A maior rede de estudos do Brasil

Qual o conceito de crime impossível ?

Direito Penal IUNINASSAU

4 resposta(s)

User badge image

Adriele

Há mais de um mês

Definição de crime impossível. O crime impossível também é chamado de tentativa inidônea, tentativa inadequada ou quase morte. Podemos afirmar que crime impossível é aquele que, pela ineficácia total do meio empregado ou pela improbidade absoluta do objeto material, é impossível de se consumar

Definição de crime impossível. O crime impossível também é chamado de tentativa inidônea, tentativa inadequada ou quase morte. Podemos afirmar que crime impossível é aquele que, pela ineficácia total do meio empregado ou pela improbidade absoluta do objeto material, é impossível de se consumar

User badge image

Hellen

Há mais de um mês

Crime impossível, na conceituação de Fernando Capez, "é aquele que, pela ineficácia total do meio empregado ou pela impropriedade absoluta do objeto material é impossível de se consumar ". (CAPEZ, Fernando. Curso de direito penal. Volume 1: parte geral - 11 Edição revisada e atualizada - São Paulo: Saraiva, 2007, p. 256).

O renomado jurista Antonio José Miguel Feu Rosa (1995, p.312) convencionou chamar de crime impossível "a atitude do agente, quando o objeto pretendido não pode ser alcançado dada a ineficácia absoluta do meio, ou pela absoluta impropriedade do objeto ". (ROSA, Antonio José Miguel Feu. Direito penal: parte geral. São Paulo: Revista dos tribunais, 1995).

Quando acobertado por diversas câmeras de vigilância por exemplo, ou em local lotado por policiais, onde fica claro que aquela empreitada não lograria êxito.

User badge image

Estudante

Há mais de um mês

Primeiramente deve ser lido o artigo 17  do Código Penal que dispõe:

 Art. 17 - Não se pune a tentativa quando, por ineficácia absoluta do meio ou por absoluta impropriedade do objeto, é impossível consumar-se o crime.

O crime é impossível quando há impossibilidade absoluta (não relativa) do meio utilizado (Ex.: arma tem um efeito estrutural que faz com que ela não possa ser efetiva) ou absoluta (não relativa) impropriedade do objeto (Ex.: tentar uma pessoa que já estava morta). 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes