A maior rede de estudos do Brasil

como crescer a profissão Terapia Ocupacional?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Tendo em vista o âmbito das atividades de um profissional da Terapia Ocupacional, que constitui em atividades, trabalhos e lazer para pessoas com algum tipo de deficiência ou problema emocional e/ou social e a quem o terapeuta ocupacional pode ajudar, seu trabalho fica limitado às escolas, hospitais, casas de repouso, centros de reabilitação, entre outros. A função deste profissional é ajudar a integralizar pessoas que não estão ou não se sentem dentro da chamada normalidade, recuperando sua confiança para viver bem sociedade.


Entretanto, sabe-se que indivíduos que precisam ser ajudados por um terapeuta ocupacional, justamente por possuírem algum tipo de problema, seja ele social ou emocional ou mental, acabam sendo colocados à margem da nossa sociedade, sendo deixados de lado como sendo incapazes de viver uma vida com qualidade, possuindo autonomia, liberdade e independência.


Portanto, o preconceito em relação às pessoas que precisam de ajuda de um terapeuta ocupacional é o que mais limita esta profissão, já que as instituições que trabalham com estas pessoas e até mesmo muitos parentes daqueles que poderiam ser ajudados acabam colocando-os num patamar inferior, como se não fossem dignos ajuda. A profissão pode crescer com mais informações a respeito das dificuldades encontradas por muitas pessoas que as fazem ter dificuldades de interagir socialmente, assim, por meio destas informações, poderia se disseminado a ideia de que não há nada de errado nestas dificuldades e que estas poderiam ser superadas ou minimizadas pela ajuda de um profissional qualificado.

Tendo em vista o âmbito das atividades de um profissional da Terapia Ocupacional, que constitui em atividades, trabalhos e lazer para pessoas com algum tipo de deficiência ou problema emocional e/ou social e a quem o terapeuta ocupacional pode ajudar, seu trabalho fica limitado às escolas, hospitais, casas de repouso, centros de reabilitação, entre outros. A função deste profissional é ajudar a integralizar pessoas que não estão ou não se sentem dentro da chamada normalidade, recuperando sua confiança para viver bem sociedade.


Entretanto, sabe-se que indivíduos que precisam ser ajudados por um terapeuta ocupacional, justamente por possuírem algum tipo de problema, seja ele social ou emocional ou mental, acabam sendo colocados à margem da nossa sociedade, sendo deixados de lado como sendo incapazes de viver uma vida com qualidade, possuindo autonomia, liberdade e independência.


Portanto, o preconceito em relação às pessoas que precisam de ajuda de um terapeuta ocupacional é o que mais limita esta profissão, já que as instituições que trabalham com estas pessoas e até mesmo muitos parentes daqueles que poderiam ser ajudados acabam colocando-os num patamar inferior, como se não fossem dignos ajuda. A profissão pode crescer com mais informações a respeito das dificuldades encontradas por muitas pessoas que as fazem ter dificuldades de interagir socialmente, assim, por meio destas informações, poderia se disseminado a ideia de que não há nada de errado nestas dificuldades e que estas poderiam ser superadas ou minimizadas pela ajuda de um profissional qualificado.

User badge image

Carol Machado

Há mais de um mês

Se sua dúvida é como a Terapia Ocupacional ser mais conhecida, isso vai ser feito com divulgação da profissão (Trabalhos científicos, projetos de extensão, participação em congressos) e com mais profissionais se formando, logo atuando na área. É uma profissão ainda pouco estabelecida no Brasil, então ainda há muito trabalho a ser feito. 

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Tendo em vista o âmbito das atividades de um profissional da Terapia Ocupacional, que constitui em atividades, trabalhos e lazer para pessoas com algum tipo de deficiência ou problema emocional e/ou social e a quem o terapeuta ocupacional pode ajudar, seu trabalho fica limitado às escolas, hospitais, casas de repouso, centros de reabilitação, entre outros. A função deste profissional é ajudar a integralizar pessoas que não estão ou não se sentem dentro da chamada normalidade, recuperando sua confiança para viver bem sociedade.


Entretanto, sabe-se que indivíduos que precisam ser ajudados por um terapeuta ocupacional, justamente por possuírem algum tipo de problema, seja ele social ou emocional ou mental, acabam sendo colocados à margem da nossa sociedade, sendo deixados de lado como sendo incapazes de viver uma vida com qualidade, possuindo autonomia, liberdade e independência.


Portanto, o preconceito em relação às pessoas que precisam de ajuda de um terapeuta ocupacional é o que mais limita esta profissão, já que as instituições que trabalham com estas pessoas e até mesmo muitos parentes daqueles que poderiam ser ajudados acabam colocando-os num patamar inferior, como se não fossem dignos ajuda. A profissão pode crescer com mais informações a respeito das dificuldades encontradas por muitas pessoas que as fazem ter dificuldades de interagir socialmente, assim, por meio destas informações, poderia se disseminado a ideia de que não há nada de errado nestas dificuldades e que estas poderiam ser superadas ou minimizadas pela ajuda de um profissional qualificado.

User badge image

Bruna Canduzin Carvalho

Há mais de um mês

Tendo em vista o âmbito das atividades de um profissional da Terapia Ocupacional, que constitui em atividades, trabalhos e lazer para pessoas com algum tipo de deficiência ou problema emocional e/ou social e a quem o terapeuta ocupacional pode ajudar, seu trabalho fica limitado às escolas, hospitais, casas de repouso, centros de reabilitação, entre outros. A função deste profissional é ajudar a integralizar pessoas que não estão ou não se sentem dentro da chamada normalidade, recuperando sua confiança para viver bem sociedade.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas