Acessado em 14/09/18

O fármaco cumarínico exerce a sua ação anticoagulante atuando como antagonista da vitamina K, enquanto cofator enzimático na carboxilação dos resíduos de ácido glutâmico das proteínas que compõem os fatores de coagulação II, VII, IX, X e proteínas anticoagulantes endógenas C, S e Z.


Sumariamente, a vitamina K tem de ser reduzida para poder atuar como cofator da gama-glutamil carboxilase. Durante o processo metabólico, a gama-glutamil carboxilase oxida a vitamina K a um epóxido. Como a varfarina apresenta semelhanças estruturais com a vitamina K, o efeito anticoagulante acontece pela interferência deste xenobiótico na ação da vitamina K epóxido redutase que regeneraria a forma oxidada da vitamina K ao seu estado reduzido e dessa forma permitiria a sua reutilização pela gama-glutamil carboxilase. Ao interromper este ciclo, é impedida a carboxilação necessária à ativação das proteínas da cascata de coagulação, com isso o tempo de protrombina que reflete essa cascata de coagulação, fica aumentado

Fonte: http://toxicffup.wixsite.com/varfarina/mecanismo

Acessado em 14/09/18

User badge image

Andre

Há mais de um mês

O fármaco cumarínico exerce a sua ação anticoagulante atuando como antagonista da vitamina K, enquanto cofator enzimático na carboxilação dos resíduos de ácido glutâmico das proteínas que compõem os fatores de coagulação II, VII, IX, X e proteínas anticoagulantes endógenas C, S e Z.


Sumariamente, a vitamina K tem de ser reduzida para poder atuar como cofator da gama-glutamil carboxilase. Durante o processo metabólico, a gama-glutamil carboxilase oxida a vitamina K a um epóxido. Como a varfarina apresenta semelhanças estruturais com a vitamina K, o efeito anticoagulante acontece pela interferência deste xenobiótico na ação da vitamina K epóxido redutase que regeneraria a forma oxidada da vitamina K ao seu estado reduzido e dessa forma permitiria a sua reutilização pela gama-glutamil carboxilase. Ao interromper este ciclo, é impedida a carboxilação necessária à ativação das proteínas da cascata de coagulação, com isso o tempo de protrombina que reflete essa cascata de coagulação, fica aumentado

Fonte: http://toxicffup.wixsite.com/varfarina/mecanismo

Acessado em 14/09/18

User badge image

Andre

Há mais de um mês

O fármaco cumarínico exerce a sua ação anticoagulante atuando como antagonista da vitamina K, enquanto cofator enzimático na carboxilação dos resíduos de ácido glutâmico das proteínas que compõem os fatores de coagulação II, VII, IX, X e proteínas anticoagulantes endógenas C, S e Z.


Sumariamente, a vitamina K tem de ser reduzida para poder atuar como cofator da gama-glutamil carboxilase. Durante o processo metabólico, a gama-glutamil carboxilase oxida a vitamina K a um epóxido. Como a varfarina apresenta semelhanças estruturais com a vitamina K, o efeito anticoagulante acontece pela interferência deste xenobiótico na ação da vitamina K epóxido redutase que regeneraria a forma oxidada da vitamina K ao seu estado reduzido e dessa forma permitiria a sua reutilização pela gama-glutamil carboxilase. Ao interromper este ciclo, é impedida a carboxilação necessária à ativação das proteínas da cascata de coagulação, com isso o tempo de protrombina que reflete essa cascata de coagulação, fica aumentado

Fonte: http://toxicffup.wixsite.com/varfarina/mecanismo

Acessado em 14/09/18

User badge image

Marina

Há mais de um mês

Inibição na cascata de coagulação

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas