A maior rede de estudos do Brasil

Defina Surdes, cultura surda e identidade surda:


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A perda auditiva, também conhecida como surdez, é uma incapacidade parcial ou total de ouvir. Uma pessoa surda tem pouca ou nenhuma audição. A perda auditiva pode ocorrer em um ou ambos os ouvidos. Em crianças, problemas auditivos podem afetar a capacidade de aprender a língua falada e em adultos pode criar dificuldades com interação social e no trabalho. Em algumas pessoas, particularmente idosos, a perda auditiva pode resultar em solidão.


A cultura de surdos é o conjunto de crenças sociais, comportamentos, arte, tradições literárias, história, valores e instituições compartilhadas de comunidades que são influenciadas pela surdez e que usam as línguas de sinais como principal meio de comunicação. Quando usada como um rótulo cultural, especialmente dentro da cultura, a palavra surda é frequentemente escrita com um D maiúsculo e é referida como "grande D Surdo" em fala e signo.


A identidade surda é um conceito que surgiu da perspectiva cultural da surdez, em que a surdez não é vista como uma condição médica. A pessoa surda que tem identidade surda tem forte afiliação com a língua de sinais. Tal como outras minorias linguísticas, as pessoas surdas consideram-se como pessoas de minorias linguísticas que possuem sua própria língua, que é a língua de sinais.

A perda auditiva, também conhecida como surdez, é uma incapacidade parcial ou total de ouvir. Uma pessoa surda tem pouca ou nenhuma audição. A perda auditiva pode ocorrer em um ou ambos os ouvidos. Em crianças, problemas auditivos podem afetar a capacidade de aprender a língua falada e em adultos pode criar dificuldades com interação social e no trabalho. Em algumas pessoas, particularmente idosos, a perda auditiva pode resultar em solidão.


A cultura de surdos é o conjunto de crenças sociais, comportamentos, arte, tradições literárias, história, valores e instituições compartilhadas de comunidades que são influenciadas pela surdez e que usam as línguas de sinais como principal meio de comunicação. Quando usada como um rótulo cultural, especialmente dentro da cultura, a palavra surda é frequentemente escrita com um D maiúsculo e é referida como "grande D Surdo" em fala e signo.


A identidade surda é um conceito que surgiu da perspectiva cultural da surdez, em que a surdez não é vista como uma condição médica. A pessoa surda que tem identidade surda tem forte afiliação com a língua de sinais. Tal como outras minorias linguísticas, as pessoas surdas consideram-se como pessoas de minorias linguísticas que possuem sua própria língua, que é a língua de sinais.

User badge image

Nathalia

Há mais de um mês

Surdez - A surdez ou hipoacusia é um termo genérico que serve para definir a perda auditiva. As causas de surdez devidas a  lesão central (cerebral) são muito raras, de forma que a grande maioria estão relacionadas com alterações do ouvido. A surdez de transmissão origina-se no ouvido externo ou médio. A surdez neurossensorial (que também se denomina surdez de percepção) originam-se essencialmente no ouvido interno. Em ambas as categorias é necessário distinguir causas genéticas e adquiridas.
Por fim, dependendo da gravidade classificam-se em surdez ligeira, moderada, severa e profunda. A Surdez total designa-se cofose.
Cultura Surda - 
A forma especial de o Surdo ver, perceber, estabelecer relações e valores deve ser usada na educação dos Surdos, integrada na sua educação em conjunto com os valores culturais da sociedade ouvinte, que em seu todo vão formar sua sociedade.
Para os surdos, ter uma cultura é viver em igualdade, é ter um estilo de vida diferente em alguns aspectos. Existe uma cultura surda em um país de ouvinte assim como o nosso? Existe sim, e de uma forma que se diferencia da cultura dos ouvintes, que é por meio de valores, estilos, atitudes e práticas diferentes. 
Identidade Surda - Para que haja uma compreensão melhor e domínio do vocabulário é importante que tenha contato com os surdos, assista os vídeos no YouTube. Geralmente nesses vídeos eles falam sobre as comunidades surdas e os acontecimentos entre eles.
Nessas comunidades serão vistas as características determinantes da identidade surda.

Segundo Perlin (1998), as identidades podem ser definidas como:

Identidade Flutuante: na qual o surdo se espelha na representação hegemonia do ouvinte, vivendo e se manifestando de acordo com o mundo ouvinte;

Identidade Inconformada: na qual o surdo não consegue captar a representação da identidade ouvinte, hegemônica, e se sente numa identidade subalterna;

Identidade de Transição: na qual o contato dos surdos com a comunidade surda é tardio, o que faz passar da comunicação visual-oral (na maioria das vezes truncada) para a comunicação visual sinalizada – o surdo passa por um conflito cultural;

Identidade Híbrida: reconhecida nos surdos que nasceram ouvintes e se ensurdeceram e terão presentes as duas línguas numa dependência dos sinais e do pensamento na língua oral;

Identidade Surda: na qual ser surdo é estar no mundo visual e desenvolver sua experiência na Língua de Sinais. Os surdos que assumem a identidade surda são representados por discursos que os veem capazes como sujeitos culturais, uma formação de identidade que só ocorre entre espaços culturais surdos; 

Cada identidade se fortalece quando os mesmos se relacionam com os seus pares. E é vista também como multiculturalismo.
A partir do momento em que compreendemos essa diversidade de identidade, deve ser observado que tipos de comunicações que esses indivíduos fazem uso e assim estabelecer uma comunicação mais adequada.

Falar e sinalizar junto não são a melhor forma de se comunicar com a pessoa surda, às vezes nós ouvintes pensamos que estamos ajudando, mas na verdade tornamos a comunicação mais confusa. Pois o indivíduo não sabe se olha para os seus lábios ou para suas mãos.
User badge image

Andre

Há mais de um mês

A perda auditiva, também conhecida como surdez, é uma incapacidade parcial ou total de ouvir. Uma pessoa surda tem pouca ou nenhuma audição. A perda auditiva pode ocorrer em um ou ambos os ouvidos. Em crianças, problemas auditivos podem afetar a capacidade de aprender a língua falada e em adultos pode criar dificuldades com interação social e no trabalho. Em algumas pessoas, particularmente idosos, a perda auditiva pode resultar em solidão.


A cultura de surdos é o conjunto de crenças sociais, comportamentos, arte, tradições literárias, história, valores e instituições compartilhadas de comunidades que são influenciadas pela surdez e que usam as línguas de sinais como principal meio de comunicação. Quando usada como um rótulo cultural, especialmente dentro da cultura, a palavra surda é frequentemente escrita com um D maiúsculo e é referida como "grande D Surdo" em fala e signo.


A identidade surda é um conceito que surgiu da perspectiva cultural da surdez, em que a surdez não é vista como uma condição médica. A pessoa surda que tem identidade surda tem forte afiliação com a língua de sinais. Tal como outras minorias linguísticas, as pessoas surdas consideram-se como pessoas de minorias linguísticas que possuem sua própria língua, que é a língua de sinais.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

A perda auditiva, também conhecida como surdez, é uma incapacidade parcial ou total de ouvir. Uma pessoa surda tem pouca ou nenhuma audição. A perda auditiva pode ocorrer em um ou ambos os ouvidos. Em crianças, problemas auditivos podem afetar a capacidade de aprender a língua falada e em adultos pode criar dificuldades com interação social e no trabalho. Em algumas pessoas, particularmente idosos, a perda auditiva pode resultar em solidão.


A cultura de surdos é o conjunto de crenças sociais, comportamentos, arte, tradições literárias, história, valores e instituições compartilhadas de comunidades que são influenciadas pela surdez e que usam as línguas de sinais como principal meio de comunicação. Quando usada como um rótulo cultural, especialmente dentro da cultura, a palavra surda é frequentemente escrita com um D maiúsculo e é referida como "grande D Surdo" em fala e signo.


A identidade surda é um conceito que surgiu da perspectiva cultural da surdez, em que a surdez não é vista como uma condição médica. A pessoa surda que tem identidade surda tem forte afiliação com a língua de sinais. Tal como outras minorias linguísticas, as pessoas surdas consideram-se como pessoas de minorias linguísticas que possuem sua própria língua, que é a língua de sinais.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas