A maior rede de estudos do Brasil

Historia do Direito


7 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

Gabarito: A e C.

Em linhas gerais, o sistema da Common Law, de influência anglo-americana, baseia-se, fundamentalmente, em precedentes jurisprudenciais (casos concretos). As decisões judiciais são, então, fontes imediatas do direito, gerando efeitos vinculantes. A norma de direito é extraída a partir de uma decisão concreta, sendo aplicada por meio de um processo indutivo, aos casos idênticos no futuro. Não quer dizer, contudo, que haja ausência de lei nesses países, muito pelo contrário. Todavia, a regra dos precedentes é bastante forte nos países que adotam a Common Law, como nos Estados Unidos e na Inglaterra.

Já o sistema denominado Romano-Germânico, ou Civil Law, é predominante na Europa Ocidental e foi influenciada pelo direito romano e germânico. A escola da Civil Law prioriza a lei como fonte imediata do direito. Há um predominio claro do direito positivado e legislado em desvantagem das demais fontes do direito. A norma jurídica constitui-se em um comando abstrato e geral procurando abranger, em uma moldura, uma diversidade de casos futuros.

O Brasil adotou o sistema chamado de Romano-Germânico, ou Civil Law, por influência de seu colonizador, que por sua vez fora influenciado pelo povo romano e suas tradições.

Como a própria nomenclatura diz, tal sistema é baseado no Direito Romano, em especial no Corpus Juris Civilis. O sistema romano-germânico ganhou força no século XII, quando começou a haver maior liberdade na busca pelo conhecimento, em um momento pré-renascimento, e as universidades européias puderam retornar a estudar os moldes do Direito da sociedade Romana.

Gabarito: A e C.

Em linhas gerais, o sistema da Common Law, de influência anglo-americana, baseia-se, fundamentalmente, em precedentes jurisprudenciais (casos concretos). As decisões judiciais são, então, fontes imediatas do direito, gerando efeitos vinculantes. A norma de direito é extraída a partir de uma decisão concreta, sendo aplicada por meio de um processo indutivo, aos casos idênticos no futuro. Não quer dizer, contudo, que haja ausência de lei nesses países, muito pelo contrário. Todavia, a regra dos precedentes é bastante forte nos países que adotam a Common Law, como nos Estados Unidos e na Inglaterra.

Já o sistema denominado Romano-Germânico, ou Civil Law, é predominante na Europa Ocidental e foi influenciada pelo direito romano e germânico. A escola da Civil Law prioriza a lei como fonte imediata do direito. Há um predominio claro do direito positivado e legislado em desvantagem das demais fontes do direito. A norma jurídica constitui-se em um comando abstrato e geral procurando abranger, em uma moldura, uma diversidade de casos futuros.

O Brasil adotou o sistema chamado de Romano-Germânico, ou Civil Law, por influência de seu colonizador, que por sua vez fora influenciado pelo povo romano e suas tradições.

Como a própria nomenclatura diz, tal sistema é baseado no Direito Romano, em especial no Corpus Juris Civilis. O sistema romano-germânico ganhou força no século XII, quando começou a haver maior liberdade na busca pelo conhecimento, em um momento pré-renascimento, e as universidades européias puderam retornar a estudar os moldes do Direito da sociedade Romana.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas