A maior rede de estudos do Brasil

Diferencie: Agonista direto x Agonista indireto

Farmacologia I

UNINOVE


6 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Na farmacologia, agonista refere-se às ações ou estímulos provocados por uma resposta, referente ao aumento (ativação) ou diminuição (inibição) da atividade celular. Sendo uma droga receptiva.


Os denominados antagonistas agem como bloqueadores dos receptores, ou seja, diminuem as respostas dos neurotransmissores, presentes no organismo. O antagonismo pode diminuir ou anular o efeito do agonista.


Dentro dos agonistas, temos subdivisões de acordo com o seu mecanismo de ação, então podemos concluir que:

  • Agonista Direto - Acopla-se ao sítio de ação ao qual o neurotransmissor se liga – Provoca abertura de canais iônicos

  • Agonista Indireto - Droga se liga a um sítio alternativo - Onde diferentes ligantes se acoplam - Facilita a abertura de canais iônicos

  • Fonte: http://cpar.sites.ufms.br/files/2014/07/Resumo-Aula3-Psicofarmacologia.pdf

  • Acessado em 12/09/18

Na farmacologia, agonista refere-se às ações ou estímulos provocados por uma resposta, referente ao aumento (ativação) ou diminuição (inibição) da atividade celular. Sendo uma droga receptiva.


Os denominados antagonistas agem como bloqueadores dos receptores, ou seja, diminuem as respostas dos neurotransmissores, presentes no organismo. O antagonismo pode diminuir ou anular o efeito do agonista.


Dentro dos agonistas, temos subdivisões de acordo com o seu mecanismo de ação, então podemos concluir que:

  • Agonista Direto - Acopla-se ao sítio de ação ao qual o neurotransmissor se liga – Provoca abertura de canais iônicos

  • Agonista Indireto - Droga se liga a um sítio alternativo - Onde diferentes ligantes se acoplam - Facilita a abertura de canais iônicos

  • Fonte: http://cpar.sites.ufms.br/files/2014/07/Resumo-Aula3-Psicofarmacologia.pdf

  • Acessado em 12/09/18

User badge image

Lauana

Há mais de um mês

Agonista Direto - Acopla-se ao sítio de ação ao qual o neurotrasmissor se liga - Provoca abertura de canais iônicos

Agonista Indireto - Droga se liga a um sítio alternativo - Onde diferentes ligantes se acoplam - Facilita a abertura de canais iônicos

User badge image

Otavio

Há mais de um mês

Um agonista direto atua se ligando ao receptor e por esse ativando uma resposta.

Já o agnosta indireto atua se ligando a sítios alternativos ou inibindo o inibidor, por exemplo:

 

ACETILCOLINA

No neurônio que irá liberar Ach tem um transportador que pega colina do meio externo e coloca para dentro do neurônio.
A colina que é um cátion orgânico (nutriente essencial que faz parte do complexo B de vitaminas) se liga ao acetil que vem da Acetil-CoA, através de uma processo de catalização pela enzima CAT(colina acetil transferase).

A Ach fabricada fica armazenada em vesícula no citoplasma. 
Quando o impulso chega a região da membrana sináptica do neurônio, os canais de cálcio do neurônio são abertos e também passam a atrair as vesículas para a membrana.
As vesículas então se fundem a membrana e liberam a Ach.

A (acetilcolinesterase (AchE)) (inibidor) faz a retirada de Ach da fenda sináptica, quebrando a Ach em colina e acetato.


Um fármaco que cause a inibição da acetilcolinesterase (inibidor), irá aumentar a quantidade de Ach na fenda sináptica e seu tempo de atuação, aumentando seu efeito.
Sendo então esse um agonista indireto do sistema nervoso autônomo parassimpático.
Indireto, pois ele não irá se ligar e ativar o muscarínico ele mesmo, mas proporcionará um aumento do efeito do parassimpático pela ativação do muscarínico pela acetilcolina

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Na farmacologia, agonista refere-se às ações ou estímulos provocados por uma resposta, referente ao aumento (ativação) ou diminuição (inibição) da atividade celular. Sendo uma droga receptiva.


Os denominados antagonistas agem como bloqueadores dos receptores, ou seja, diminuem as respostas dos neurotransmissores, presentes no organismo. O antagonismo pode diminuir ou anular o efeito do agonista.


Dentro dos agonistas, temos subdivisões de acordo com o seu mecanismo de ação, então podemos concluir que:

  • Agonista Direto - Acopla-se ao sítio de ação ao qual o neurotransmissor se liga – Provoca abertura de canais iônicos

  • Agonista Indireto - Droga se liga a um sítio alternativo - Onde diferentes ligantes se acoplam - Facilita a abertura de canais iônicos

  • Fonte: http://cpar.sites.ufms.br/files/2014/07/Resumo-Aula3-Psicofarmacologia.pdf

  • Acessado em 12/09/18

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas