A maior rede de estudos do Brasil

Como é realizado a manutenção do crédito e o crédito presumido?


1 resposta(s)

User badge image

Joenes

Há mais de um mês

Essa quetão para ser respondida mais precisamente, deveria ser acompanhada de um caso real, em virtude de possur várias considerações a serem feitas à luz da legislação vigente.

Em linhas gerais, a utilização do crédito de ICMS, no mês corrente, é sempre proporcional às saídas tributadas, ou seja, temos que verificar o percentual das saídas tributadas em relação ao total de saídas (isentas, tributadas...). Algumas Unidades da Federação elencam determinadas operações isentas com mercadorias passíveis de manutenção do crédito, assim, não precisando realizar aquele estorno proporcional dos créditos.

No que tange ao crédito presumido, ele pode se dar de duas formas: através da legislação ou a na forma de benefícios fiscais conceidos a setores específicos ou individualmente. Geralmente, quando se tem o benefício do crédito presumido, todos os créditos de ICMS são estornados, ou seja, fica apenas o presumido. Suponhamos que o setor tenha um crédito presumido de 80% do valor do débito de ICMS, então, em uma operação interestadual no valor de R$ 1.000,00 cuja alíquota é de 12%, o valor a ser destacado no documento fiscal é de R$120,00 (1000*12%), mas quando levado para contabilidade, apura-se o credito presumido considerando os 80%, ou seja, o contribuinte terá um crédito de R$96,00 (120*80%) recolhendo aos cofres públicos o restante de R$24,00    

Essa quetão para ser respondida mais precisamente, deveria ser acompanhada de um caso real, em virtude de possur várias considerações a serem feitas à luz da legislação vigente.

Em linhas gerais, a utilização do crédito de ICMS, no mês corrente, é sempre proporcional às saídas tributadas, ou seja, temos que verificar o percentual das saídas tributadas em relação ao total de saídas (isentas, tributadas...). Algumas Unidades da Federação elencam determinadas operações isentas com mercadorias passíveis de manutenção do crédito, assim, não precisando realizar aquele estorno proporcional dos créditos.

No que tange ao crédito presumido, ele pode se dar de duas formas: através da legislação ou a na forma de benefícios fiscais conceidos a setores específicos ou individualmente. Geralmente, quando se tem o benefício do crédito presumido, todos os créditos de ICMS são estornados, ou seja, fica apenas o presumido. Suponhamos que o setor tenha um crédito presumido de 80% do valor do débito de ICMS, então, em uma operação interestadual no valor de R$ 1.000,00 cuja alíquota é de 12%, o valor a ser destacado no documento fiscal é de R$120,00 (1000*12%), mas quando levado para contabilidade, apura-se o credito presumido considerando os 80%, ou seja, o contribuinte terá um crédito de R$96,00 (120*80%) recolhendo aos cofres públicos o restante de R$24,00    

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes