A maior rede de estudos do Brasil

O que é contrato de adesão?

O que é contrato de adesão?


5 resposta(s)

User badge image

CARLOS

Há mais de um mês

Prezado, não é a espécie de contrato que ira determinar ser ele de adesão ou não ( dito em regra pois a permissão administrativa por exemplo é de adesão pelo tipo). Um contrato de mútuo, financiamento, consórcio, não são necessariamente de adesão. Tampouco o fato de o contrato ser apresentado pronto para a assinatura denota esta característica. Outras são suas notas distintivas as quais passo a tratar.

Como o próprio nome sugere, o contrato é por adesão por que um dos contratantes simplesmente adere a cláusulas obrigacionais preexistentes. Não se cogita a fase de tratativas, é um fenômeno típico da maximização e dinamização das relações contratuais, por exemplo, o consumo em massa. Isto é, uma das partes ou uma autoridade competente estabelece as cláusulas unilateralmente.

Com se percebe, o contrato de adesão pode ser administrativo, civil ou de consumo, no último caso, inclusive, as cláusulas podem ser estipuladas por um terceiro (a autoridade administrativa), como acontece com as agências reguladoras. Note-se o disposto no art. 54 do CDC. 

Dessa forma, um contrato de adesão é aquele cujas cláusulas o contratante não teve oportunidade de discutir, tornando peremptória a opção de contratar conforme aquelas postas ou não contratar, por isso naturalmente, em contratos de consumo, presume-se a fragilidade e a hipossuficiência informacional do outro contratante. Contudo isso não denota necessária  ilegalidade, pois, como se explicou, podem ser cláusulas dispostas por Agências reguladoras com finalidade de proteger o consumidor.  Evidente é a prática, entretanto, de inserção de cláusulas abusivas por fornecedores. Por isso os contratos de consumo por adesão se submetem a regras próprias do CDC, como as relativas à formatação, ao prazo e à resolubilidade. Mais: nesse cenário os contratos podem ser tidos como por adesão mesmo que o consumidor tenha adicionado cláusulas, se não teve oportunidade de discutir ou modificar substancialmente seu conteúdo.

Desta forma, guarde as seguintes notas características:

a) A sua pré-elaboração (unilateral ou administrativa)

b) A sua oferta uniforme e de caráter geral (formulários para adesão em massa)

c) Modo de aceitação peremptório, em que o consentimento se faz através de mera adesão. (aceitar ou não contratar)

Espero que lhe seja útil. Abç.

9.    Espero que lhe seja útil. Abç.

.

Prezado, não é a espécie de contrato que ira determinar ser ele de adesão ou não ( dito em regra pois a permissão administrativa por exemplo é de adesão pelo tipo). Um contrato de mútuo, financiamento, consórcio, não são necessariamente de adesão. Tampouco o fato de o contrato ser apresentado pronto para a assinatura denota esta característica. Outras são suas notas distintivas as quais passo a tratar.

Como o próprio nome sugere, o contrato é por adesão por que um dos contratantes simplesmente adere a cláusulas obrigacionais preexistentes. Não se cogita a fase de tratativas, é um fenômeno típico da maximização e dinamização das relações contratuais, por exemplo, o consumo em massa. Isto é, uma das partes ou uma autoridade competente estabelece as cláusulas unilateralmente.

Com se percebe, o contrato de adesão pode ser administrativo, civil ou de consumo, no último caso, inclusive, as cláusulas podem ser estipuladas por um terceiro (a autoridade administrativa), como acontece com as agências reguladoras. Note-se o disposto no art. 54 do CDC. 

Dessa forma, um contrato de adesão é aquele cujas cláusulas o contratante não teve oportunidade de discutir, tornando peremptória a opção de contratar conforme aquelas postas ou não contratar, por isso naturalmente, em contratos de consumo, presume-se a fragilidade e a hipossuficiência informacional do outro contratante. Contudo isso não denota necessária  ilegalidade, pois, como se explicou, podem ser cláusulas dispostas por Agências reguladoras com finalidade de proteger o consumidor.  Evidente é a prática, entretanto, de inserção de cláusulas abusivas por fornecedores. Por isso os contratos de consumo por adesão se submetem a regras próprias do CDC, como as relativas à formatação, ao prazo e à resolubilidade. Mais: nesse cenário os contratos podem ser tidos como por adesão mesmo que o consumidor tenha adicionado cláusulas, se não teve oportunidade de discutir ou modificar substancialmente seu conteúdo.

Desta forma, guarde as seguintes notas características:

a) A sua pré-elaboração (unilateral ou administrativa)

b) A sua oferta uniforme e de caráter geral (formulários para adesão em massa)

c) Modo de aceitação peremptório, em que o consentimento se faz através de mera adesão. (aceitar ou não contratar)

Espero que lhe seja útil. Abç.

9.    Espero que lhe seja útil. Abç.

.

User badge image

Felipe Brayner

Há mais de um mês

É uma espécie de contrado onde não se pode discorrer sobre as cláusulas.

Ex. Quando você se matricula em uma instituição de ensino, lhe pedem para assinar o contrato. Contrato este que não foi formulado com sua opnião, simplismente ele já estava pronto, desta forma abragendo apenas os insteresses da instituição. Se você se recusar a assinar por discordar de alguma cláusula, possívelmente não conseguirá efetivar a matrícula pois o contrato não pode´ra ser discutido.

Porém esse tipo de contrato é facilmente derrubado pela Justiça ou Procon.

Outros exemplos de contrato de adesão:

  • EMPRÉSTIMO
  • FINANCIAMENTO
  • CONSÓRCIO
User badge image

Diego

Há mais de um mês

É aquele já pronto, sem possibilidade de discussão de suas clausulas. É, como diz o nome, aquele que só se pode aderir não discutir. Por fim, ainda são considerado pela doutrina como contratos leoninos por natureza.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes