A maior rede de estudos do Brasil

Em que sentido do neurônio acontece a condução do potencial de ação?.

Fisiologia IUNIVIÇOSA

4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O potencial de ação trafega em todas as direções do neurônio. É produzido por células especializadas: células de Schwann exclusivamente no sistema nervoso periférico e oligodendrócitos exclusivamente no sistema nervoso central. A bainha de mielina reduz a capacitância da membrana e aumenta a resistência da membrana nos intervalos entre nós, permitindo assim um movimento rápido e saltatório de potenciais de ação de nó para nó.


A mielinização é encontrada principalmente em vertebrados, mas um sistema análogo foi descoberto em alguns invertebrados, como algumas espécies de camarão. A mielina impede que os íons entrem ou saiam do axônio ao longo dos segmentos mielinizados. Como regra geral, a mielinização aumenta a velocidade de condução dos potenciais de ação e os torna mais eficientes energeticamente.


No entanto, a corrente é transportada pelo citoplasma, o que é suficiente para despolarizar o primeiro ou segundo nó subsequente de Ranvier. Em vez disso, a corrente iônica de um potencial de ação em um nó do Ranvier provoca outro potencial de ação no próximo nó; este aparente "salto" do potencial de ação do nó para o nó é conhecido como condução saltatória

O potencial de ação trafega em todas as direções do neurônio. É produzido por células especializadas: células de Schwann exclusivamente no sistema nervoso periférico e oligodendrócitos exclusivamente no sistema nervoso central. A bainha de mielina reduz a capacitância da membrana e aumenta a resistência da membrana nos intervalos entre nós, permitindo assim um movimento rápido e saltatório de potenciais de ação de nó para nó.


A mielinização é encontrada principalmente em vertebrados, mas um sistema análogo foi descoberto em alguns invertebrados, como algumas espécies de camarão. A mielina impede que os íons entrem ou saiam do axônio ao longo dos segmentos mielinizados. Como regra geral, a mielinização aumenta a velocidade de condução dos potenciais de ação e os torna mais eficientes energeticamente.


No entanto, a corrente é transportada pelo citoplasma, o que é suficiente para despolarizar o primeiro ou segundo nó subsequente de Ranvier. Em vez disso, a corrente iônica de um potencial de ação em um nó do Ranvier provoca outro potencial de ação no próximo nó; este aparente "salto" do potencial de ação do nó para o nó é conhecido como condução saltatória

User badge image

Vitória

Há mais de um mês

O potencial de ação trafega em todas as direções do neurônio a partir do estímulo, até mesmo por todas as ramificações da fibra nervosa, até que toda a membrana esteja despolarizada. Ou seja, um potencial de ação gerado em qualquer parte da membrana excitável em geral excita as regiões adjacentes, resultando na propagação desse potencial ao longo de toda membrana.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

O potencial de ação trafega em todas as direções do neurônio. É produzido por células especializadas: células de Schwann exclusivamente no sistema nervoso periférico e oligodendrócitos exclusivamente no sistema nervoso central. A bainha de mielina reduz a capacitância da membrana e aumenta a resistência da membrana nos intervalos entre nós, permitindo assim um movimento rápido e saltatório de potenciais de ação de nó para nó.


A mielinização é encontrada principalmente em vertebrados, mas um sistema análogo foi descoberto em alguns invertebrados, como algumas espécies de camarão. A mielina impede que os íons entrem ou saiam do axônio ao longo dos segmentos mielinizados. Como regra geral, a mielinização aumenta a velocidade de condução dos potenciais de ação e os torna mais eficientes energeticamente.


No entanto, a corrente é transportada pelo citoplasma, o que é suficiente para despolarizar o primeiro ou segundo nó subsequente de Ranvier. Em vez disso, a corrente iônica de um potencial de ação em um nó do Ranvier provoca outro potencial de ação no próximo nó; este aparente "salto" do potencial de ação do nó para o nó é conhecido como condução saltatória

User badge image

Andre

Há mais de um mês

O potencial de ação trafega em todas as direções do neurônio. É produzido por células especializadas: células de Schwann exclusivamente no sistema nervoso periférico e oligodendrócitos exclusivamente no sistema nervoso central. A bainha de mielina reduz a capacitância da membrana e aumenta a resistência da membrana nos intervalos entre nós, permitindo assim um movimento rápido e saltatório de potenciais de ação de nó para nó.


A mielinização é encontrada principalmente em vertebrados, mas um sistema análogo foi descoberto em alguns invertebrados, como algumas espécies de camarão. A mielina impede que os íons entrem ou saiam do axônio ao longo dos segmentos mielinizados. Como regra geral, a mielinização aumenta a velocidade de condução dos potenciais de ação e os torna mais eficientes energeticamente.


No entanto, a corrente é transportada pelo citoplasma, o que é suficiente para despolarizar o primeiro ou segundo nó subsequente de Ranvier. Em vez disso, a corrente iônica de um potencial de ação em um nó do Ranvier provoca outro potencial de ação no próximo nó; este aparente "salto" do potencial de ação do nó para o nó é conhecido como condução saltatória

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas