A maior rede de estudos do Brasil

calcule a curva de titulaçao

Calcule a curva da titulação de 25,00 mL de ácido maleico 0,100 mol L-1 (HOOC-CH=CH-COOH) com NaOH 0,1000 mol L-1 depois da adição de 0,00; 10,00; 25,00; 50,00 mL. Ka1 = 1,50 x 10-2 e Ka2 = 2,60 x 10-7

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A construção da curva de titulação é importante para se conhecer o comportamento das espécies envolvidas (titulado e analito) em uma titulação e, dessa forma, selecionar o indicador adequado. A curva de titulação relaciona o pH da solução gerada após a introdução de uma certa quantidade de titulante. Sendo assim, ela é uma curva de “pH x Volume do titulante”.

Se a solução do titulado for de um ácido (portanto, de pH baixo), ao se gotejar o titulante (que é uma base), deverá haver um aumento gradativo do pH. Observe:

Para construí-la, é necessário calcular os valores de pH para cada introdução de titulante. É importantíssimo compreender os estágios da titulação, para que se realize adequadamente os cálculos de pH. Para demonstrar como realizar os cálculos, dividiremos a explicação em duas situações: a tiulação envolvendo apenas espécies fortes e a titulação entre uma espécie forte e outra fraca.

1) O Ponto de Equivalência (P.E.):

O ponto de equivalência é aquele em que

nº de Eq(ácido) = nº de Eq(base)

Por exemplo, se a reação ocorrer entre o ácido forte HCl e a base forte NaOH, o sal formado será NaCl, que nem é ácido nem é básico.

Isto significa que, no ponto de equivalência entre um ácido forte e uma base forte, nem sobra ácido, nem sobra base, e o sal formado nem é ácido, nem é básico. E, assim, o meio será neutro (pH =7,0).

2) Abaixo do Ponto de Equivalência (P.E.):

Para valores abaixo do ponto de equivalência (ou seja, para pH < P.E.), significa que existe um excesso de ácido no meio. E, para tanto, o cálculo se resume a descobrir de quanto é este excesso e dizer o pH.

3) Acima do Ponto de Equivalência (P.E.):

Para valores acima do ponto de equivalência (ou seja, para pH > P.E.), significa que existe um excesso de base no meio. E, para tanto, o cálculo se resume a descobrir de quanto é este excesso e dizer o pH.

A construção da curva de titulação é importante para se conhecer o comportamento das espécies envolvidas (titulado e analito) em uma titulação e, dessa forma, selecionar o indicador adequado. A curva de titulação relaciona o pH da solução gerada após a introdução de uma certa quantidade de titulante. Sendo assim, ela é uma curva de “pH x Volume do titulante”.

Se a solução do titulado for de um ácido (portanto, de pH baixo), ao se gotejar o titulante (que é uma base), deverá haver um aumento gradativo do pH. Observe:

Para construí-la, é necessário calcular os valores de pH para cada introdução de titulante. É importantíssimo compreender os estágios da titulação, para que se realize adequadamente os cálculos de pH. Para demonstrar como realizar os cálculos, dividiremos a explicação em duas situações: a tiulação envolvendo apenas espécies fortes e a titulação entre uma espécie forte e outra fraca.

1) O Ponto de Equivalência (P.E.):

O ponto de equivalência é aquele em que

nº de Eq(ácido) = nº de Eq(base)

Por exemplo, se a reação ocorrer entre o ácido forte HCl e a base forte NaOH, o sal formado será NaCl, que nem é ácido nem é básico.

Isto significa que, no ponto de equivalência entre um ácido forte e uma base forte, nem sobra ácido, nem sobra base, e o sal formado nem é ácido, nem é básico. E, assim, o meio será neutro (pH =7,0).

2) Abaixo do Ponto de Equivalência (P.E.):

Para valores abaixo do ponto de equivalência (ou seja, para pH < P.E.), significa que existe um excesso de ácido no meio. E, para tanto, o cálculo se resume a descobrir de quanto é este excesso e dizer o pH.

3) Acima do Ponto de Equivalência (P.E.):

Para valores acima do ponto de equivalência (ou seja, para pH > P.E.), significa que existe um excesso de base no meio. E, para tanto, o cálculo se resume a descobrir de quanto é este excesso e dizer o pH.

User badge image

Amanda Luise

Há mais de um mês

Vequivalência=25,00 mL

Vadd=0,00 mL -----pH=1,49

Vadd=10,00 mL -----pH=1,64

Vadd=25,00 mL (primeiro ponto de equivalência)-----pH=1/2(pka1+pka2)=4,20

Vadd=50,00 mL  (segundo ponto de equivalência)-----pH=9,55

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas