A maior rede de estudos do Brasil

Descreva de maneira sucinta a teoria o mundo do RNA para explicar o surgimento da vida na terra.


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para ser considerado um ser vivo, um organismo precisa ter a capacidade de se reproduzir e deixar descendentes para dar continuidade à espécie. Portanto, em algum momento da evolução o organismo que habitava a Terra primitiva adquiriu a capacidade de se reproduzir.


Algumas pesquisas demonstraram que o RNA foi o primeiro tipo de material genético formado, pois conseguiram fazer com que ele fosse produzido a partir de condições abióticas. Esse RNA produzido também possuía a capacidade de replicar-se, ou seja, produzir uma cópia de si mesmo.


Se o RNA foi mesmo o material genético primordial, ele pode ter aparecido antes mesmo da formação das microesferas. Quando o RNA se duplica, pode originar cópias um pouco diferentes da original e estabelecer o início de uma variabilidade genética, permitindo que a seleção natural também começasse a agir. Com isso, foram selecionadas versões com maior capacidade de sobrevivência, reprodução, etc. Os cientistas chamam esse período de “mundo do RNA”, que foi o primeiro passo para a formação de um código genético.


Assim, de uma forma sucinta, a teoria “mundo do RNA” defende que o RNA foi o material genético primordial dos seres vivos. Isso porque, quando esse material se duplica, é capaz de originar cópias diferentes do original levando a uma variabilidade genética e consequente atuação da seleção natural.

Fonte: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/virus.htm

Para ser considerado um ser vivo, um organismo precisa ter a capacidade de se reproduzir e deixar descendentes para dar continuidade à espécie. Portanto, em algum momento da evolução o organismo que habitava a Terra primitiva adquiriu a capacidade de se reproduzir.


Algumas pesquisas demonstraram que o RNA foi o primeiro tipo de material genético formado, pois conseguiram fazer com que ele fosse produzido a partir de condições abióticas. Esse RNA produzido também possuía a capacidade de replicar-se, ou seja, produzir uma cópia de si mesmo.


Se o RNA foi mesmo o material genético primordial, ele pode ter aparecido antes mesmo da formação das microesferas. Quando o RNA se duplica, pode originar cópias um pouco diferentes da original e estabelecer o início de uma variabilidade genética, permitindo que a seleção natural também começasse a agir. Com isso, foram selecionadas versões com maior capacidade de sobrevivência, reprodução, etc. Os cientistas chamam esse período de “mundo do RNA”, que foi o primeiro passo para a formação de um código genético.


Assim, de uma forma sucinta, a teoria “mundo do RNA” defende que o RNA foi o material genético primordial dos seres vivos. Isso porque, quando esse material se duplica, é capaz de originar cópias diferentes do original levando a uma variabilidade genética e consequente atuação da seleção natural.

Fonte: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/virus.htm

User badge image

Otavio

Há mais de um mês

O DNA (ácido desoxirribonucléico) tem muitos mecanismos de reparo do seu material genético, tendo por fim gerar uma fita filha igual a fita mãe, 

O RNA (ácido ribonucléico) presente em bactéria, vírus, etc--> Não observa esses mecanismos de reparo, sua replicação é muito mais rápida porém desordenada causando mutações no seu material genético constantemente, o que explicaria o surgimento da vida na terra é a geração de novas espécies a partir dessas mutações que ocorrem constantemente no RNA.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para ser considerado um ser vivo, um organismo precisa ter a capacidade de se reproduzir e deixar descendentes para dar continuidade à espécie. Portanto, em algum momento da evolução o organismo que habitava a Terra primitiva adquiriu a capacidade de se reproduzir.


Algumas pesquisas demonstraram que o RNA foi o primeiro tipo de material genético formado, pois conseguiram fazer com que ele fosse produzido a partir de condições abióticas. Esse RNA produzido também possuía a capacidade de replicar-se, ou seja, produzir uma cópia de si mesmo.


Se o RNA foi mesmo o material genético primordial, ele pode ter aparecido antes mesmo da formação das microesferas. Quando o RNA se duplica, pode originar cópias um pouco diferentes da original e estabelecer o início de uma variabilidade genética, permitindo que a seleção natural também começasse a agir. Com isso, foram selecionadas versões com maior capacidade de sobrevivência, reprodução, etc. Os cientistas chamam esse período de “mundo do RNA”, que foi o primeiro passo para a formação de um código genético.


Assim, de uma forma sucinta, a teoria “mundo do RNA” defende que o RNA foi o material genético primordial dos seres vivos. Isso porque, quando esse material se duplica, é capaz de originar cópias diferentes do original levando a uma variabilidade genética e consequente atuação da seleção natural.

Fonte: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/virus.htm

User badge image

Andre

Há mais de um mês

 

Para ser considerado um ser vivo, um organismo precisa ter a capacidade de se reproduzir e deixar descendentes para dar continuidade à espécie. Portanto, em algum momento da evolução o organismo que habitava a Terra primitiva adquiriu a capacidade de se reproduzir.


Algumas pesquisas demonstraram que o RNA foi o primeiro tipo de material genético formado, pois conseguiram fazer com que ele fosse produzido a partir de condições abióticas. Esse RNA produzido também possuía a capacidade de replicar-se, ou seja, produzir uma cópia de si mesmo.


Se o RNA foi mesmo o material genético primordial, ele pode ter aparecido antes mesmo da formação das microesferas. Quando o RNA se duplica, pode originar cópias um pouco diferentes da original e estabelecer o início de uma variabilidade genética, permitindo que a seleção natural também começasse a agir. Com isso, foram selecionadas versões com maior capacidade de sobrevivência, reprodução, etc. Os cientistas chamam esse período de “mundo do RNA”, que foi o primeiro passo para a formação de um código genético.


Assim, de uma forma sucinta, a teoria “mundo do RNA” defende que o RNA foi o material genético primordial dos seres vivos. Isso porque, quando esse material se duplica, é capaz de originar cópias diferentes do original levando a uma variabilidade genética e consequente atuação da seleção natural.

Fonte: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/biologia/virus.htm

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas