A maior rede de estudos do Brasil

como regredir pena de condenado preso?

Direito Penal IUNIVERSO

2 resposta(s)

User badge image

Estudante

Há mais de um mês

A regressão do regime acontece de acordo com o artigo 118 da lei 7.210 de 1984 que trata da execução penal:

Art. 118. A execução da pena privativa de liberdade ficará sujeita à forma regressiva, com a transferência para qualquer dos regimes mais rigorosos, quando o condenado:

I - praticar fato definido como crime doloso ou falta grave;

II - sofrer condenação, por crime anterior, cuja pena, somada ao restante da pena em execução, torne incabível o regime (artigo 111).

Quanto ao inciso I segundo a jurisprudência não é preciso que o agente seja condenado por crime doloso para ter a regressão e sim com apenas a prática do fato já é possível a regressão, mas se o agente for absolvido, em regra, o condenado voltará a cumprir a pena no regime anterior.

Para a falta grave é preciso que abra um processo administrativo sendo assegurado ampla defesa e contraditório para o condenado. 

A regressão do regime acontece de acordo com o artigo 118 da lei 7.210 de 1984 que trata da execução penal:

Art. 118. A execução da pena privativa de liberdade ficará sujeita à forma regressiva, com a transferência para qualquer dos regimes mais rigorosos, quando o condenado:

I - praticar fato definido como crime doloso ou falta grave;

II - sofrer condenação, por crime anterior, cuja pena, somada ao restante da pena em execução, torne incabível o regime (artigo 111).

Quanto ao inciso I segundo a jurisprudência não é preciso que o agente seja condenado por crime doloso para ter a regressão e sim com apenas a prática do fato já é possível a regressão, mas se o agente for absolvido, em regra, o condenado voltará a cumprir a pena no regime anterior.

Para a falta grave é preciso que abra um processo administrativo sendo assegurado ampla defesa e contraditório para o condenado. 

User badge image

Marco Antonio

Há mais de um mês

Se se refere apenas a questão da execução, se dá através da remição da pena por meio do trabalho, estudo e dependendo se há regulamentação local, através de oficinas de leitura, nesses casos, a cada 03 (três) dias trabalhados ou estudados, tira-se um dia do final da pena. Agora, se a questão é processual, após condenação transitada em julgado, há a possíbilidade de recurso de revisão de pena, a qualquer tempo, se houver fato novo ou erro material não apreciado durante a instrução penal da condenação.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes