A maior rede de estudos do Brasil

Discorra sobre a consequência da vinda da família real ao Brasil para o Ensino Superior.


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre História da Educação no Brasil.


A chegada da família real portuguesa no Brasil foi seguida de um grande impulso à cultura e educação no país. Quando D. João VI chegou ao Brasil, uma de suas primeiras providências foi lançar bases para a edificação do Ensino Superior no país. Antes disso, a fundação de faculdades na América Portuguesa era proibida por Alvará Régio. Tal proibição intentava, segundo o historiados Antônio José Barbosa de Oliveira, impedir que se desenvolvesse na colônia uma elite capaz de desenvolver um pensamento destoante do pensamento metropolitano.

Com a transferência da capital para o Rio de Janeiro, foi necessário a implementação de condições mínimas de infra estrutura para o contigente de aproximadamente 15 mil pessoas que vieram junta a corte. Entre as medidas imediatas para o desenvolvimento do Brasil, que se torna Reino Unido de Portugal e Algarves, D. João VI cria a Faculdade de Medicina da Bahia em fevereiro de 1808, durante sua rápida passagem pela região, e em novembro do mesmo ano funda a Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, logo após a sua chegada. A primeira universidade, no entanto, só seria criada em 1920, quando a Universidade do Rio de Janeiro, uma justaposição das Faculdades de Medicina, Direito e Engenharia, foi fundada.


Portanto o desenvolvimento da educação superior no país se deu devido a vinda da família real para o país e a necessidade do desenvilvimento da infra estrutura no país (para receber a elite portuguesa que veio junto a corte.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre História da Educação no Brasil.


A chegada da família real portuguesa no Brasil foi seguida de um grande impulso à cultura e educação no país. Quando D. João VI chegou ao Brasil, uma de suas primeiras providências foi lançar bases para a edificação do Ensino Superior no país. Antes disso, a fundação de faculdades na América Portuguesa era proibida por Alvará Régio. Tal proibição intentava, segundo o historiados Antônio José Barbosa de Oliveira, impedir que se desenvolvesse na colônia uma elite capaz de desenvolver um pensamento destoante do pensamento metropolitano.

Com a transferência da capital para o Rio de Janeiro, foi necessário a implementação de condições mínimas de infra estrutura para o contigente de aproximadamente 15 mil pessoas que vieram junta a corte. Entre as medidas imediatas para o desenvolvimento do Brasil, que se torna Reino Unido de Portugal e Algarves, D. João VI cria a Faculdade de Medicina da Bahia em fevereiro de 1808, durante sua rápida passagem pela região, e em novembro do mesmo ano funda a Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, logo após a sua chegada. A primeira universidade, no entanto, só seria criada em 1920, quando a Universidade do Rio de Janeiro, uma justaposição das Faculdades de Medicina, Direito e Engenharia, foi fundada.


Portanto o desenvolvimento da educação superior no país se deu devido a vinda da família real para o país e a necessidade do desenvilvimento da infra estrutura no país (para receber a elite portuguesa que veio junto a corte.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

História da Educação no Brasil


Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre História da Educação no Brasil.


A chegada da família real portuguesa no Brasil foi seguida de um grande impulso à cultura e educação no país. Quando D. João VI chegou ao Brasil, uma de suas primeiras providências foi lançar bases para a edificação do Ensino Superior no país. Antes disso, a fundação de faculdades na América Portuguesa era proibida por Alvará Régio. Tal proibição intentava, segundo o historiados Antônio José Barbosa de Oliveira, impedir que se desenvolvesse na colônia uma elite capaz de desenvolver um pensamento destoante do pensamento metropolitano.

Com a transferência da capital para o Rio de Janeiro, foi necessário a implementação de condições mínimas de infra estrutura para o contigente de aproximadamente 15 mil pessoas que vieram junta a corte. Entre as medidas imediatas para o desenvolvimento do Brasil, que se torna Reino Unido de Portugal e Algarves, D. João VI cria a Faculdade de Medicina da Bahia em fevereiro de 1808, durante sua rápida passagem pela região, e em novembro do mesmo ano funda a Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, logo após a sua chegada. A primeira universidade, no entanto, só seria criada em 1920, quando a Universidade do Rio de Janeiro, uma justaposição das Faculdades de Medicina, Direito e Engenharia, foi fundada.


Portanto o desenvolvimento da educação superior no país se deu devido a vinda da família real para o país e a necessidade do desenvilvimento da infra estrutura no país (para receber a elite portuguesa que veio junto a corte.

Essa pergunta já foi respondida!