A maior rede de estudos do Brasil

A História de Florence Nightingale


2 resposta(s)

User badge image

Gabriela

Há mais de um mês

http://www.scielo.br/pdf/tce/v18n4/07.pdf

http://www.scielo.br/pdf/tce/v18n4/07.pdf

User badge image

Joyce

Há mais de um mês

A família dela era muito rica, e todos residiam na Itália. O papel tradicional das mulheres naquela época era casar, ter filhos e ficar em casa para cuidar exclusivamente dos assuntos familiares. Ou seja, as mulheres eram restritas a muitas coisas, e Florence foi contra isso. Ela sempre teve em mente que o casamento não fazia parte da sua vida, pois queria liberdade para desenvolver um trabalho direcionado aos cuidados e atender um chamado divino. Consequentemente, passou por momentos difíceis, angústia e solidão, por recusar os padrões impostos pela sociedade.

O lugar dos doentes mais graves era o hospital de sua cidade, então decidiu conferir de perto o que acontecia lá pois estava com intuito de servir a ele. Quando chegou e viu que, o papel de enfermeira era exercido por mulheres ajudantes, que muitas eram prostitutas, ela ficou espantada com as condições de tratamento médico dos pobres doentes, pois num local como aquele sem higiene alguma, não dava para ninguém se curar, pelo contrário, as pessoas que iam para lá, iam para morrer.

 Comunicou a família a vontade de ser enfermeira e cuidar dos feridos dos hospitais, mas isso causou espanto para a família tão tradicional como a dela. Sua mãe não queria que sua filha fosse para aquele lugar, porque sabia exatamente o que realmente acontecia lá. Então passou a decisão para o pai de Florence, e ela conseguiu todo o apoio do pai que a amava muito. Ela se especializou num hospital de freiras católica, onde o cuidado era muito bom comparado ao hospital da sua cidade. Voltando para a sua cidade fez uma reunião, expondo suas propostas de melhorias que pareciam ser impossíveis de serem praticadas, mas ela foi aceita e ficou como administradora de um hospital. Ao decorrer do tempo ela foi se destacando pois tinha um espírito de liderança e estabelecia para a enfermagem as normas, e rotinas.

Quando aconteceu a guerra da Criméia ela se voluntariou a ir como enfermeira, contratando uma equipe de enfermeiras voluntárias treinadas por ela mesma. Chegando ao local, no alojamento dos feridos, viram muita sujeira, ratos, desorganização, feridos espalhados sem nenhum cuidado e sua vontade era de prestar cuidados junto com toda equipe de enfermagem, todavia o chefe não aceitou, mas ela insistiu e começou com a limpeza, a organização e o planejamento, obtendo êxito. Com esses pequenos atos de higiene, conseguiu reduzir o número de mortes. Florence passava para os doentes tranquilidade, passava em cada leito com uma lamparina acesa para ver cada um dos feridos. Dessa forma, foi reconhecida mundialmente. Entretanto, adoeceu, mas curou-se. Porém a doença afetava sua visão, então ela decidiu retornar para casa, junto de sua família, onde recebeu todo carinho e amor.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes