A maior rede de estudos do Brasil

A adrenal possui 2,5 x 10^4 vesículas, contêm epinefrin. Se uma célula possui 150 fmol de epinefrina. Quantos amol de adrenalina possui cada vesícula?

#quimicaanalitica


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

As adrenais, também conhecidas como suprarrenais, são duas glândulas endócrinas situadas na cavidade abdominal, acima de ambos os rins. A adrenal direita tem formato triangular, enquanto a esquerda assemelha-se a uma meia-lua (na foto, as partes em amarelo).

São envolvidas por uma cápsula fibrosa e têm cerca de 5 cm. Fazem parte do sistema endócrino e dividem-se em duas partes: córtex (camada externa, de cor amarelada devido à presença de colesterol) e medula (parte central).

A medula adrenal produz dois hormônios principais: a adrenalina (ou epinefrina) e a noradrenalina (ou norepinefrina). Esses dois hormônios são quimicamente semelhantes, produzidos a partir de modificações bioquímicas no aminoácido tirosina.

Quando uma pessoa vive uma situação de estresse (susto, situações de grande emoção etc.), o sistema nervoso estimula a medula adrenal a liberar adrenalina no sangue. Sob a ação desse hormônio, os vasos sanguíneos da pele se contraem e a pessoa fica pálida; o sangue passa a se concentrar nos músculos e nos órgãos internos, preparando o organismo para uma resposta vigorosa.

As adrenais, também conhecidas como suprarrenais, são duas glândulas endócrinas situadas na cavidade abdominal, acima de ambos os rins. A adrenal direita tem formato triangular, enquanto a esquerda assemelha-se a uma meia-lua (na foto, as partes em amarelo).

São envolvidas por uma cápsula fibrosa e têm cerca de 5 cm. Fazem parte do sistema endócrino e dividem-se em duas partes: córtex (camada externa, de cor amarelada devido à presença de colesterol) e medula (parte central).

A medula adrenal produz dois hormônios principais: a adrenalina (ou epinefrina) e a noradrenalina (ou norepinefrina). Esses dois hormônios são quimicamente semelhantes, produzidos a partir de modificações bioquímicas no aminoácido tirosina.

Quando uma pessoa vive uma situação de estresse (susto, situações de grande emoção etc.), o sistema nervoso estimula a medula adrenal a liberar adrenalina no sangue. Sob a ação desse hormônio, os vasos sanguíneos da pele se contraem e a pessoa fica pálida; o sangue passa a se concentrar nos músculos e nos órgãos internos, preparando o organismo para uma resposta vigorosa.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas