A maior rede de estudos do Brasil

epidemiologia

5)

Os estudos epidemiológicos são, em sua maioria, analíticos. Estudos descritivos constituem os primeiros passos para novos estudos epidemiológicos. Informações puramente descritivas, como aquelas fornecidas pelos estudos de série de casos que apresenta características de uma doença específica, mas não comparadas a uma população de referência, frequentemente estimulam o início de um estudo epidemiológico mais detalhado.

O estudo que analisou a relação causal da talidomida com defeitos no corpo de bebês foi delineado da seguinte forma: comparou crianças afetadas com crianças normais. Das 46 mulheres que tiveram bebês com malformações típicas, 41 haviam tomado talidomida entre a quarta e a nona semanas de gestação, enquanto no grupo controle as 300 mulheres que tiveram crianças normais não haviam ingerido essa droga neste período. O estudo citado é exemplo de um tipo de estudo:


Alternativas:

  • a)

    Caso-controle.

  • b)

    Coorte retrospectiva.

  • c)

    Coorte prospectiva.

    Alternativa assinalada
  • d)

    Descritivo.

  • e)

    Transversal.


2 resposta(s)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes