A maior rede de estudos do Brasil

exemplifique os tipos de adaptação celular


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A adaptação celular é uma resposta da célula ao estresse fisiológico ou ao estímulo patológico.

Hipertrofia - aumento do tamanho das células, resultando em aumento do tamanho do órgão que ela compõe, em resposta ao aumento da carga de trabalho. Ex. hipertrofia do útero na gravidez. 

Hiperplasia - aumento do número de células em resposta aos mesmo tipos de estímulos da Hipertrofia. Pode ser:

- Fisiológica: Hiperplasia Hormonal (o hormônio aumenta a proliferação do epitélio glandular da mama na puberdade ou gravidez), Hiperplasia Compensatória (ocorre quando um tecido é removido ou lesado – se um pedaço do fígado for retirado, as células do órgão começam a aumenta a atividade mitótica, até restaurá-lo ao seu tamanho normal).

Patológica: Geralmente causada por estimulação hormonal excessiva ou fatores de crescimento.

Atrofia - diminuição do tamanho da célula por perda de substância celular e consequentemente, diminuição do tamanho do órgão.

Metaplasia - Alteração reversível por estímulo estressante, no qual um tipo de célula adulta é substituída por outro tipo de célula adulta, mais capaz de suportar o estresse,Ex.: epitélio respiratório de um fumante – células epiteliais normais colunares e ciliadas da traqueia e brônquios são substituídas por células epiteliais escamosas estratificadas.

A adaptação celular é uma resposta da célula ao estresse fisiológico ou ao estímulo patológico.

Hipertrofia - aumento do tamanho das células, resultando em aumento do tamanho do órgão que ela compõe, em resposta ao aumento da carga de trabalho. Ex. hipertrofia do útero na gravidez. 

Hiperplasia - aumento do número de células em resposta aos mesmo tipos de estímulos da Hipertrofia. Pode ser:

- Fisiológica: Hiperplasia Hormonal (o hormônio aumenta a proliferação do epitélio glandular da mama na puberdade ou gravidez), Hiperplasia Compensatória (ocorre quando um tecido é removido ou lesado – se um pedaço do fígado for retirado, as células do órgão começam a aumenta a atividade mitótica, até restaurá-lo ao seu tamanho normal).

Patológica: Geralmente causada por estimulação hormonal excessiva ou fatores de crescimento.

Atrofia - diminuição do tamanho da célula por perda de substância celular e consequentemente, diminuição do tamanho do órgão.

Metaplasia - Alteração reversível por estímulo estressante, no qual um tipo de célula adulta é substituída por outro tipo de célula adulta, mais capaz de suportar o estresse,Ex.: epitélio respiratório de um fumante – células epiteliais normais colunares e ciliadas da traqueia e brônquios são substituídas por células epiteliais escamosas estratificadas.

User badge image

Bruna

Há mais de um mês

Hiperplasia:

  • Compensatória – as células do fígado passam a se proliferar em casos em que se é retirado um pedaço.
  • Hiperplasia hormonal:  o útero gravídico, que precisa sofrer aumento de volume (hipertrofia) e aumento da quantidade de células (hiperplasia).

 

  • Hipertrofia Patológica: Hipertrofia cardíaca concêntrica, ocorre quando o volume das células das bordas para o centro (fora para dentro) (sem proliferação celular) diminuindo a passagem de luz do ventrículo esquerdo, diminuindo a quantidade de sangue ejetado para os tecidos é bem menor e o coração tem mais dificuldade de bombear o sangue devido ao grande espassamento das paredes, aumentando a chance de insuficiência cardíaca podendo gerar isquemia e levar a óbito

 

  • Metaplasia do epitélio colunar para o  epitélio escamoso, quando o trato respiratório que é colunar, com cicílios, para por um estimulo irritativo crônico no trato respiratório, como o cigarro, que leva a substituição do epitélio colunar ciliado para o epitélio escamoso.

 

  • Atrofia fisiológica: um caso de atrofia fisiológica é quando o útero diminui de tamanho logo após o parto.
     

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas