A maior rede de estudos do Brasil

como é feita a regulação metabólica, quando o paciente está em jejum ?


7 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa questão vamos abordar os conceitos de glicogênio, glicogênese e gliconeogênese.Quando passamos por um momento de jejum, a glicose começa a ficar escassa devido o nível glicêmico abaixar. Como a glicose é um nutriente essencial para a respiração celular, o organismo possui algumas reservas de glicose chamadas de glicogênio, que é um polímero de moléculas de glicose. O glicogênio é sintetizado quando há excesso de glicose no sangue e é estocado no fígado e nos músculos. A esse processo damos o nome de glicogênese.Assim, em momentos de jejum, o metabolismo recorre ao glicogênio que por meio da gliconeogênese (processo inverso da glicogênese) converte o glicogênio em moléculas de glicose.Portanto, quando o paciente está em jejum, o metabolismo se autorregula para manter as atividades vitais a partir da glicose estocada sob a forma de glicogênio.
Para responder essa questão vamos abordar os conceitos de glicogênio, glicogênese e gliconeogênese.Quando passamos por um momento de jejum, a glicose começa a ficar escassa devido o nível glicêmico abaixar. Como a glicose é um nutriente essencial para a respiração celular, o organismo possui algumas reservas de glicose chamadas de glicogênio, que é um polímero de moléculas de glicose. O glicogênio é sintetizado quando há excesso de glicose no sangue e é estocado no fígado e nos músculos. A esse processo damos o nome de glicogênese.Assim, em momentos de jejum, o metabolismo recorre ao glicogênio que por meio da gliconeogênese (processo inverso da glicogênese) converte o glicogênio em moléculas de glicose.Portanto, quando o paciente está em jejum, o metabolismo se autorregula para manter as atividades vitais a partir da glicose estocada sob a forma de glicogênio.
User badge image

Felipe

Há mais de um mês

Se vc estiver se referindo ao jejum prolongado,então o seu metabolismo estará ativado para a manutenção da concentração de ATP no organismo sem a ingestão de glicose da alimentação.

O hormônio orquestrante nessa situação é o glucagon,hiperglicemiante e com características moduladoras de catabolismo,ou seja,vai promover a quebra de compostos do organismo para produção de energia.

As vias principais serão a Glicogenólise hepática,onde o glicogênio do fígado será quebrado em glicose novamente e enviado para a corrente sanguínea. A Glicogênese,onde novas moléculas de glicose serão sintetizadas à partir de aminoácidos glicogênicos como a alanina e a glicina, e em casos de jejum muito prolongado,você terá Lipólise para liberação de ácidos graxos e consequente beta-oxidação para formar energia a partir da quebra desses ácidos e liberação de corpos cetônicos,e ainda assim ocorre também a Cetogênese,onde novos corpos cetônicos são sintetizados a partir de outros aminoácidos denominados cetogênicos como a leucina e a lisina.

Tudo isso visa manter a concentração de ATP no organismo constante para que o cérebro principalmente continue trabalhando,caso contrário as funções vitais perecem.

User badge image

Felipe

Há mais de um mês

ops,gliconeogênese e aminoácidos gliconeogênicos*

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas