A maior rede de estudos do Brasil

exame físico do recém-nascido a termo, o deve ser feito?

Neonatal 


1 resposta(s)

User badge image

Henrique

Há mais de um mês

Inicia pela inspeção de todo o RN. Ao exame físico é correto que se tenha uma padronização, eu gosto de fazer craniocaudal

Cabeça e pescoço: Avaliar presença de Caput succedaneum (coleção de sangue sob o couro cabeludo, não respeita limites ósseos) ou céfalo-hematoma (coleção de sangue sob o periósteo, respeita limites ósseos) – ambos aumentam o risco de icterícia neonatal –, fenda palatina, torcicolo congênito (pode ter associação com alteração da coluna cervical, displasia congênita do quadril), cisto branquial, excesso de pele na região cervical (suspeitar de síndrome de Turner – além de edema nos pés), pérolas de Epstein no palato (não tem significado clínico), integridade da clavícula – osso mais fraturado no parto.

Lesões de pele: Mancha mongólica, eritema tóxico, melanose pustular (todos sem significado clínico, desaparecem com o tempo).

Tórax:  Exame do aparelho cardiovascular, devendo ter uma FC de 100-160bpm, deve ser pesquisado a presença de sopros, palpação de pulsos (pulso femoral diminuído em comparação ao pulso braquial pode ser indicio de coarctação de aorta).

Exame do aparelho respiratório, ficando atento a taquipneia (deve ter FR de 40-60 ipm), esforço respiratório.

Abdome: O cordão umbilical deve ter 2 artérias e 1 veia, palpação do abdome para avaliação de massas palpáveis (ma formação renal)

Dorso: Má formação de coluna cervical – meningocele, meningomielocele.

Quadril: Barlow (tenta luxar a articulação) e Ortolani (tenta reduzir a articulação) – é a pesquisa de displasia congênita do quadril. Se testes alterados, deve ser feito uma USG de quadril.

MMII: Pé torto congênito ou posicional (no congênito não é possível trazer o pé para a posição fisiológica)

Exame do ânus: observar se tem perviedade anal. Obs.: nas primeiras 24h deve ter diurese e nas primeiras 48 deve ter evacuação.

Exame da genitália: ficar atento para genitália ambígua – hiperplasia adrenal congênita em casos de menina com hipertrofia do clitóris. Nas meninas, observa-se a perfuração himenal.

Exame neurológico: Reflexos primitivos de sucção, rotação, preensão palmoplantar, Moro, tônico-cervical assimétrico (extensão do braço e da perna para o lado em que a cabeça está rotacionada e flexão do braço e perna do lado oposto), reação da marcha.

Inicia pela inspeção de todo o RN. Ao exame físico é correto que se tenha uma padronização, eu gosto de fazer craniocaudal

Cabeça e pescoço: Avaliar presença de Caput succedaneum (coleção de sangue sob o couro cabeludo, não respeita limites ósseos) ou céfalo-hematoma (coleção de sangue sob o periósteo, respeita limites ósseos) – ambos aumentam o risco de icterícia neonatal –, fenda palatina, torcicolo congênito (pode ter associação com alteração da coluna cervical, displasia congênita do quadril), cisto branquial, excesso de pele na região cervical (suspeitar de síndrome de Turner – além de edema nos pés), pérolas de Epstein no palato (não tem significado clínico), integridade da clavícula – osso mais fraturado no parto.

Lesões de pele: Mancha mongólica, eritema tóxico, melanose pustular (todos sem significado clínico, desaparecem com o tempo).

Tórax:  Exame do aparelho cardiovascular, devendo ter uma FC de 100-160bpm, deve ser pesquisado a presença de sopros, palpação de pulsos (pulso femoral diminuído em comparação ao pulso braquial pode ser indicio de coarctação de aorta).

Exame do aparelho respiratório, ficando atento a taquipneia (deve ter FR de 40-60 ipm), esforço respiratório.

Abdome: O cordão umbilical deve ter 2 artérias e 1 veia, palpação do abdome para avaliação de massas palpáveis (ma formação renal)

Dorso: Má formação de coluna cervical – meningocele, meningomielocele.

Quadril: Barlow (tenta luxar a articulação) e Ortolani (tenta reduzir a articulação) – é a pesquisa de displasia congênita do quadril. Se testes alterados, deve ser feito uma USG de quadril.

MMII: Pé torto congênito ou posicional (no congênito não é possível trazer o pé para a posição fisiológica)

Exame do ânus: observar se tem perviedade anal. Obs.: nas primeiras 24h deve ter diurese e nas primeiras 48 deve ter evacuação.

Exame da genitália: ficar atento para genitália ambígua – hiperplasia adrenal congênita em casos de menina com hipertrofia do clitóris. Nas meninas, observa-se a perfuração himenal.

Exame neurológico: Reflexos primitivos de sucção, rotação, preensão palmoplantar, Moro, tônico-cervical assimétrico (extensão do braço e da perna para o lado em que a cabeça está rotacionada e flexão do braço e perna do lado oposto), reação da marcha.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes