A maior rede de estudos do Brasil

principais basilares de titulos de credito


1 resposta(s)

User badge image

Rodrigo

Há mais de um mês

Você quis dizer: princípios gerais do direito cambiário?

 

Princípio da cartularidade = para exercer o direito ao crédito, é necessário possuir o documento, ou a cártula.

Princípio da literalidade = vale o que está escrito no título. Se você tem um cheque de R$ 1000,00, você tem direito a R$ 1000,00.

Princípio da autonomia = subdividido em princípio da abstração e princípio da inoponibilidade.

 Princípio da abstração = a partir do momento que o título é emitido, ele se desvincula da sua obrigação original, isto é, o título não representa mais a obrigação que o deu causa, mas sim o seu valor.

 Princípio da inoponibilidade = Não pode o proprietário de um título de crédito usar-se das exceções pessoais aos terceiros de boa-fé, é tão somente uma característica pessoal que delimita as matérias que poderão ser arguidas como defesa pelo devedor de um título de crédito executado. Não podendo sofrer restrições por força das obrigações anteriores na cadeia cambial, o novo adquirente do título não precisa se indagar sobre a validade dessas obrigações, ressalvando-se apenas quanto à validade do documento.

Fontes: http://www.arcos.org.br/artigos/da-inoponibilidade-das-excecoes-pessoais/
http://cidri.com.br/cursodedireito/tag/principios-gerais-do-direito-cambiario/
conhecimento prévio.

Você quis dizer: princípios gerais do direito cambiário?

 

Princípio da cartularidade = para exercer o direito ao crédito, é necessário possuir o documento, ou a cártula.

Princípio da literalidade = vale o que está escrito no título. Se você tem um cheque de R$ 1000,00, você tem direito a R$ 1000,00.

Princípio da autonomia = subdividido em princípio da abstração e princípio da inoponibilidade.

 Princípio da abstração = a partir do momento que o título é emitido, ele se desvincula da sua obrigação original, isto é, o título não representa mais a obrigação que o deu causa, mas sim o seu valor.

 Princípio da inoponibilidade = Não pode o proprietário de um título de crédito usar-se das exceções pessoais aos terceiros de boa-fé, é tão somente uma característica pessoal que delimita as matérias que poderão ser arguidas como defesa pelo devedor de um título de crédito executado. Não podendo sofrer restrições por força das obrigações anteriores na cadeia cambial, o novo adquirente do título não precisa se indagar sobre a validade dessas obrigações, ressalvando-se apenas quanto à validade do documento.

Fontes: http://www.arcos.org.br/artigos/da-inoponibilidade-das-excecoes-pessoais/
http://cidri.com.br/cursodedireito/tag/principios-gerais-do-direito-cambiario/
conhecimento prévio.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes