A maior rede de estudos do Brasil

IPTU

Uma autarquia pública municipal detém vários imóveis na cidade de Viramundo. Visando diminuir seus gastos com manutenção dos referidos imóveis resolve aluga-los para empresas privadas da cidade. Com a chegada das guias de IPTU nos imóveis, estes terceiros fizeram reclamação administrativa contra o pagamento, alegando a imunidade do IPTU.

Na sua opinião, a posição das empresas privadas está correta? É válido a cobrança do IPTU? Existe imunidade do IPTU sobre imóvel pertencente a autarquia municipal, quando este imóvel está alugado a terceiros? Justifique sua resposta com os dispositivos legais.


1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é um imposto de competência do Município, que incide sobre a propriedade predial e territorial urbana.

O fato gerador do IPTU é a propriedade, o domínio útil ou a posse de bem imóvel, situado na área urbana de Belém, e que não se destine  à exploração de atividade agrícola, pecuária, extrativa vegetal ou agroindustrial.

Por definição, tem-se que os contribuintes do IPTU são os proprietários de imóvel, titular do seu domínio útil ou o seu possuidor a qualquer título.

Os recursos arrecadados com o IPTU são incorporados ao orçamento municipal e são aplicados pela Prefeitura em investimentos e melhorias para a cidade e a vida da população, construção, reforma e ampliação de escolas e hospitais; recuperação de praças e ruas; investimentos no Sistema de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário e obras de infraestrutura.

Portanto, podemos afirmar que a empresa está correta na cobrança do imposto.

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é um imposto de competência do Município, que incide sobre a propriedade predial e territorial urbana.

O fato gerador do IPTU é a propriedade, o domínio útil ou a posse de bem imóvel, situado na área urbana de Belém, e que não se destine  à exploração de atividade agrícola, pecuária, extrativa vegetal ou agroindustrial.

Por definição, tem-se que os contribuintes do IPTU são os proprietários de imóvel, titular do seu domínio útil ou o seu possuidor a qualquer título.

Os recursos arrecadados com o IPTU são incorporados ao orçamento municipal e são aplicados pela Prefeitura em investimentos e melhorias para a cidade e a vida da população, construção, reforma e ampliação de escolas e hospitais; recuperação de praças e ruas; investimentos no Sistema de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário e obras de infraestrutura.

Portanto, podemos afirmar que a empresa está correta na cobrança do imposto.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas