A maior rede de estudos do Brasil

O que são células tronco hematopoiéticas pluripotente? Suas características e função. O que determina sua replicação e diferenciação celular?

Imunologia

UNIBH


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

São células-tronco responsáveis pela manutenção da produção dos diversos tipos de células sanguíneas, como as hemácias, os granulócitos, os linfócitos, os monócitos e os megacariócitos (de onde se originam as plaquetas). Estas células são responsáveis pela produção de 3 milhões de células do sangue por segundo.


As células-tronco mesenquimais tem potencial de aplicação para o tratamento de diversas doenças degenerativas e imunológicas, tais como, diabetes, Parkinson, infarto do miocárdio, doenças pulmonares, lesões ósseas e de cartilagem, dentre outras. Por isso são muito mais versáteis que as células-tronco hematopoéticas.


As CTH quando utilizadas na terapia substituem a hematopoiese (produção de células do sangue) que está deficitária, como no caso de uma leucemia, linfoma e anemia maligna. Primeiramente, há a necessidade de destruição por completo da hematopoiese do paciente, por meio de altas doses de quimioterapia e/ou radioterapia. O condicionamento faz com que o sistema imunológico do paciente fique sem capacidade de reconhecer e destruir o enxerto, no caso a medula do doador. Essa medula doente será substituída por CTH sadias através do transplante de células-tronco retiradas da medula ou do sangue periférico ou do sangue de cordão umbilical de um doador compatível. Após o transplante, as CTH saudáveis migram para os locais de produção da hematopoiese (nichos) na medula dos grandes ossos do organismo, como fêmur e bacia e passam a produzir corretamente todos os componentes do sangue.

São células-tronco responsáveis pela manutenção da produção dos diversos tipos de células sanguíneas, como as hemácias, os granulócitos, os linfócitos, os monócitos e os megacariócitos (de onde se originam as plaquetas). Estas células são responsáveis pela produção de 3 milhões de células do sangue por segundo.


As células-tronco mesenquimais tem potencial de aplicação para o tratamento de diversas doenças degenerativas e imunológicas, tais como, diabetes, Parkinson, infarto do miocárdio, doenças pulmonares, lesões ósseas e de cartilagem, dentre outras. Por isso são muito mais versáteis que as células-tronco hematopoéticas.


As CTH quando utilizadas na terapia substituem a hematopoiese (produção de células do sangue) que está deficitária, como no caso de uma leucemia, linfoma e anemia maligna. Primeiramente, há a necessidade de destruição por completo da hematopoiese do paciente, por meio de altas doses de quimioterapia e/ou radioterapia. O condicionamento faz com que o sistema imunológico do paciente fique sem capacidade de reconhecer e destruir o enxerto, no caso a medula do doador. Essa medula doente será substituída por CTH sadias através do transplante de células-tronco retiradas da medula ou do sangue periférico ou do sangue de cordão umbilical de um doador compatível. Após o transplante, as CTH saudáveis migram para os locais de produção da hematopoiese (nichos) na medula dos grandes ossos do organismo, como fêmur e bacia e passam a produzir corretamente todos os componentes do sangue.

User badge image

Rubia Simon

Há mais de um mês

celulas tronco pluripotentes são aquelas com capacidade de gerar qualquer célula mas nao tem a capacidade de divisão celular como as totipotentes.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas