A maior rede de estudos do Brasil

Por que os glicocorticoides inalados são mais seguros do que os glicocorticoides por via oral no tratamento a longo prazo da asma?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Os glicocorticóides são frequentemente administrados para suprimir a inflamação e a resposta imune associada à asma.


Os níveis farmacológicos sistêmicos de glicocorticóides resultam em efeitos adversos graves e uma forma de minimizá-los é a administração local das áreas que necessitam do tratamento. No caso da asma, os glicocorticóides são inalados visando diminuir as respostas inflamatórias das vias aéreas.


Os glicocorticóides inalados são mais seguros que os administrados por via oral no tratamento prolongado da asma pois não gera efeitos adversos sistêmicos graves, como ocorre na administração via oral.

Os glicocorticóides são frequentemente administrados para suprimir a inflamação e a resposta imune associada à asma.


Os níveis farmacológicos sistêmicos de glicocorticóides resultam em efeitos adversos graves e uma forma de minimizá-los é a administração local das áreas que necessitam do tratamento. No caso da asma, os glicocorticóides são inalados visando diminuir as respostas inflamatórias das vias aéreas.


Os glicocorticóides inalados são mais seguros que os administrados por via oral no tratamento prolongado da asma pois não gera efeitos adversos sistêmicos graves, como ocorre na administração via oral.

User badge image

mayra

Há mais de um mês

porque agem diretmente no receptor 

User badge image

Gustavo

Há mais de um mês

Os glicocorticóides inalatórios são mais seguros pois agem diretamente nos receptores das células do epitélio brônquico.
User badge image

Andre

Há mais de um mês

O uso de corticoides orais previne a reincidência rápida dos sintomas e do agravamento após a resolução de uma crise mais grave, associada ao uso do broncodilatador. O número de dias recomendado de corticoide oral para crise de asma é de cinco a sete, sem necessidade de diminuição gradativa, pois para esse número de dias a medicação é segura.


A partir de sete a dez dias do uso contínuo de corticoide oral, efeitos colaterais podem aparecer em uso de longo prazo:

  • Osteoporose, maior risco de fraturas

  • Hipertensão arterial sistêmica

  • Hiperglicemia ou diabetes

  • Supressão do eixo Hipotálamo-hipófise-adrenal

  • Inchaço

  • Catarata

  • Glaucoma

  • Atrofia cutânea

  • Fraqueza muscular

  • Alteração da estatura em crianças.


Os corticoides podem ser usados também sob a forma inalatória, através de dispositivos na forma de sprays, pó seco, cápsulas, nebulizadores e entre outros. Os efeitos colaterais são mínimos nessa via e podem ser eliminados.


Como a asma é uma doença inflamatória, os corticoides inalatórios agem como medicamentos anti-inflamatórios com objetivo de evitar crises de asma. Eles agem sob as células do epitélio brônquico suprimindo a transcrição de genes envolvidos na resposta inflamatória. Desta forma, ocorre então a redução de liberação de citocinas, enzimas, peptídeos e moléculas de adesão que são responsáveis pelo recrutamento de células inflamatórias. O início da recuperação da inflamação na mucosa respiratória é rápido, mas a eliminação da inflamação por completo pode demorar meses, por isso a necessidade da manutenção da medicação a longo prazo do corticoide inalatório para obtenção de um efeito mais sustentado.


Segundo os consensos internacionais e nacionais, o corticoide inalatório é o medicamento de escolha para o tratamento da asma e prevenção a longo prazo. Nessa via, os efeitos colaterais são mínimos e podem ser controlados. Em relação aos corticoides orais, é necessária prudência tanto dos médicos, como dos pacientes que muitas vezes se automedicam e acabam exagerando na dose.


Assim, os glicocorticoides inalados são mais seguros do que os glicocorticoides por via oral no tratamento a longo prazo da asma pois seus efeitos colaterais são mínimos e podem ser controlados. Além disso, a dose de glicocorticoides inalados é regulada e não corre-se o risco de exacerbação.

Fonte: https://www.minhavida.com.br/saude/materias/33419-uso-de-corticoides-para-tratamento-de-asma-amigo-ou-vilao

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas