A maior rede de estudos do Brasil

Qual o papel do ATP na operação da bomba sódio e potássio?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A diferença da concentração intracelular e extracelular de substâncias e íons através da membrana plasmática pode ser mantida por transporte passivo (sem gasto de energia sendo o caso da difusão e da osmose) ou por transporte ativo (com gasto de energia, caso da bomba de sódio e potássio).


O transporte ativo caracteriza-se por ser o movimento de substâncias e íons contra o gradiente de concentração, ou seja, ocorre sempre de locais onde estão menos concentradas para os locais onde encontram-se mais concentradas.


Esse processo é possível graças à presença de certas proteínas na membrana plasmática que, com o gasto de energia, são capazes de se combinar com a substância ou íon e transportá-lo para a região em que está mais concentrado. Para que isso ocorra, a proteína sofre uma mudança em sua forma para receber a substância ou o íon. É importante salientar, que a energia necessária a esta mudança é proveniente da quebra da molécula de ATP (adenosina trifosfato) em ADP (adenosina difosfato) e fosfato.


Portanto, a ATP tem a função de fornecer energia para a ocorrêncida a bomba de sódio e potássio.

Fonte: https://www.infoescola.com/biologia/bomba-de-sodio-e-potassio/. Acesso em 17 de julho de 2018.

A diferença da concentração intracelular e extracelular de substâncias e íons através da membrana plasmática pode ser mantida por transporte passivo (sem gasto de energia sendo o caso da difusão e da osmose) ou por transporte ativo (com gasto de energia, caso da bomba de sódio e potássio).


O transporte ativo caracteriza-se por ser o movimento de substâncias e íons contra o gradiente de concentração, ou seja, ocorre sempre de locais onde estão menos concentradas para os locais onde encontram-se mais concentradas.


Esse processo é possível graças à presença de certas proteínas na membrana plasmática que, com o gasto de energia, são capazes de se combinar com a substância ou íon e transportá-lo para a região em que está mais concentrado. Para que isso ocorra, a proteína sofre uma mudança em sua forma para receber a substância ou o íon. É importante salientar, que a energia necessária a esta mudança é proveniente da quebra da molécula de ATP (adenosina trifosfato) em ADP (adenosina difosfato) e fosfato.


Portanto, a ATP tem a função de fornecer energia para a ocorrêncida a bomba de sódio e potássio.

Fonte: https://www.infoescola.com/biologia/bomba-de-sodio-e-potassio/. Acesso em 17 de julho de 2018.

User badge image

Felippe

Há mais de um mês

O ATP funciona como "moeda" utilizada para transferir o K+ (íon potássio) que está fora da célula e jogá-lo para dentro da célula. Esse transporte requer energia (ATP), pois a concentração de K+ é maior no interior da célula, e como consequência o "natural" seria que esse K+ tivesse a tendencia de sair, porém por meio do ATP o K+ entra na célula de forma não "natural", chamado de transporte ativo (no qual há gasto de energia, ATP)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas