A maior rede de estudos do Brasil

como a desidratação afeta pessoas com queimadura, processo fisiológico


1 resposta(s)

User badge image

Bárbara

Há mais de um mês

A desidratação ocorre quando há uma perda de líquidos corporais, principalmente quando a perda de água é superior ao montante que foi tomado. Com a desidratação, sai mais água das nossas células e, em seguida, do nosso corpo.

Perdemos água todos os dias sob a forma de vapor de água no ar quando expiramos, e através do nosso suor, urina e fezes. Juntamente com a água, também são perdidas pequenas quantidades de sais.

Quando perdemos muita água, os nossos corpos podem ficar fora de equilíbrio ou desidratados. A desidratação severa pode levar à morte. Por isso que devemos ter cuidados e atenção à desidratação.

Causas da desidratação em adultos

- Febre, exposição ao calor, e muito exercício físico.
- Vômitos, diarréia.
- Doenças como a diabetes.
- Falta de tomar água e alimentação adequada.
- Ferimentos significativos na pele, como queimaduras ou feridas, doenças graves ou infecções (a água é perdida através da pele danificada)

Sintomas da desidratação: procure assistência médica.

- Aumento da sede
- Língua, boca seca e inchada
- Fraqueza
- Tonturas
- Palpitações (sensação de que o coração está pulando ou batendo)
- Confusão
- Lentidão, desmaios
- Incapacidade de suor
- Diminuição da produção de urina: cor da urina pode indicar desidratação. Se a urina for concentrada e profundamente amarela ou laranja, pode ser sinal de desidratação.

Prevenção da desidratação

 

O tratamento principal para a desidratação é a prevenção. Antecipando a necessidade de ingestão de líquidos

Evite exercícios expostos ao calor durante o dia.
Evite o consumo de álcool, especialmente quando estiver muito calor, porque o álcool aumenta a perda de água e prejudica a sua capacidade de sentir os primeiros sinais associados com a desidratação.
 
Use roupas leves e claras quando estiver muito calor. 
Evite exposição à temperaturas muito quentes.

 

fonte : http://cuidadossaude.com

A desidratação ocorre quando há uma perda de líquidos corporais, principalmente quando a perda de água é superior ao montante que foi tomado. Com a desidratação, sai mais água das nossas células e, em seguida, do nosso corpo.

Perdemos água todos os dias sob a forma de vapor de água no ar quando expiramos, e através do nosso suor, urina e fezes. Juntamente com a água, também são perdidas pequenas quantidades de sais.

Quando perdemos muita água, os nossos corpos podem ficar fora de equilíbrio ou desidratados. A desidratação severa pode levar à morte. Por isso que devemos ter cuidados e atenção à desidratação.

Causas da desidratação em adultos

- Febre, exposição ao calor, e muito exercício físico.
- Vômitos, diarréia.
- Doenças como a diabetes.
- Falta de tomar água e alimentação adequada.
- Ferimentos significativos na pele, como queimaduras ou feridas, doenças graves ou infecções (a água é perdida através da pele danificada)

Sintomas da desidratação: procure assistência médica.

- Aumento da sede
- Língua, boca seca e inchada
- Fraqueza
- Tonturas
- Palpitações (sensação de que o coração está pulando ou batendo)
- Confusão
- Lentidão, desmaios
- Incapacidade de suor
- Diminuição da produção de urina: cor da urina pode indicar desidratação. Se a urina for concentrada e profundamente amarela ou laranja, pode ser sinal de desidratação.

Prevenção da desidratação

 

O tratamento principal para a desidratação é a prevenção. Antecipando a necessidade de ingestão de líquidos

Evite exercícios expostos ao calor durante o dia.
Evite o consumo de álcool, especialmente quando estiver muito calor, porque o álcool aumenta a perda de água e prejudica a sua capacidade de sentir os primeiros sinais associados com a desidratação.
 
Use roupas leves e claras quando estiver muito calor. 
Evite exposição à temperaturas muito quentes.

 

fonte : http://cuidadossaude.com

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes