A maior rede de estudos do Brasil

COMO INTERPRETAR PROVAS INFLAMATÓRIAS EM ARTRITE REUMATOIDE?

Patologia I

FIP-MOC


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A resposta de fase aguda é um mecanismo fisiopatológico de defesa associado a estados inflamatórios que, apesar do nome já consagrado, ocorre tanto na inflamação aguda quanto na crônica.


Caracteriza-se pelo aumento ou diminuição da concentração sérica de determinadas proteínas em decorrência de algum estímulo que ocasione injúria tecidual.


Povas Inflmatórias

PROTEÍNA C-REATIVA (PCR): É o biomarcador mais estudado. Promove a interação entre imunidades humoral e celular sendo produzida no fígado. A determinação da PCR é mais sensível, avaliando uma resposta rápida por uma medida direta. Reflete mudanças de curto prazo e sem influência de fatores externos, sendo mais sensível para mudanças na atividade de doença e podem ser usados para estabelecer o diagnóstico.

Função: é ligar-se a patógenos e células lesadas e/ou apoptóticas e iniciar sua eliminação por meio da ativação do sistema complemento (via clássica C3 e C4) e de fagócitos.

  • PCR elevado no início correspondem a um pior prognóstico e à doença erosiva progressiva

VELOCIDADE DE HEMOSSEDIMENTAÇÃO (VHS): reflete o aumento da concentração plasmática de proteínas de fase aguda, principalmente a de fibrinogênio, avaliando uma resposta lenta por medida indireta. A VHS reflete a atividade de algumas semanas (elevação e declínio lentos) e é influenciada por diversos fatores, como idade, sexo e anemia.

  • Nas doenças inflamatórias subagudas e crônicas, a VHS tem sido amplamente utilizada para a avaliação da atividade da doença com o tempo, em enfermidades como Febre Reumática, Artrite Reumatóide, e algumas síndromes vasculíticas 

fonte

1.http://www.scielo.br/pdf/rbr/v49n4/08.pdf

A resposta de fase aguda é um mecanismo fisiopatológico de defesa associado a estados inflamatórios que, apesar do nome já consagrado, ocorre tanto na inflamação aguda quanto na crônica.


Caracteriza-se pelo aumento ou diminuição da concentração sérica de determinadas proteínas em decorrência de algum estímulo que ocasione injúria tecidual.


Povas Inflmatórias

PROTEÍNA C-REATIVA (PCR): É o biomarcador mais estudado. Promove a interação entre imunidades humoral e celular sendo produzida no fígado. A determinação da PCR é mais sensível, avaliando uma resposta rápida por uma medida direta. Reflete mudanças de curto prazo e sem influência de fatores externos, sendo mais sensível para mudanças na atividade de doença e podem ser usados para estabelecer o diagnóstico.

Função: é ligar-se a patógenos e células lesadas e/ou apoptóticas e iniciar sua eliminação por meio da ativação do sistema complemento (via clássica C3 e C4) e de fagócitos.

  • PCR elevado no início correspondem a um pior prognóstico e à doença erosiva progressiva

VELOCIDADE DE HEMOSSEDIMENTAÇÃO (VHS): reflete o aumento da concentração plasmática de proteínas de fase aguda, principalmente a de fibrinogênio, avaliando uma resposta lenta por medida indireta. A VHS reflete a atividade de algumas semanas (elevação e declínio lentos) e é influenciada por diversos fatores, como idade, sexo e anemia.

  • Nas doenças inflamatórias subagudas e crônicas, a VHS tem sido amplamente utilizada para a avaliação da atividade da doença com o tempo, em enfermidades como Febre Reumática, Artrite Reumatóide, e algumas síndromes vasculíticas 

fonte

1.http://www.scielo.br/pdf/rbr/v49n4/08.pdf

User badge image

Vitória

Há mais de um mês

até o momento não que eu tenha conhecimento, mas existe esse site ai com alguns links de grupos no whatsapp.

http://www.biomedicosgenteboa.com/p/lista-grupos-do-whatsapp.html

e este link abaixo com vários livros para downloand:

https://drive.google.com/drive/folders/1vGacUbCYDWv3btCh77tcgGMvagt-_twj?usp=sharing

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas