A maior rede de estudos do Brasil

iniciativas do mundo


1 resposta(s)

User badge image

jessica

Há mais de um mês

1 – FINLÂNDIA E A PRODUÇÃO DE ENERGIA LIMPA

(c) Shutterstock 2017/2018 – imagem mantida meramente a fim de histórico

Se o assunto é atitude renovável, a Finlândia está sempre figurando no topo das pesquisas sobre o meio ambiente. Não à toa conquistou o primeiro lugar no Environmental Performance Index (EPI), um ranking produzido por especialistas das universidades americanas de Yale e Columbia, dos Estados Unidos, sobre os países mais sustentáveis do mundo. E como eles conseguem essa reputação admirável? A combinação lixo zero + energia limpa é o seu carro chefe. Para o país nórdico, a melhor saída para combater o lixo no dia dia é transformar os dejetos em energia. A gente sabe que as políticas de energia limpa não são de nossa responsabilidade, mas a gente pode aproveitar alguns projetos para melhorar a nossa qualidade de vida. Que tal pesquisar sobre como colocar energia solar na sua casa e diminuir o consumo elétrico?

2 – RECICLAGEM É REGRA DE OURO NA SUÉCIA

(c) Shutterstock 2017/2018 – imagem mantida meramente a fim de histórico

Você sabia que na Suécia, localizada no norte do continente europeu, apenas 1% do lixo produzido pela população vai para os lixões? Parece utopia, né? Mas a gente jura que é verdade! O resto é todo voltado para a reciclagem ou produção de energia limpa. Para alcançar esse projeto, a Suécia investiu em leis de coleta seletiva, principalmente para as empresas. O governo obriga as mesmas a recolher os resíduos dos seus produtos. Mesmo que você não seja dono de uma grande empresa, investir em uma coleta seletiva no seu condomínio ou no bairro para usar o lixo para outros fins pode ser o primeiro passo para um caminho mais sustentável ????

3 – DESPERDÍCIO DE ALIMENTO? NA DINAMARCA, NUNCA!

(c) Shutterstock 2017/2018 – imagem mantida meramente a fim de histórico

A Dinamarca é figurinha carimbada quando o assunto é qualidade de vida e, claro, não poderia estar fora da bagagem de atitudes em prol do meio ambiente. O país luta com muita garra contra o desperdício de alimentos, viu? Eles apostam em iniciativas como o incentivo de governo a projetos que defendam a mesma causa, o acompanhamento de supermercados para que eles façam as próprias campanhas de reaproveitamento. Existem até aplicativos que mostram aos usuários estabelecimentos que vão fechar, para que os interessados consigam ir até lá pegar as sobras. Uma boa ideia para o dia a dia é começar a visitar os mercadinhos, feiras e outras vendas perto da sua casa para ver qual é o destino reservado para os alimentos que sobram ou que são considerados impróprios para o consumo. Quem sabe você não acha uma iniciativa bem bacana para eles?

4 – NADA DE PLÁSTICO EM HAMBURGO

(c) Shutterstock 2017/2018 – imagem mantida meramente a fim de histórico

Você, provavelmente, já deve ter ouvido falar de Hamburgo e de como eles exercitam a prática de caminhar a pé – isso mesmo, colocar os pézinhos para funcionar ao invés dos carros. Além dessa iniciativa, que ajuda na diminuição da emissão de gases para a atmosfera – e na nossa saúde! -, a cidade alemã também passou a banir cápsulas de café em prédios do governo e outras instituições públicas. Isso porque esses produtinhos pequenos e que parecem ser inofensivos são bem difíceis de reciclar. E é apenas um produto de vários outros, como garrafas e talheres de plásticos, que fazem parte da iniciativa governamental para reduzir a quantidade de lixos lançados no meio ambiente. No nosso dia a dia mesmo a gente pode começar a adotar medidas como essa, como a substituição dos canudos comuns por um de aço reutilizável, o uso de ecobags ao invés de sacolas plásticas e sempre ter em mãos uma garrafinha para não precisar pegar copos e garrafas que não são biodegradáveis. Pouco a pouco a gente muda o mundo!

1 – FINLÂNDIA E A PRODUÇÃO DE ENERGIA LIMPA

(c) Shutterstock 2017/2018 – imagem mantida meramente a fim de histórico

Se o assunto é atitude renovável, a Finlândia está sempre figurando no topo das pesquisas sobre o meio ambiente. Não à toa conquistou o primeiro lugar no Environmental Performance Index (EPI), um ranking produzido por especialistas das universidades americanas de Yale e Columbia, dos Estados Unidos, sobre os países mais sustentáveis do mundo. E como eles conseguem essa reputação admirável? A combinação lixo zero + energia limpa é o seu carro chefe. Para o país nórdico, a melhor saída para combater o lixo no dia dia é transformar os dejetos em energia. A gente sabe que as políticas de energia limpa não são de nossa responsabilidade, mas a gente pode aproveitar alguns projetos para melhorar a nossa qualidade de vida. Que tal pesquisar sobre como colocar energia solar na sua casa e diminuir o consumo elétrico?

2 – RECICLAGEM É REGRA DE OURO NA SUÉCIA

(c) Shutterstock 2017/2018 – imagem mantida meramente a fim de histórico

Você sabia que na Suécia, localizada no norte do continente europeu, apenas 1% do lixo produzido pela população vai para os lixões? Parece utopia, né? Mas a gente jura que é verdade! O resto é todo voltado para a reciclagem ou produção de energia limpa. Para alcançar esse projeto, a Suécia investiu em leis de coleta seletiva, principalmente para as empresas. O governo obriga as mesmas a recolher os resíduos dos seus produtos. Mesmo que você não seja dono de uma grande empresa, investir em uma coleta seletiva no seu condomínio ou no bairro para usar o lixo para outros fins pode ser o primeiro passo para um caminho mais sustentável ????

3 – DESPERDÍCIO DE ALIMENTO? NA DINAMARCA, NUNCA!

(c) Shutterstock 2017/2018 – imagem mantida meramente a fim de histórico

A Dinamarca é figurinha carimbada quando o assunto é qualidade de vida e, claro, não poderia estar fora da bagagem de atitudes em prol do meio ambiente. O país luta com muita garra contra o desperdício de alimentos, viu? Eles apostam em iniciativas como o incentivo de governo a projetos que defendam a mesma causa, o acompanhamento de supermercados para que eles façam as próprias campanhas de reaproveitamento. Existem até aplicativos que mostram aos usuários estabelecimentos que vão fechar, para que os interessados consigam ir até lá pegar as sobras. Uma boa ideia para o dia a dia é começar a visitar os mercadinhos, feiras e outras vendas perto da sua casa para ver qual é o destino reservado para os alimentos que sobram ou que são considerados impróprios para o consumo. Quem sabe você não acha uma iniciativa bem bacana para eles?

4 – NADA DE PLÁSTICO EM HAMBURGO

(c) Shutterstock 2017/2018 – imagem mantida meramente a fim de histórico

Você, provavelmente, já deve ter ouvido falar de Hamburgo e de como eles exercitam a prática de caminhar a pé – isso mesmo, colocar os pézinhos para funcionar ao invés dos carros. Além dessa iniciativa, que ajuda na diminuição da emissão de gases para a atmosfera – e na nossa saúde! -, a cidade alemã também passou a banir cápsulas de café em prédios do governo e outras instituições públicas. Isso porque esses produtinhos pequenos e que parecem ser inofensivos são bem difíceis de reciclar. E é apenas um produto de vários outros, como garrafas e talheres de plásticos, que fazem parte da iniciativa governamental para reduzir a quantidade de lixos lançados no meio ambiente. No nosso dia a dia mesmo a gente pode começar a adotar medidas como essa, como a substituição dos canudos comuns por um de aço reutilizável, o uso de ecobags ao invés de sacolas plásticas e sempre ter em mãos uma garrafinha para não precisar pegar copos e garrafas que não são biodegradáveis. Pouco a pouco a gente muda o mundo!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes