A maior rede de estudos do Brasil

qual a diferença do cognitivo pro afetivo?


16 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder a pergunta em questão, faz-se necessário que mantenhamos em mente conhecimentos relativos à área da Psicologia.

A diferença sumular entre a atuação pautada no cognitivo e a atuação sustentada pelo lado psicológico da afetividade é basicamente a dicotomia entre razão e sentimentalidade. Enquanto na atuação cognitiva tem-se medidas tomadas a partir da razão, em termos de uso extensivo dos sentidos, observação e cálculo preciso, nosso lado afetivo, por sua vez, opera com base nos nossos sentimentos, na emoção do momento, o que afeta nossas atitudes imediatas e até posteriores, com a supressão da razão em virtude do domínio da emoção.

Assim, verifica-se a diferença entre o cognitivo e o afetivo - razão e operação sensorial x emotivo.

Para responder a pergunta em questão, faz-se necessário que mantenhamos em mente conhecimentos relativos à área da Psicologia.

A diferença sumular entre a atuação pautada no cognitivo e a atuação sustentada pelo lado psicológico da afetividade é basicamente a dicotomia entre razão e sentimentalidade. Enquanto na atuação cognitiva tem-se medidas tomadas a partir da razão, em termos de uso extensivo dos sentidos, observação e cálculo preciso, nosso lado afetivo, por sua vez, opera com base nos nossos sentimentos, na emoção do momento, o que afeta nossas atitudes imediatas e até posteriores, com a supressão da razão em virtude do domínio da emoção.

Assim, verifica-se a diferença entre o cognitivo e o afetivo - razão e operação sensorial x emotivo.

User badge image

Edigar

Há mais de um mês

Dizemos que toda experiência com uma determinada marca, pessoas e etc, são memórias cognitivas. Por exemplo: Acredito que alguma marca chama mais a sua atenção, certo? Ou então, alguma marca , pessoa , ou qualquer outro objeto te traz ogeriza. Isso é memória cognitiva. Tentando ser mais claro , quando a gente gosta ou odeia alguma coisa é por que no passado tivemos alguma experiência negativa com essa coisa. Será que fui claro? Com relação ao fator afetivo, acredito que é quando usamos alguma imagem, música que toca em nossos sentimentos. Vc já deve ter visto propaganda de margarina. Na maioria dessas propagandas aparecem uma família reunida na mesa, num fim de semana ensolarado, bem tranqüilo e feliz. A mensagem quer nos passar felicidade , afetividade. Não seria possível mostrar alegria com o pai brigando com a mulher, os filhos chorando numa manhã chuvosa e todos se preparando para trabalhar..... 
Sugiro ler um livro muito bom que fala sobre esses assuntos chamado Vamos as compras..

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas