A maior rede de estudos do Brasil

) Por que o ciclo do ácido cítrico (CAC) é uma via comum para onde convergem todos os combustíveis metabólicos?

Bioquímica I

IFBAIANO


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O ciclo do ácido cítrico é o centro metabólico central da célula. É a porta de entrada para o metabolismo aeróbico de qualquer molécula que pode ser transformada em um grupo acetila ou ácido dicarboxílico. O ciclo também é uma importante fonte de precursores, não apenas para as formas de armazenamento de combustíveis, mas também para os blocos de construção de muitas outras moléculas, como aminoácidos, bases nucleotídicas, colesterol e porfirina.

Um composto de quatro carbonos (oxaloacetato) condensa-se com uma unidade de acetila de dois carbonos para produzir um ácido tricarboxílico de seis carbonos (citrato). Um isómero de citrato é então descarboxilado oxidativamente. O composto de cinco carbonos resultante (α-cetoglutarato) também é descarboxilado de forma oxidativa para produzir um composto de quatro carbonos (succinato). O oxaloacetato é então regenerado a partir do succinato. Dois átomos de carbono entram no ciclo como uma unidade de acetila e dois átomos de carbono deixam o ciclo na forma de duas moléculas de dióxido de carbono.

O ciclo do ácido cítrico é o centro metabólico central da célula. É a porta de entrada para o metabolismo aeróbico de qualquer molécula que pode ser transformada em um grupo acetila ou ácido dicarboxílico. O ciclo também é uma importante fonte de precursores, não apenas para as formas de armazenamento de combustíveis, mas também para os blocos de construção de muitas outras moléculas, como aminoácidos, bases nucleotídicas, colesterol e porfirina.

Um composto de quatro carbonos (oxaloacetato) condensa-se com uma unidade de acetila de dois carbonos para produzir um ácido tricarboxílico de seis carbonos (citrato). Um isómero de citrato é então descarboxilado oxidativamente. O composto de cinco carbonos resultante (α-cetoglutarato) também é descarboxilado de forma oxidativa para produzir um composto de quatro carbonos (succinato). O oxaloacetato é então regenerado a partir do succinato. Dois átomos de carbono entram no ciclo como uma unidade de acetila e dois átomos de carbono deixam o ciclo na forma de duas moléculas de dióxido de carbono.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas