A maior rede de estudos do Brasil

qual a funçao do pka ?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Pela definição de Arhenius, um ácido é qualquer substância (HA por ex) que em meio aquoso se dissocia:

HA -> (H+) + (A-)

De maneira análoga, uma base é qualquer substância que em meio aquoso se dissocia da seguinte forma:

B(OH) -> (B+) + (OH-)

No entanto sabe-se que nem todo ácido ou base se dissocia completamente, ou seja eles podem se apresentar em diferentes concentrações de cada um desses íons, isso pode ser verificado pela constante de ionização, chamada Ka para ácidos ou Kb para bases, que é um valor constante para cada substância que informa a porcentagem de íons formados na dissociação: Quanto maior o Ka de um ácido, mais ele se dissocia, maior a qtde de H+ formada e o consideramos "forte".

No entanto os valores de Ka geralmente são muito pequenos ou muito grandes e difíceis de serem trabalhados. O Ka do ácido clorídrico (HCl) é igual a 1,0 x 10^7 enquanto o do ácido cianídrico é 4,9 x 10 ^-10 por exemplo.

Aí entra o pKa, que nada mais é do que o valor negativo do log do Ka, uma ferramenta matemática usada para facilitar os cálculos:

pKa = - log Ka

Assim, os valores de pKa do HCl e do HCN são respectivamente -7,0 e +9,3! Bem mais fáceis de serem trabalhados. Assim, quanto menor o Ka, maior será o pKa.

Pela definição de Arhenius, um ácido é qualquer substância (HA por ex) que em meio aquoso se dissocia:

HA -> (H+) + (A-)

De maneira análoga, uma base é qualquer substância que em meio aquoso se dissocia da seguinte forma:

B(OH) -> (B+) + (OH-)

No entanto sabe-se que nem todo ácido ou base se dissocia completamente, ou seja eles podem se apresentar em diferentes concentrações de cada um desses íons, isso pode ser verificado pela constante de ionização, chamada Ka para ácidos ou Kb para bases, que é um valor constante para cada substância que informa a porcentagem de íons formados na dissociação: Quanto maior o Ka de um ácido, mais ele se dissocia, maior a qtde de H+ formada e o consideramos "forte".

No entanto os valores de Ka geralmente são muito pequenos ou muito grandes e difíceis de serem trabalhados. O Ka do ácido clorídrico (HCl) é igual a 1,0 x 10^7 enquanto o do ácido cianídrico é 4,9 x 10 ^-10 por exemplo.

Aí entra o pKa, que nada mais é do que o valor negativo do log do Ka, uma ferramenta matemática usada para facilitar os cálculos:

pKa = - log Ka

Assim, os valores de pKa do HCl e do HCN são respectivamente -7,0 e +9,3! Bem mais fáceis de serem trabalhados. Assim, quanto menor o Ka, maior será o pKa.

User badge image

Carlos

Há mais de um mês

       O sistema (3-adrenérgico exerce um papel importante na modulação do desempenho cardíaco. Sob ação de um agonista, como o isoproterenol, o receptor 0-adrenérgico, via proteína G, adenil ciclase e adenosina monofosfato cíclico (AMPc), ativa a proteína quinase A (PKA), desencadeando profundas alterações no ciclo de cálcio intracelular. Pesquisas têm descrito que a PKA regula a função cardíaca, processos metabólicos, expressão gênica, crescimento celular e o transporte de ions no coração. Em razão de nossos trabalhos terem observado diminuição da fosforilação da fosfolambam (PLB) na serina 16 no miocárdio de ratos obesos, e como a PKA é responsável por fosforilar a PLB, a proposta deste estudo será investigar a relação entre PLB e PKA miocárdica. A hipótese deste estudo é que a diminuição da PLB fosforilada em ratos obesos é decorrente da menor expressão da PKA miocárdica. 

 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas