A maior rede de estudos do Brasil

Qual o professor lhe da com as Políticas Públicas fixadas nas escolas?

PedagogiaUNIVESP

3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos sobre pedagogia para explicar o efeito das Políticas Públicas na atuação do professor nas escolas.


A profissão de professor vem sofrendo profundas transformações sob o efeito de uma série de fatores.

Um fator que se destaca bastante é a falta de uma interpretação bem definida das Políticas Públicas Econômicas que venha tranquilizar a atuação do professor. Além disso, tem-se a ausência de comprometimento das políticas educacionais.

Todos esses fatores fazem com que fique ainda mais difícil para o professor acompanhar as mudanças que chegam em grande volume e rapidez. Isso gera um sentimento de falta de preparo por parte desses profissionais. Isso tem dois motivos:

- Durante seu processo de formação inicial, o conhecimento estava abaixo das exigências expressas pelas atuais políticas educacionais

- O local de atuação, a forma como ainda entende o processo educacional também se apresenta em defasagem em relação as propostas educacionais atuais.


No entanto, o professor ainda possui uma grande bagagem profissional, oriunda do seu processo de formação e da sua atuação em sala de aula, formando assim a sua identidade pessoal e profissional. Porém, o que se observa é que essa identidade pessoal e profissional é praticamente ignorada pelas Políticas Públicas de intervenção, que lidam de forma objeta ou até mesmo abstrata com esses profissionais.

O professor se depara diariamente com novas ferramentas de trabalho, com classes enormes e heterogêneas de alunos, com as quais ele não sabe lidar. Supõe-se que grande gama de ferramentas de trabalho melhora o ensino e aprendizagem, porém nem sempre.

Mesmo tendo uma série de recursos ao seu dispor, alguns professores continuam a dar aulas sofridas, enquanto que outros com apenas quadro e giz conseguem avanços inimagináveis, levando-se em conta aí toda sua bagagem cultural, profissional e pessoal.


Resumindo, as Políticas Públicas tendem a dificultar a atuação profissional do professor, devido à falta de planejamento adequado na implantação dessas políticas.

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos sobre pedagogia para explicar o efeito das Políticas Públicas na atuação do professor nas escolas.


A profissão de professor vem sofrendo profundas transformações sob o efeito de uma série de fatores.

Um fator que se destaca bastante é a falta de uma interpretação bem definida das Políticas Públicas Econômicas que venha tranquilizar a atuação do professor. Além disso, tem-se a ausência de comprometimento das políticas educacionais.

Todos esses fatores fazem com que fique ainda mais difícil para o professor acompanhar as mudanças que chegam em grande volume e rapidez. Isso gera um sentimento de falta de preparo por parte desses profissionais. Isso tem dois motivos:

- Durante seu processo de formação inicial, o conhecimento estava abaixo das exigências expressas pelas atuais políticas educacionais

- O local de atuação, a forma como ainda entende o processo educacional também se apresenta em defasagem em relação as propostas educacionais atuais.


No entanto, o professor ainda possui uma grande bagagem profissional, oriunda do seu processo de formação e da sua atuação em sala de aula, formando assim a sua identidade pessoal e profissional. Porém, o que se observa é que essa identidade pessoal e profissional é praticamente ignorada pelas Políticas Públicas de intervenção, que lidam de forma objeta ou até mesmo abstrata com esses profissionais.

O professor se depara diariamente com novas ferramentas de trabalho, com classes enormes e heterogêneas de alunos, com as quais ele não sabe lidar. Supõe-se que grande gama de ferramentas de trabalho melhora o ensino e aprendizagem, porém nem sempre.

Mesmo tendo uma série de recursos ao seu dispor, alguns professores continuam a dar aulas sofridas, enquanto que outros com apenas quadro e giz conseguem avanços inimagináveis, levando-se em conta aí toda sua bagagem cultural, profissional e pessoal.


Resumindo, as Políticas Públicas tendem a dificultar a atuação profissional do professor, devido à falta de planejamento adequado na implantação dessas políticas.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos sobre pedagogia para explicar o efeito das Políticas Públicas na atuação do professor nas escolas.


A profissão de professor vem sofrendo profundas transformações sob o efeito de uma série de fatores.

Um fator que se destaca bastante é a falta de uma interpretação bem definida das Políticas Públicas Econômicas que venha tranquilizar a atuação do professor. Além disso, tem-se a ausência de comprometimento das políticas educacionais.

Todos esses fatores fazem com que fique ainda mais difícil para o professor acompanhar as mudanças que chegam em grande volume e rapidez. Isso gera um sentimento de falta de preparo por parte desses profissionais. Isso tem dois motivos:

- Durante seu processo de formação inicial, o conhecimento estava abaixo das exigências expressas pelas atuais políticas educacionais

- O local de atuação, a forma como ainda entende o processo educacional também se apresenta em defasagem em relação as propostas educacionais atuais.


No entanto, o professor ainda possui uma grande bagagem profissional, oriunda do seu processo de formação e da sua atuação em sala de aula, formando assim a sua identidade pessoal e profissional. Porém, o que se observa é que essa identidade pessoal e profissional é praticamente ignorada pelas Políticas Públicas de intervenção, que lidam de forma objeta ou até mesmo abstrata com esses profissionais.

O professor se depara diariamente com novas ferramentas de trabalho, com classes enormes e heterogêneas de alunos, com as quais ele não sabe lidar. Supõe-se que grande gama de ferramentas de trabalho melhora o ensino e aprendizagem, porém nem sempre.

Mesmo tendo uma série de recursos ao seu dispor, alguns professores continuam a dar aulas sofridas, enquanto que outros com apenas quadro e giz conseguem avanços inimagináveis, levando-se em conta aí toda sua bagagem cultural, profissional e pessoal.


Resumindo, as Políticas Públicas tendem a dificultar a atuação profissional do professor, devido à falta de planejamento adequado na implantação dessas políticas.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos sobre pedagogia para explicar o efeito das Políticas Públicas na atuação do professor nas escolas.


A profissão de professor vem sofrendo profundas transformações sob o efeito de uma série de fatores.

Um fator que se destaca bastante é a falta de uma interpretação bem definida das Políticas Públicas Econômicas que venha tranquilizar a atuação do professor. Além disso, tem-se a ausência de comprometimento das políticas educacionais.

Todos esses fatores fazem com que fique ainda mais difícil para o professor acompanhar as mudanças que chegam em grande volume e rapidez. Isso gera um sentimento de falta de preparo por parte desses profissionais. Isso tem dois motivos:

- Durante seu processo de formação inicial, o conhecimento estava abaixo das exigências expressas pelas atuais políticas educacionais

- O local de atuação, a forma como ainda entende o processo educacional também se apresenta em defasagem em relação as propostas educacionais atuais.


No entanto, o professor ainda possui uma grande bagagem profissional, oriunda do seu processo de formação e da sua atuação em sala de aula, formando assim a sua identidade pessoal e profissional. Porém, o que se observa é que essa identidade pessoal e profissional é praticamente ignorada pelas Políticas Públicas de intervenção, que lidam de forma objeta ou até mesmo abstrata com esses profissionais.

O professor se depara diariamente com novas ferramentas de trabalho, com classes enormes e heterogêneas de alunos, com as quais ele não sabe lidar. Supõe-se que grande gama de ferramentas de trabalho melhora o ensino e aprendizagem, porém nem sempre.

Mesmo tendo uma série de recursos ao seu dispor, alguns professores continuam a dar aulas sofridas, enquanto que outros com apenas quadro e giz conseguem avanços inimagináveis, levando-se em conta aí toda sua bagagem cultural, profissional e pessoal.


Resumindo, as Políticas Públicas tendem a dificultar a atuação profissional do professor, devido à falta de planejamento adequado na implantação dessas políticas.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas