A maior rede de estudos do Brasil

genetica

As abóboras com o alelo dominante C têm um fruto branco, enquanto as plantas homozigotas para o alelo recessivo c tem o fruto colorido. Quando o fruto é colorido, o alelo dominante G faz com que ele seja amarelo; na ausência deste alelo (isto é , com genótipo gg), a cor do fruto é verde. Quais são os fenótipos de F2 e as proporções esperadas do entrecruzamento da prole de plantas CCGG e ccgg? Suponha que os genes C e G segregam independentemente.

Genética IUNINASSAU TERESINA

4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Foram utilizados conceitos de genética mendeliana para responder essa questão.


Inicialmente, vamos definir alguns termos importantes:

Segregação independente:

Uma célula humana diploide normal possui 46 cromossomos, onde houve a fusão dos gametas haploides da mãe (ovócito) e do pai (espermatozoide). Os 23 pares de cromossomos são considerados homólogos, no sentido que cada par de cromossomos é responsável pelo genótipo de um determinado indivíduo, que pode ser exprimido no fenótipo. Pela lei de Mendel da segregação independente os alelos de dois (ou mais) genes diferentes são classificados em gametas independentemente uns dos outros. Em outras palavras, o alelo que um gameta recebe por um gene não influencia o alelo recebido por outro gene. Ou seja, no caso do exercício os genes G/g e C/c são herdados independentemente um do outro.

Homozigotos:

Os seres humanos possuem duas cópias de cada cromossomo, eles também têm duas cópias de cada gene e locus(localização) nesses cromossomos. Cada um desses genes codificadores de características é chamado de alelo. Se os alelos coincidirem, a pessoa é homozigota para essa característica. Se os alelos são diferentes, a pessoa é heterozigota para essa característica. No caso do exercício, quando a planta é homozigota cc ela tem o fruto colorido.

Dominante/recessivo:

Quando um gene é dominante (usualmente denotado com uma letra maiúscula), isso significa que aquele gene será responsável pelo fenótipo do indivíduo em questão. Quando um gene é recessivo, é preciso que ambos os alelos tenham a mesma configuração, para que essa característica se exprima no indivíduo. No caso do exercício, quando o gene é C (dominante) - ou seja, Cc ou CC - o fruto tem a cor branca, quando é recessivo c - ou seja, cc - tem o fruto colorido.


Agora vamos para o cruzamento:

A geração parental é CCGG e ccgg, em um cruzamento teremos:

w:tbl>CGCGcgCcGgCcGgcgCcGgCcGg

Ou seja: 100% de probabilidade de termos o genótipo CcGg na geração F1, onde todos os frutos são brancos, determinado pela presença do alelo dominante C.


Agora vamos para o cruzamento da geração F1 (CcGg):

w:tbl>CGCgcGcgCGCCGGCCGgCcGGCcGgCgCCGgCCggCcGgCcggcGCcGGCcGgccGGccGgcgCcGgCcggccGgccgg

Para os genótipos e fenótipos da geração F2, observemos a seguinte tabela:

w:tbl>GenótiposProporção genotípicaFenótiposProporção fenotípicaCCGG1/16Branco12/16CCGg2/16BrancoCCgg1/16BrancoCcGG2/16BrancoCcGg4/16BrancoCcgg2/16BrancoccGG1/16Colorido + Amarelo3/16ccGg2/16Colorido + Amareloccgg1/16Colorido + Verde1/16

Teremos, portanto, na geração F2:

  1. probabilidade de 3/4 (ou 75%) de termos frutos brancos, por conta da presença do alelo dominante C.

  2. probabilidade de 3/16 (ou 18,75%) do fruto colorido, por conta dos alelos homozigotos recessivos cc, e amarelo, por conta da presença do alelo G, dominante.

  3. probabilidade de 1/16 (ou 6,25%) do fruto colorido, por conta dos alelos homozigotos recessivos cc, e verde, por conta do genótipo gg.


Fonte:

Amabis, J.M.; Martho, G.R.; Biologia das Populações. 2a ed. São Paulo: Moderna.

2004.

Foram utilizados conceitos de genética mendeliana para responder essa questão.


Inicialmente, vamos definir alguns termos importantes:

Segregação independente:

Uma célula humana diploide normal possui 46 cromossomos, onde houve a fusão dos gametas haploides da mãe (ovócito) e do pai (espermatozoide). Os 23 pares de cromossomos são considerados homólogos, no sentido que cada par de cromossomos é responsável pelo genótipo de um determinado indivíduo, que pode ser exprimido no fenótipo. Pela lei de Mendel da segregação independente os alelos de dois (ou mais) genes diferentes são classificados em gametas independentemente uns dos outros. Em outras palavras, o alelo que um gameta recebe por um gene não influencia o alelo recebido por outro gene. Ou seja, no caso do exercício os genes G/g e C/c são herdados independentemente um do outro.

Homozigotos:

Os seres humanos possuem duas cópias de cada cromossomo, eles também têm duas cópias de cada gene e locus(localização) nesses cromossomos. Cada um desses genes codificadores de características é chamado de alelo. Se os alelos coincidirem, a pessoa é homozigota para essa característica. Se os alelos são diferentes, a pessoa é heterozigota para essa característica. No caso do exercício, quando a planta é homozigota cc ela tem o fruto colorido.

Dominante/recessivo:

Quando um gene é dominante (usualmente denotado com uma letra maiúscula), isso significa que aquele gene será responsável pelo fenótipo do indivíduo em questão. Quando um gene é recessivo, é preciso que ambos os alelos tenham a mesma configuração, para que essa característica se exprima no indivíduo. No caso do exercício, quando o gene é C (dominante) - ou seja, Cc ou CC - o fruto tem a cor branca, quando é recessivo c - ou seja, cc - tem o fruto colorido.


Agora vamos para o cruzamento:

A geração parental é CCGG e ccgg, em um cruzamento teremos:

w:tbl>CGCGcgCcGgCcGgcgCcGgCcGg

Ou seja: 100% de probabilidade de termos o genótipo CcGg na geração F1, onde todos os frutos são brancos, determinado pela presença do alelo dominante C.


Agora vamos para o cruzamento da geração F1 (CcGg):

w:tbl>CGCgcGcgCGCCGGCCGgCcGGCcGgCgCCGgCCggCcGgCcggcGCcGGCcGgccGGccGgcgCcGgCcggccGgccgg

Para os genótipos e fenótipos da geração F2, observemos a seguinte tabela:

w:tbl>GenótiposProporção genotípicaFenótiposProporção fenotípicaCCGG1/16Branco12/16CCGg2/16BrancoCCgg1/16BrancoCcGG2/16BrancoCcGg4/16BrancoCcgg2/16BrancoccGG1/16Colorido + Amarelo3/16ccGg2/16Colorido + Amareloccgg1/16Colorido + Verde1/16

Teremos, portanto, na geração F2:

  1. probabilidade de 3/4 (ou 75%) de termos frutos brancos, por conta da presença do alelo dominante C.

  2. probabilidade de 3/16 (ou 18,75%) do fruto colorido, por conta dos alelos homozigotos recessivos cc, e amarelo, por conta da presença do alelo G, dominante.

  3. probabilidade de 1/16 (ou 6,25%) do fruto colorido, por conta dos alelos homozigotos recessivos cc, e verde, por conta do genótipo gg.


Fonte:

Amabis, J.M.; Martho, G.R.; Biologia das Populações. 2a ed. São Paulo: Moderna.

2004.

User badge image

Gustavo

Há mais de um mês

CCGG x ccgg

Cc= 4/4      Gg=4/4

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Foram utilizados conceitos de genética mendeliana para responder essa questão.


Inicialmente, vamos definir alguns termos importantes:

Segregação independente

Uma célula humana diploide normal possui 46 cromossomos, onde houve a fusão dos gametas haploides da mãe (ovócito) e do pai (espermatozoide). Os 23 pares de cromossomos são considerados homólogos, no sentido que cada par de cromossomos é responsável pelo genótipo de um determinado indivíduo, que pode ser exprimido no fenótipo. Pela lei de Mendel da segregação independente os alelos de dois (ou mais) genes diferentes são classificados em gametas independentemente uns dos outros. Em outras palavras, o alelo que um gameta recebe por um gene não influencia o alelo recebido por outro gene. Ou seja, no caso do exercício os genes G/g e C/c são herdados independentemente um do outro.

Homozigotos:

Os seres humanos possuem duas cópias de cada cromossomo, eles também têm duas cópias de cada gene e locus(localização) nesses cromossomos. Cada um desses genes codificadores de características é chamado de alelo. Se os alelos coincidirem, a pessoa é homozigota para essa característica. Se os alelos são diferentes, a pessoa é heterozigota para essa característica. No caso do exercício, quando a planta é homozigota cc ela tem o fruto colorido.

Dominante/recessivo:

Quando um gene é dominante (usualmente denotado com uma letra maiúscula), isso significa que aquele gene será responsável pelo fenótipo do indivíduo em questão. Quando um gene é recessivo, é preciso que ambos os alelos tenham a mesma configuração, para que essa característica se exprima no indivíduo. No caso do exercício, quando o gene é C (dominante) - ou seja, Cc ou CC - o fruto tem a cor branca, quando é recessivo c - ou seja, cc - tem o fruto colorido.


Agora vamos para o cruzamento:

A geração parental é CCGG e ccgg, em um cruzamento teremos:

  CG CG
cg CcGg CcGg
cg CcGg CcGg

 

Ou seja: 100% de probabilidade de termos o genótipo CcGg na geração F1, onde todos os frutos são brancos, determinado pela presença do alelo dominante C.


Agora vamos para o cruzamento da geração F1 (CcGg):

  CG Cg cG cg
CG CCGG CCGg CcGG CcGg
Cg CCGg CCgg CcGg Ccgg
cG CcGG CcGg ccGG ccGg
cg CcGg Ccgg ccGg ccgg

 

Para os genótipos e fenótipos da geração F2, observemos a seguinte tabela:

Genótipos Proporção genotípica Fenótipos Proporção fenotípica
CCGG 1/16 Branco 12/16
CCGg 2/16 Branco  
CCgg 1/16 Branco  
CcGG 2/16 Branco  
CcGg 4/16 Branco  
Ccgg 2/16 Branco  
ccGG 1/16 Colorido + Amarelo 3/16
ccGg 2/16 Colorido + Amarelo  
ccgg 1/16 Colorido + Verde 1/16

 

Teremos, portanto, na geração F2:

  1. probabilidade de 3/4 (ou 75%) de termos frutos brancos, por conta da presença do alelo dominante C. 
  2. probabilidade de 3/16 (ou 18,75%) do fruto colorido, por conta dos alelos homozigotos recessivos cc, e amarelo, por conta da presença do alelo G, dominante.
  3. probabilidade de 1/16 (ou 6,25%) do fruto colorido, por conta dos alelos homozigotos recessivos cc, e verde, por conta do genótipo gg.

Fonte:

Amabis, J.M.; Martho, G.R.; Biologia das Populações. 2a ed. São Paulo: Moderna.

2004.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Foram utilizados conceitos de genética mendeliana para responder essa questão.


Inicialmente, vamos definir alguns termos importantes:

Segregação independente:

Uma célula humana diploide normal possui 46 cromossomos, onde houve a fusão dos gametas haploides da mãe (ovócito) e do pai (espermatozoide). Os 23 pares de cromossomos são considerados homólogos, no sentido que cada par de cromossomos é responsável pelo genótipo de um determinado indivíduo, que pode ser exprimido no fenótipo. Pela lei de Mendel da segregação independente os alelos de dois (ou mais) genes diferentes são classificados em gametas independentemente uns dos outros. Em outras palavras, o alelo que um gameta recebe por um gene não influencia o alelo recebido por outro gene. Ou seja, no caso do exercício os genes G/g e C/c são herdados independentemente um do outro.

Homozigotos:

Os seres humanos possuem duas cópias de cada cromossomo, eles também têm duas cópias de cada gene e locus(localização) nesses cromossomos. Cada um desses genes codificadores de características é chamado de alelo. Se os alelos coincidirem, a pessoa é homozigota para essa característica. Se os alelos são diferentes, a pessoa é heterozigota para essa característica. No caso do exercício, quando a planta é homozigota cc ela tem o fruto colorido.

Dominante/recessivo:

Quando um gene é dominante (usualmente denotado com uma letra maiúscula), isso significa que aquele gene será responsável pelo fenótipo do indivíduo em questão. Quando um gene é recessivo, é preciso que ambos os alelos tenham a mesma configuração, para que essa característica se exprima no indivíduo. No caso do exercício, quando o gene é C (dominante) - ou seja, Cc ou CC - o fruto tem a cor branca, quando é recessivo c - ou seja, cc - tem o fruto colorido.


Agora vamos para o cruzamento:

A geração parental é CCGG e ccgg, em um cruzamento teremos:

w:tbl>CGCGcgCcGgCcGgcgCcGgCcGg

Ou seja: 100% de probabilidade de termos o genótipo CcGg na geração F1, onde todos os frutos são brancos, determinado pela presença do alelo dominante C.


Agora vamos para o cruzamento da geração F1 (CcGg):

w:tbl>CGCgcGcgCGCCGGCCGgCcGGCcGgCgCCGgCCggCcGgCcggcGCcGGCcGgccGGccGgcgCcGgCcggccGgccgg

Para os genótipos e fenótipos da geração F2, observemos a seguinte tabela:

w:tbl>GenótiposProporção genotípicaFenótiposProporção fenotípicaCCGG1/16Branco12/16CCGg2/16BrancoCCgg1/16BrancoCcGG2/16BrancoCcGg4/16BrancoCcgg2/16BrancoccGG1/16Colorido + Amarelo3/16ccGg2/16Colorido + Amareloccgg1/16Colorido + Verde1/16

Teremos, portanto, na geração F2:

  1. probabilidade de 3/4 (ou 75%) de termos frutos brancos, por conta da presença do alelo dominante C.

  2. probabilidade de 3/16 (ou 18,75%) do fruto colorido, por conta dos alelos homozigotos recessivos cc, e amarelo, por conta da presença do alelo G, dominante.

  3. probabilidade de 1/16 (ou 6,25%) do fruto colorido, por conta dos alelos homozigotos recessivos cc, e verde, por conta do genótipo gg.


Fonte:

Amabis, J.M.; Martho, G.R.; Biologia das Populações. 2a ed. São Paulo: Moderna.

2004.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas