A maior rede de estudos do Brasil

porque as regiões equatoriais possuem mais espécies?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

As regiões tropicais estão localizadas em uma área muito importante do planeta: na área de maior incidência solar, próximas da linha do equador. Elas têm como característica principal elevadas temperaturas, com médias anuais em torno dos 27º C e possui também elevada umidade (90%) com altos índices de evaporação, o que acarreta na formação de chuvas em grandes quantidades (2.000 a 3.000 milimetros por ano). Estas características propiciam a sobrevivência de muitas espécies por conta principalmente da grande quantidade de organismos produtores primários ocorrentes nos trópicos. Devido à alta taxa de radiação solar recebida à todo momento, as espécies vegetais são favorecidas e atingem sempre as suas taxas máximas de fotossíntese. As plantas mais comuns nas regiões tropicais são as do tipo C3. Elas apresentam uma grande taxa fotossintética, grande transpiração (perda de água por evaporação), e são consideradas muito produtivas, justamente por serem organismos fundamentais na sustentação dos outros níveis tróficos nos ecossistemas das regiões tropicais, pela alta taxa de fixação de carbono. (fonte: https://www.euquerobiologia.com.br/2014/02/porque-os-tropicos-possuem-maior.html. Acesso em 06 de novembro de 2018).

As regiões tropicais estão localizadas em uma área muito importante do planeta: na área de maior incidência solar, próximas da linha do equador. Elas têm como característica principal elevadas temperaturas, com médias anuais em torno dos 27º C e possui também elevada umidade (90%) com altos índices de evaporação, o que acarreta na formação de chuvas em grandes quantidades (2.000 a 3.000 milimetros por ano). Estas características propiciam a sobrevivência de muitas espécies por conta principalmente da grande quantidade de organismos produtores primários ocorrentes nos trópicos. Devido à alta taxa de radiação solar recebida à todo momento, as espécies vegetais são favorecidas e atingem sempre as suas taxas máximas de fotossíntese. As plantas mais comuns nas regiões tropicais são as do tipo C3. Elas apresentam uma grande taxa fotossintética, grande transpiração (perda de água por evaporação), e são consideradas muito produtivas, justamente por serem organismos fundamentais na sustentação dos outros níveis tróficos nos ecossistemas das regiões tropicais, pela alta taxa de fixação de carbono. (fonte: https://www.euquerobiologia.com.br/2014/02/porque-os-tropicos-possuem-maior.html. Acesso em 06 de novembro de 2018).

User badge image

Andre

Há mais de um mês

As regiões tropicais estão localizadas em uma área muito importante do planeta: na área de maior incidência solar, próximas da linha do equador. Elas têm como característica principal elevadas temperaturas, com médias anuais em torno dos 27º C e possui também elevada umidade (90%) com altos índices de evaporação, o que acarreta na formação de chuvas em grandes quantidades (2.000 a 3.000 milimetros por ano). Estas características propiciam a sobrevivência de muitas espécies por conta principalmente da grande quantidade de organismos produtores primários ocorrentes nos trópicos. Devido à alta taxa de radiação solar recebida à todo momento, as espécies vegetais são favorecidas e atingem sempre as suas taxas máximas de fotossíntese. As plantas mais comuns nas regiões tropicais são as do tipo C3. Elas apresentam uma grande taxa fotossintética, grande transpiração (perda de água por evaporação), e são consideradas muito produtivas, justamente por serem organismos fundamentais na sustentação dos outros níveis tróficos nos ecossistemas das regiões tropicais, pela alta taxa de fixação de carbono. (fonte: https://www.euquerobiologia.com.br/2014/02/porque-os-tropicos-possuem-maior.html. Acesso em 06 de novembro de 2018).

User badge image

Andre

Há mais de um mês

As regiões tropicais estão localizadas em uma área muito importante do planeta: na área de maior incidência solar, próximas da linha do equador. Elas têm como característica principal elevadas temperaturas, com médias anuais em torno dos 27º C e possui também elevada umidade (90%) com altos índices de evaporação, o que acarreta na formação de chuvas em grandes quantidades (2.000 a 3.000 milimetros por ano). Estas características propiciam a sobrevivência de muitas espécies por conta principalmente da grande quantidade de organismos produtores primários ocorrentes nos trópicos. Devido à alta taxa de radiação solar recebida à todo momento, as espécies vegetais são favorecidas e atingem sempre as suas taxas máximas de fotossíntese. As plantas mais comuns nas regiões tropicais são as do tipo C3. Elas apresentam uma grande taxa fotossintética, grande transpiração (perda de água por evaporação), e são consideradas muito produtivas, justamente por serem organismos fundamentais na sustentação dos outros níveis tróficos nos ecossistemas das regiões tropicais, pela alta taxa de fixação de carbono. (fonte: https://www.euquerobiologia.com.br/2014/02/porque-os-tropicos-possuem-maior.html. Acesso em 06 de novembro de 2018).

User badge image

Larissa

Há mais de um mês

Pois essas regiões recebem maior quantidade de luz solar, propiciando o desenvolvimento e a sobrevivência de várias espécies.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas