A maior rede de estudos do Brasil

Existem medidas adotadas pelo Brasil para implementar a declaração de biodiversidade ?

Direito Ambiental

Humanas / Sociais


1 resposta(s)

User badge image

Especialistas PD

Há mais de um mês

Sim. A Lei nº 13.123/2015 – Novo Marco Regulatório do Uso da Biodiversidade – e o Decreto nº 8.772/2016 (que regulamentou a referida lei) são as principais medidas adotadas pelo Brasil para implementar a declaração de biodiversidade.

Sobre o tema, Fabiano Melo aduz:

“A Lei nº 13.123/2015 – Novo Marco Regulatório do Uso da Biodiversidade – revogou a Medida Provisória nº 2.186-16/2001 e instituiu um novo marco legal sobre o acesso ao patrimônio genético, sobre a proteção e o acesso ao conhecimento tradicional associado e sobre a repartição de benefícios para conservação e uso sustentável da biodiversidade. Regulamentou, ademais, o inciso II do § 1º e o § 4º do art. 225 da Constituição Federal, o art. 1º, a alínea j do art. 8º, a alínea c do art. 10, o art. 15 e os §§ 3º e 4º do art. 16 da Convenção Internacional sobre Diversidade Biológica.

O regulamento da Lei nº 13.123/2015 deu-se com a edição do Decreto nº 8.772/2016.

Para o Novo Marco Regulatório do Uso da Biodiversidade, o patrimônio genético do País é bem de uso comum do povo, aplicável, deveras, o regime do caput do art. 225 da Constituição.

A Lei nº 13.123/2015 não se aplica ao patrimônio genético humano que, por sua vez, é regulamentado pela Lei nº 11.105/2005.” (Direito Ambiental. 2ªed. e-book. pgs. 754)

Sim. A Lei nº 13.123/2015 – Novo Marco Regulatório do Uso da Biodiversidade – e o Decreto nº 8.772/2016 (que regulamentou a referida lei) são as principais medidas adotadas pelo Brasil para implementar a declaração de biodiversidade.

Sobre o tema, Fabiano Melo aduz:

“A Lei nº 13.123/2015 – Novo Marco Regulatório do Uso da Biodiversidade – revogou a Medida Provisória nº 2.186-16/2001 e instituiu um novo marco legal sobre o acesso ao patrimônio genético, sobre a proteção e o acesso ao conhecimento tradicional associado e sobre a repartição de benefícios para conservação e uso sustentável da biodiversidade. Regulamentou, ademais, o inciso II do § 1º e o § 4º do art. 225 da Constituição Federal, o art. 1º, a alínea j do art. 8º, a alínea c do art. 10, o art. 15 e os §§ 3º e 4º do art. 16 da Convenção Internacional sobre Diversidade Biológica.

O regulamento da Lei nº 13.123/2015 deu-se com a edição do Decreto nº 8.772/2016.

Para o Novo Marco Regulatório do Uso da Biodiversidade, o patrimônio genético do País é bem de uso comum do povo, aplicável, deveras, o regime do caput do art. 225 da Constituição.

A Lei nº 13.123/2015 não se aplica ao patrimônio genético humano que, por sua vez, é regulamentado pela Lei nº 11.105/2005.” (Direito Ambiental. 2ªed. e-book. pgs. 754)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes