A maior rede de estudos do Brasil

Conceitue matriz extracelular e descreva todos os seus componentes fibrosos e não fibrosos.


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O microambiente celular - denominado matriz extracelular - é formado por uma grande variedade de macromoléculas. Estas são secretadas por células em proporções variáveis, dando origem a uma rede bem organizada.


Esta matriz pode ser encontrada ao redor das células em composições variadas no tecido conjuntivo, formando assim, a denominada “matriz extracelular intersticial” para atender as necessidades dos vários tipos celulares, e ainda há uma forma especializada presente entre o tecido epitelial e o tecido conjuntivo, denominada membrana basal. Em ambos os casos, as moléculas presentes podem ser agrupadas em três grupos:

Proteínas multiadesivas;
Proteínas estruturais fibrosas;
Proteoglicanos/glicosaminoglicano.


Assim sendo, a razão entre a porção celular do tecido conjuntivo e a matriz extracelular varia consoante o tipo de tecido conjuntivo e define a sua principal função e é uma combinação de colagénio, glicoproteínas não-colagénicas e proteoglicanos.

O microambiente celular - denominado matriz extracelular - é formado por uma grande variedade de macromoléculas. Estas são secretadas por células em proporções variáveis, dando origem a uma rede bem organizada.


Esta matriz pode ser encontrada ao redor das células em composições variadas no tecido conjuntivo, formando assim, a denominada “matriz extracelular intersticial” para atender as necessidades dos vários tipos celulares, e ainda há uma forma especializada presente entre o tecido epitelial e o tecido conjuntivo, denominada membrana basal. Em ambos os casos, as moléculas presentes podem ser agrupadas em três grupos:

Proteínas multiadesivas;
Proteínas estruturais fibrosas;
Proteoglicanos/glicosaminoglicano.


Assim sendo, a razão entre a porção celular do tecido conjuntivo e a matriz extracelular varia consoante o tipo de tecido conjuntivo e define a sua principal função e é uma combinação de colagénio, glicoproteínas não-colagénicas e proteoglicanos.

User badge image

Jardel Alves

Há mais de um mês

Chama-se matriz extracelular a massa que une as células dos animais e que é composta de colágenoproteoglicanosglicoproteínas e integrinassegregadas pelas próprias células. Para além de permitir a migração das células durante o desenvolvimento embrionário, esta matriz é também um fator de coesão e de flexibilidade do corpo dos animais.

A matriz extracelular é uma característica única dos animais – as plantas e outros organismos multicelulares não possuem este elemento estrutural.

São as seguintes, em resumo, as características dos vários constituintes da matriz extracelular:

  • Os colágenos são proteínas que formam longas cadeias e se enrolam num hélice triplo, resultando em fibras com uma grande força tênsil;
  • Os proteoglicanos são longas cadeias de polissacarídeos ligados a proteínas, formando igualmente uma massa de grande resistência (a cartilagem é um tecido formado essencialmente por proteoglicanos e colágenos);
  • As glicoproteínas desenvolvem moléculas ramificadas com uma grande viscosidade, protegendo assim as células, como acontece na clara do ovo;
  • As integrinas são as moléculas que asseguram a “comunicação” entre as células e entre estas e a matriz extracelular (são glicoproteínas especiais).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas