A maior rede de estudos do Brasil

Assinale qual das estruturas citadas a seguir é um dos componentes do aparelho vestibular responsável pelo equilíbrio?

BiofísicaUNAMA

1 resposta(s)

User badge image

Unicesumarbiomed

Há mais de um mês

O órgão responsável pelo equilíbrio do nosso corpo é a nossa orelha, também chamada de ouvido.

No interior de nossa orelha, mais precisamente em nossa orelha interna, há o aparelho vestibular, também conhecido como labirinto, que é formado pelo utrículo, pelo sáculo e pelos canais semicirculares. O utrículo e o sáculo se localizam sobre a cóclea, e são bolsas repletas de substância gelatinosa, cujas paredes são constituídas por células sensoriais sobre as quais encontramos os otólitos, pequenos grãos de carbonato de cálcio.

Quando movimentamos nosso corpo, a força da gravidade atrai os otólitos que se encostam nas células sensoriais, gerando impulsos nervosos que são enviados ao cérebro, permitindo determinar qual a real posição da cabeça em relação à força gravitacional. Dessa forma podemos perceber em que posição estamos.

Os canais semicirculares são constituídos por três regiões dilatadas que se localizam acima do utrículo. Nessas dilatações chamadas de ampolas há células sensoriais ciliadas cobertas por um líquido gelatinoso. Ao movimentarmos nossa cabeça, o líquido no interior dos canais semicirculares faz pressão sobre as células sensoriais ciliadas, que serão estimuladas e gerarão estímulos que serão enviados ao cérebro.

O órgão responsável pelo equilíbrio do nosso corpo é a nossa orelha, também chamada de ouvido.

No interior de nossa orelha, mais precisamente em nossa orelha interna, há o aparelho vestibular, também conhecido como labirinto, que é formado pelo utrículo, pelo sáculo e pelos canais semicirculares. O utrículo e o sáculo se localizam sobre a cóclea, e são bolsas repletas de substância gelatinosa, cujas paredes são constituídas por células sensoriais sobre as quais encontramos os otólitos, pequenos grãos de carbonato de cálcio.

Quando movimentamos nosso corpo, a força da gravidade atrai os otólitos que se encostam nas células sensoriais, gerando impulsos nervosos que são enviados ao cérebro, permitindo determinar qual a real posição da cabeça em relação à força gravitacional. Dessa forma podemos perceber em que posição estamos.

Os canais semicirculares são constituídos por três regiões dilatadas que se localizam acima do utrículo. Nessas dilatações chamadas de ampolas há células sensoriais ciliadas cobertas por um líquido gelatinoso. Ao movimentarmos nossa cabeça, o líquido no interior dos canais semicirculares faz pressão sobre as células sensoriais ciliadas, que serão estimuladas e gerarão estímulos que serão enviados ao cérebro.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes