A maior rede de estudos do Brasil

quais as principais caracteristicas do ordenamento juridico?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

O ordenamento jurídico, para Norberto Bobbio, é como um sistema, que tem como caracteristicas essenciais a unidade e a coerência. 

Para Bobbio, o ordenamento jurídico é composto de um complexo de normas, o que justifica seu argumento de que as normas não existem isoladamente, mas são ligadas umas às outras formando um sistema normativo. Por isso, considera que as características de unidade e coerência que devem funcionar como pilares do ordenamento jurídico. 

Para se entender o ordenamento jurídico com a complexidade que lhe é peculiar, é necessário observar a "teoria da construção escalonada do ordenamento jurídico" desenvolvida por Hans Kelsen: o cerne dessa teoria é a afirmação de que “as normas de um ordenamento não estão todas num mesmo plano”. Há normas superiores e inferiores, hierarquicamente. As inferiores são dependentes das superiores. Galgando essa escala de normas, chega-se a uma norma suprema, independente de qualquer outra norma superior, e sobre a qual repousa a unidade do ordenamento. Essa norma suprema é a chamada norma fundamental, que dá a unidade a todas as demais normas, tornando-se um todo unitário. Sem uma norma fundamental, afirma Bobbio ainda sob inspiração kelseniana, todas as normas “constituiriam um acumulado de normas, não um ordenamento".

O ordenamento jurídico, para Norberto Bobbio, é como um sistema, que tem como caracteristicas essenciais a unidade e a coerência. 

Para Bobbio, o ordenamento jurídico é composto de um complexo de normas, o que justifica seu argumento de que as normas não existem isoladamente, mas são ligadas umas às outras formando um sistema normativo. Por isso, considera que as características de unidade e coerência que devem funcionar como pilares do ordenamento jurídico. 

Para se entender o ordenamento jurídico com a complexidade que lhe é peculiar, é necessário observar a "teoria da construção escalonada do ordenamento jurídico" desenvolvida por Hans Kelsen: o cerne dessa teoria é a afirmação de que “as normas de um ordenamento não estão todas num mesmo plano”. Há normas superiores e inferiores, hierarquicamente. As inferiores são dependentes das superiores. Galgando essa escala de normas, chega-se a uma norma suprema, independente de qualquer outra norma superior, e sobre a qual repousa a unidade do ordenamento. Essa norma suprema é a chamada norma fundamental, que dá a unidade a todas as demais normas, tornando-se um todo unitário. Sem uma norma fundamental, afirma Bobbio ainda sob inspiração kelseniana, todas as normas “constituiriam um acumulado de normas, não um ordenamento".

User badge image

Neto Waitforit Lócio

Há mais de um mês

Flávia, Bom dia.

Como deve saber, o ordenamento jurídico é o conjunto de normas com que os jurístas lidam no dia a dia, e tais regras não podem estar dispostas, por isso se encontram dentro do ordenamento.

 

Para Kelsen, uma das características importantes para se pensar é a da HIERARQUIA, as leis são categorizadas segundo sua relevância dentro da chamada PIRÂMIDE DE KELSEN.

 

Já Norberto Bobbio análisou e categorizou a doutrina por trás do ordenamento e suas possíveis falhas, assim analizando de maneira que melhor pudesse servir a sociedade. Para Bobbio, o ordenamento não poderia ser baseado em somente uma norma, pois uma norma que tudo permite ''bagunçaria'' a sociedade e uma norma que tudo proíbe iria ''atrapalhar o convívio social''. Partindo da busca entre harmonia desses dois, Bobbio desenvolveu uma série de conceitos, entre eles o da Unidade do ordenamento jurídico, Antinomias jurídicas e Completude do Ordenamento Jurídico

Espero ter ajudado.

 

 

 

 

 

Essa pergunta já foi respondida!