A maior rede de estudos do Brasil

Como declarar imposto de renda de pessoa física, sem precisar do auxilio de um contador?

Ciências Sociais

UNIDERP - ANHANGUERA


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Contabilidade.


O Imposto de Renda é calculado com base na renda mensal do contribuinte (salários e outros recebíveis). Porém, o processo torna-se mais complexo pois há envolve alíquotas diferentes em função da renda


Atualmente, tem-se a seguinte tabela:

  • Até R$ 1.903,98: isento;

  • De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65: alíquota de 7,5%;

  • De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05: alíquota de 15%;

  • De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68: alíquota de 22,5%

  • Acima de 4.664,68: alíquota de 27,5%.


Todo o processo é realizado no site da Receita Federal: http://idg.receita.fazenda.gov.br/.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Contabilidade.


O Imposto de Renda é calculado com base na renda mensal do contribuinte (salários e outros recebíveis). Porém, o processo torna-se mais complexo pois há envolve alíquotas diferentes em função da renda


Atualmente, tem-se a seguinte tabela:

  • Até R$ 1.903,98: isento;

  • De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65: alíquota de 7,5%;

  • De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05: alíquota de 15%;

  • De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68: alíquota de 22,5%

  • Acima de 4.664,68: alíquota de 27,5%.


Todo o processo é realizado no site da Receita Federal: http://idg.receita.fazenda.gov.br/.

User badge image

Rodrigo

Há mais de um mês

obrigado pela informação.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Contabilidade.


O Imposto de Renda é calculado com base na renda mensal do contribuinte (salários e outros recebíveis). Porém, o processo torna-se mais complexo pois há envolve alíquotas diferentes em função da renda


Atualmente, tem-se a seguinte tabela:

  • Até R$ 1.903,98: isento;

  • De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65: alíquota de 7,5%;

  • De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05: alíquota de 15%;

  • De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68: alíquota de 22,5%

  • Acima de 4.664,68: alíquota de 27,5%.


Todo o processo é realizado no site da Receita Federal: http://idg.receita.fazenda.gov.br/.

User badge image

Diana

Há mais de um mês

  • Durante todo ao ano, guarde documentos que comprovem: despesas médicas, despesas com educação, impostos pagos mensalmente como carnê leão ou outros que você tenha.
  • Anote também todas as suas fontes de renda como empregos, ganhos em ações, vendas de imóveis, veículos, gado, etc…
  • Tenha também anotado as despesas em imóveis, veículos e outros bens de maior valor que estejam em seu nome.
  • Caso não tenha recebido ainda, solicite o informe de rendimentos nas empresas que trabalhou durante o ano anterior.
  • Solicite nos bancos em que tem conta o extrato do imposto de renda. Geralmente este extrato pode ser retirado na internet mesmo, pelo site do seu banco.
  • Se você é beneficiário do INSS, tire também o extrato para imposto de renda no site da Previdência Social.
  • Se você tem dependentes, tenha também os dados e documentos de rendimentos e despesas dedutíveis dos mesmos.
  • Certo. Tenho todos estes documentos. O que faço agora?

    O próximo passo é baixar o programa de declaração do imposto de renda no site da receita federal. Ele geralmente é disponibilizado no início do ano e a cada ano há uma versão diferentes, com melhorias e atualizações. Baixe também o programa para transmitir a declaração.

  • O programa da receita tem tornado cada vez mais simples fazer a própria declaração e basta seguir atentamente os passo preenchendo todos os campos que forem pertinentes. O help do programa e do site da receita federal é bem completo.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas