A maior rede de estudos do Brasil

Como acontece o mecanismo do funcionamento do aparelho ortodôntico ?


1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Enquanto o aparelho removível serve apenas para corrigir simples casos de arcadas inclinadas, o fixo é indicado para deformações mais graves. Tanto um quanto o outro têm de exercer a pressão necessária com absoluta precisão. Esse grau exato é chamado tecnicamente de “força ótima”, que varia de acordo com a deformidade a ser tratada. Por isso, sua intensidade tem de ser medida em um dispositivo conhecido como dinamômetro.


O aparelho fixo é uma estrutura que possibilita a movimentação dos dentes através da aplicação da força. Por meio de um arco que fica fixado aos braquetes (pequenas peças coladas aos dentes), o ortodontista vai promovendo o alinhamento e, assim, corrigindo problemas, tanto estéticos quanto funcionais.


O uso do aparelho ortodôntico fixo é recomendado para adolescentes e adultos que já contam com os dentes permanentes e a estrutura da arcada bem formada. Desde que o paciente não apresente problemas como cáries, gengivite, entre outros, não há qualquer contra indicação para esse tipo de tratamento.

Enquanto o aparelho removível serve apenas para corrigir simples casos de arcadas inclinadas, o fixo é indicado para deformações mais graves. Tanto um quanto o outro têm de exercer a pressão necessária com absoluta precisão. Esse grau exato é chamado tecnicamente de “força ótima”, que varia de acordo com a deformidade a ser tratada. Por isso, sua intensidade tem de ser medida em um dispositivo conhecido como dinamômetro.


O aparelho fixo é uma estrutura que possibilita a movimentação dos dentes através da aplicação da força. Por meio de um arco que fica fixado aos braquetes (pequenas peças coladas aos dentes), o ortodontista vai promovendo o alinhamento e, assim, corrigindo problemas, tanto estéticos quanto funcionais.


O uso do aparelho ortodôntico fixo é recomendado para adolescentes e adultos que já contam com os dentes permanentes e a estrutura da arcada bem formada. Desde que o paciente não apresente problemas como cáries, gengivite, entre outros, não há qualquer contra indicação para esse tipo de tratamento.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas