A maior rede de estudos do Brasil

compenentes estruturais das bacterias gram positivas e gram negativas. Quais as diferenças??


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A coloração de Gram permite que as bactérias sejam visualizadas e diferenciadas entre Gram-positiva e Gram-negativa, no microscópio ótico, uma vez que sem a coloração é impossível observá-las ou identificar sua estrutura. As bactérias retêm a cor com base nas diferenças químicas e físicas da parede celular. O uso dos corantes permite aumentar o contraste e evidenciar a estrutura bacteriana


As bactérias têm uma estrutura celular bem característica de células procarióticas: sem núcleo revestido de membrana (nucleóide), com plasmídeos, ribossomos, cromossomos, hialoplasma, grânulos de reserva, membrana celular, parede celular, cápsulas, flagelo e fímbrias.


Tanto as Gram-positivas quanto as negativas possuem a mesma estrutura geral de todos as bactérias, mas há diferentes graus de permeabilidade na parede dos microrganismos Gram-positivos e Gram-negativos.


As bactérias Gram-positivas retêm o cristal violeta devido à presença de uma espessa camada de peptidoglicano (polímero constituído por açúcares e aminoácidos que originam uma espécie de malha na região exterior à membrana celular das bactérias) em suas paredes celulares, apresentando-se na cor roxa. Já as bactérias Gram-negativas possuem uma parede de peptidoglicano mais fina que não retém o cristal violeta durante o processo de descoloração e recebem a cor vermelha no processo de coloração final.


Assim, os componentes estruturais das Gram-positivas e Gram-negativas são: nucleóide, plasmídeos, ribossomos, cromossomos, hialoplasma, grânulos de reserva, membrana celular, parede celular, cápsulas, flagelo e fímbrias.

As diferenças que ocorrem são: as bactérias Gram-positivas possuem uma camada muito espessa de peptidoglicano em suas paredes celulares, enquanto as Gram-negativas possuem essa camada mais fina. Além disso, as Gram-positivas ficam roxas quando tratadas com o cristal violeta enquanto as Gram-negativas ficam vermelhas no mesmo processo.

Fontes:

https://www.infoescola.com/reino-monera/estrutura-celular-das-bacterias/

https://www.infoescola.com/microbiologia/bacterias-gram-positivas-e-gram-negativas/

A coloração de Gram permite que as bactérias sejam visualizadas e diferenciadas entre Gram-positiva e Gram-negativa, no microscópio ótico, uma vez que sem a coloração é impossível observá-las ou identificar sua estrutura. As bactérias retêm a cor com base nas diferenças químicas e físicas da parede celular. O uso dos corantes permite aumentar o contraste e evidenciar a estrutura bacteriana


As bactérias têm uma estrutura celular bem característica de células procarióticas: sem núcleo revestido de membrana (nucleóide), com plasmídeos, ribossomos, cromossomos, hialoplasma, grânulos de reserva, membrana celular, parede celular, cápsulas, flagelo e fímbrias.


Tanto as Gram-positivas quanto as negativas possuem a mesma estrutura geral de todos as bactérias, mas há diferentes graus de permeabilidade na parede dos microrganismos Gram-positivos e Gram-negativos.


As bactérias Gram-positivas retêm o cristal violeta devido à presença de uma espessa camada de peptidoglicano (polímero constituído por açúcares e aminoácidos que originam uma espécie de malha na região exterior à membrana celular das bactérias) em suas paredes celulares, apresentando-se na cor roxa. Já as bactérias Gram-negativas possuem uma parede de peptidoglicano mais fina que não retém o cristal violeta durante o processo de descoloração e recebem a cor vermelha no processo de coloração final.


Assim, os componentes estruturais das Gram-positivas e Gram-negativas são: nucleóide, plasmídeos, ribossomos, cromossomos, hialoplasma, grânulos de reserva, membrana celular, parede celular, cápsulas, flagelo e fímbrias.

As diferenças que ocorrem são: as bactérias Gram-positivas possuem uma camada muito espessa de peptidoglicano em suas paredes celulares, enquanto as Gram-negativas possuem essa camada mais fina. Além disso, as Gram-positivas ficam roxas quando tratadas com o cristal violeta enquanto as Gram-negativas ficam vermelhas no mesmo processo.

Fontes:

https://www.infoescola.com/reino-monera/estrutura-celular-das-bacterias/

https://www.infoescola.com/microbiologia/bacterias-gram-positivas-e-gram-negativas/

User badge image

Andre

Há mais de um mês

A coloração de Gram permite que as bactérias sejam visualizadas e diferenciadas entre Gram-positiva e Gram-negativa, no microscópio ótico, uma vez que sem a coloração é impossível observá-las ou identificar sua estrutura. As bactérias retêm a cor com base nas diferenças químicas e físicas da parede celular. O uso dos corantes permite aumentar o contraste e evidenciar a estrutura bacteriana


As bactérias têm uma estrutura celular bem característica de células procarióticas: sem núcleo revestido de membrana (nucleóide), com plasmídeos, ribossomos, cromossomos, hialoplasma, grânulos de reserva, membrana celular, parede celular, cápsulas, flagelo e fímbrias. 


Tanto as Gram-positivas quanto as negativas possuem a mesma estrutura geral de todos as bactérias, mas há diferentes graus de permeabilidade na parede dos microrganismos Gram-positivos e Gram-negativos. 


As bactérias Gram-positivas retêm o cristal violeta devido à presença de uma espessa camada de peptidoglicano (polímero constituído por açúcares e aminoácidos que originam uma espécie de malha na região exterior à membrana celular das bactérias) em suas paredes celulares, apresentando-se na cor roxa. Já as bactérias Gram-negativas possuem uma parede de peptidoglicano mais fina que não retém o cristal violeta durante o processo de descoloração e recebem a cor vermelha no processo de coloração final.


Assim, os componentes estruturais das Gram-positivas e Gram-negativas são: nucleóide, plasmídeos, ribossomos, cromossomos, hialoplasma, grânulos de reserva, membrana celular, parede celular, cápsulas, flagelo e fímbrias.

As diferenças que ocorrem são: as bactérias Gram-positivas possuem uma camada muito espessa de peptidoglicano em suas paredes celulares, enquanto as Gram-negativas possuem essa camada mais fina. Além disso, as Gram-positivas ficam roxas quando tratadas com o cristal violeta enquanto as Gram-negativas ficam vermelhas no mesmo processo.

Fontes: 

https://www.infoescola.com/reino-monera/estrutura-celular-das-bacterias/

https://www.infoescola.com/microbiologia/bacterias-gram-positivas-e-gram-negativas/

User badge image

Andre

Há mais de um mês

A coloração de Gram permite que as bactérias sejam visualizadas e diferenciadas entre Gram-positiva e Gram-negativa, no microscópio ótico, uma vez que sem a coloração é impossível observá-las ou identificar sua estrutura. As bactérias retêm a cor com base nas diferenças químicas e físicas da parede celular. O uso dos corantes permite aumentar o contraste e evidenciar a estrutura bacteriana


As bactérias têm uma estrutura celular bem característica de células procarióticas: sem núcleo revestido de membrana (nucleóide), com plasmídeos, ribossomos, cromossomos, hialoplasma, grânulos de reserva, membrana celular, parede celular, cápsulas, flagelo e fímbrias.


Tanto as Gram-positivas quanto as negativas possuem a mesma estrutura geral de todos as bactérias, mas há diferentes graus de permeabilidade na parede dos microrganismos Gram-positivos e Gram-negativos.


As bactérias Gram-positivas retêm o cristal violeta devido à presença de uma espessa camada de peptidoglicano (polímero constituído por açúcares e aminoácidos que originam uma espécie de malha na região exterior à membrana celular das bactérias) em suas paredes celulares, apresentando-se na cor roxa. Já as bactérias Gram-negativas possuem uma parede de peptidoglicano mais fina que não retém o cristal violeta durante o processo de descoloração e recebem a cor vermelha no processo de coloração final.


Assim, os componentes estruturais das Gram-positivas e Gram-negativas são: nucleóide, plasmídeos, ribossomos, cromossomos, hialoplasma, grânulos de reserva, membrana celular, parede celular, cápsulas, flagelo e fímbrias.

As diferenças que ocorrem são: as bactérias Gram-positivas possuem uma camada muito espessa de peptidoglicano em suas paredes celulares, enquanto as Gram-negativas possuem essa camada mais fina. Além disso, as Gram-positivas ficam roxas quando tratadas com o cristal violeta enquanto as Gram-negativas ficam vermelhas no mesmo processo.

Fontes:

https://www.infoescola.com/reino-monera/estrutura-celular-das-bacterias/

https://www.infoescola.com/microbiologia/bacterias-gram-positivas-e-gram-negativas/

User badge image

Junior

Há mais de um mês

Há diferentes graus de permeabilidade na parede dos microrganismos Gram-positivos e Gram-negativos.

As bactérias Gram-positivas retém o cristal violeta devido à presença de uma espessa camada de peptidoglicano (polímero constituído por açúcares e aminoácidos que originam uma espécie de malha na região exterior à membrana celular das bactérias) em suas paredes celulares, apresentando-se na cor roxa.

Já as bactérias Gram-negativas possuem uma parede de peptidoglicano mais fina  que não retém o cristal violeta durante o processo de descoloração e recebem a cor vermelha no processo de coloração final.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas