A maior rede de estudos do Brasil

Qual a função do coordenador de curso em relação aos seus alunos no curso de graduação?

Logística

ESTÁCIO


1 resposta(s)

User badge image

gabriel

Há mais de um mês

As funções institucionais do coordenador têm relação com o sucesso e a qualidade do curso. O coordenador tem uma responsabilidade coletiva, junto aos alunos e professores, de obtenção de boas notas no Exame Nacional dos Cursos (ENC). A partir do desempenho na prova, é possível apontar necessidades de modificações no projeto pedagógico do curso.

Outra função institucional do coordenador é a de acompanhar os alunos egressos do curso. O sucesso ou fracasso dos ex-alunos não pode medir de forma exata a qualidade do curso, porém, é possível observar e fazer um acompanhamento das habilidades e competências alcançadas pelos alunos. Além disso, são esses alunos que podem fazer uma avaliação mais abrangente do curso, de forma mais “imparcial”, por já terem concluído.

O coordenador deve ser responsável, pelo menos em parte, pela empregabilidade dos alunos, o que começa justamente na procura por boas parcerias para estágios, que resultariam em empregos para os egressos. É uma forma de estimular os alunos e também evitar a inadimplência nas mensalidades.

Outras responsabilidades institucionais do coordenador são:

  • buscar fontes alternativas de recursos, além da mensalidade dos alunos, para aumentar a receita do curso e da instituição (prestação de serviços, palestras, cursos);
  • buscar reconhecimento do curso pela renovação periódica do processo por parte do MEC;
  • garantir que os alunos obtenham sucesso nos exames de ordem, testes profissionais e assemelhados.

Podemos dizer que o coordenador de curso assume a função de um gerente de negócios, pois lida com questões de visibilidade e divulgação do curso, sempre em busca de excelência e sucesso. É ele quem faz a ligação entre os envolvidos no processo educacional (professores, alunos e gestores) e a sociedade em geral.

As funções institucionais do coordenador têm relação com o sucesso e a qualidade do curso. O coordenador tem uma responsabilidade coletiva, junto aos alunos e professores, de obtenção de boas notas no Exame Nacional dos Cursos (ENC). A partir do desempenho na prova, é possível apontar necessidades de modificações no projeto pedagógico do curso.

Outra função institucional do coordenador é a de acompanhar os alunos egressos do curso. O sucesso ou fracasso dos ex-alunos não pode medir de forma exata a qualidade do curso, porém, é possível observar e fazer um acompanhamento das habilidades e competências alcançadas pelos alunos. Além disso, são esses alunos que podem fazer uma avaliação mais abrangente do curso, de forma mais “imparcial”, por já terem concluído.

O coordenador deve ser responsável, pelo menos em parte, pela empregabilidade dos alunos, o que começa justamente na procura por boas parcerias para estágios, que resultariam em empregos para os egressos. É uma forma de estimular os alunos e também evitar a inadimplência nas mensalidades.

Outras responsabilidades institucionais do coordenador são:

  • buscar fontes alternativas de recursos, além da mensalidade dos alunos, para aumentar a receita do curso e da instituição (prestação de serviços, palestras, cursos);
  • buscar reconhecimento do curso pela renovação periódica do processo por parte do MEC;
  • garantir que os alunos obtenham sucesso nos exames de ordem, testes profissionais e assemelhados.

Podemos dizer que o coordenador de curso assume a função de um gerente de negócios, pois lida com questões de visibilidade e divulgação do curso, sempre em busca de excelência e sucesso. É ele quem faz a ligação entre os envolvidos no processo educacional (professores, alunos e gestores) e a sociedade em geral.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes