A maior rede de estudos do Brasil

Qual a principal fonte de ATP para a contração muscular quando há deficiência na produção de insulina?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A insulina é um hormônio que atua na metabolização da glicose mais especificamente, no processo de entrada da glicose na célula. Logo, quando há deficiência na produção desse hormônio, falta glicose na célula para realizar a respiração celular.


Estando carente de glicose, as células musculares recorrem ao glicogênio muscular que é uma reserva de glicose do tecido muscular. Deste modo, a célula consegue sintetizar ATP para a contração muscular.


Portanto, quando há deficiência na produção de insulina, as células musculares recorrem ao glicogênio muscular para conseguir energia na forma de ATP.

A insulina é um hormônio que atua na metabolização da glicose mais especificamente, no processo de entrada da glicose na célula. Logo, quando há deficiência na produção desse hormônio, falta glicose na célula para realizar a respiração celular.


Estando carente de glicose, as células musculares recorrem ao glicogênio muscular que é uma reserva de glicose do tecido muscular. Deste modo, a célula consegue sintetizar ATP para a contração muscular.


Portanto, quando há deficiência na produção de insulina, as células musculares recorrem ao glicogênio muscular para conseguir energia na forma de ATP.

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A insulina é um hormônio que atua na metabolização da glicose mais especificamente, no processo de entrada da glicose na célula. Logo, quando há deficiência na produção desse hormônio, falta glicose na célula para realizar a respiração celular.


Estando carente de glicose, as células musculares recorrem ao glicogênio muscular que é uma reserva de glicose do tecido muscular. Deste modo, a célula consegue sintetizar ATP para a contração muscular.


Portanto, quando há deficiência na produção de insulina, as células musculares recorrem ao glicogênio muscular para conseguir energia na forma de ATP.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas