Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Explique a frase “Aumentos na contrabilidade ventricular promovem diminuições no volume ventricular sistólica final”.

Fisiologia II

FAFRAM


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A disfunção sistólica refere-se a contração ventricular comprometida (perda de inotropia). Na insuficiência cardíaca crónica, isto é provavelmente devido a alterações nos mecanismos de transdução de sinal que regulam o acoplamento excitação-contracção cardíaca . A perda de inotropia cardíaca (isto é, diminuição da contratilidade) provoca um deslocamento para baixo na curva de Frank-Starling (curva vermelha na figura).


Isso resulta em uma diminuição no volume sistólico e um aumento compensatório na pré-carga devido ao esvaziamento ventricular incompleto, que leva a um aumento do volume diastólico final ventricular e da pressão. Portanto, há um deslocamento para baixo / para a direita no ponto de operação na curva de Frank-Starling.  O aumento da pré-carga é uma resposta compensatória que ativa o mecanismo de Frank-Starling para ajudar a manter o volume sistólico, apesar da perda da inotropia.


Se a pré-carga não aumentasse, o declínio no volume sistólico seria ainda maior para uma dada perda de inotropia. Com a disfunção sistólica, há também um aumento no volume sangüíneo que contribui para o aumento do enchimento ventricular e do volume e pressão diastólicos finais. O remodelamento ventricular ocorre na insuficiência crônica, levando à dilatação anatômica do ventrículo.

A disfunção sistólica refere-se a contração ventricular comprometida (perda de inotropia). Na insuficiência cardíaca crónica, isto é provavelmente devido a alterações nos mecanismos de transdução de sinal que regulam o acoplamento excitação-contracção cardíaca . A perda de inotropia cardíaca (isto é, diminuição da contratilidade) provoca um deslocamento para baixo na curva de Frank-Starling (curva vermelha na figura).


Isso resulta em uma diminuição no volume sistólico e um aumento compensatório na pré-carga devido ao esvaziamento ventricular incompleto, que leva a um aumento do volume diastólico final ventricular e da pressão. Portanto, há um deslocamento para baixo / para a direita no ponto de operação na curva de Frank-Starling.  O aumento da pré-carga é uma resposta compensatória que ativa o mecanismo de Frank-Starling para ajudar a manter o volume sistólico, apesar da perda da inotropia.


Se a pré-carga não aumentasse, o declínio no volume sistólico seria ainda maior para uma dada perda de inotropia. Com a disfunção sistólica, há também um aumento no volume sangüíneo que contribui para o aumento do enchimento ventricular e do volume e pressão diastólicos finais. O remodelamento ventricular ocorre na insuficiência crônica, levando à dilatação anatômica do ventrículo.

User badge image

Frederico Konrad

Há mais de um mês

o ventrículo aumentará a intensidade de contrações, além do que é acostumado, ainda que mesmo ele não esteja completamente cheio de sangue como deveria, diminuindo o volume sanguíneo bombeado

Essa pergunta já foi respondida!