A maior rede de estudos do Brasil

Quais os princípios que regem as relações de consumo, em favor do consumidor?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para enumerá-los, vamos entender um pouco mais o conceito de princípios.
Os princípios são normas dotadas de alto grau de abstração e alta carga valorativa, nas quais, regem todo o sistema jurídico. A aplicação dos princípios divergem das regras, pois no caso dos princípios, na existência de conflitos, um não se sobrepõe ao outro, apenas havendo o afastamento da incidência com a finalidade de regular o referido caso.

E se tratando dos Direitos do Consumidor, podemos elencar esses princípios como:

  • Princípio da Precaução: o mesmo está implícito no CDC, tendo como finalidade proteger o consumidor de riscos desconhecidos relativos a produtos e serviços oferecidos para consumo.

- Princípio da dimensão coletiva: visa a proteção à coletividade, mesmo que em função de outrem, colocando o interesse coletivo acima do interesse individual.

- Princípio da boa-fé: havendo uma relação de consumo, as partes devem proceder com lealdade, solidariedade, cooperação e probidade, prezando pela equidade nesse tipo de relação.

- Princípio da proteção: infere como proteção básica aos bens jurídicos mais importantes.

- Princípio da confiança: indica que o consumidor contrata ou adquire algo com a esperança de que o negócio será bem sucedido.

- Princípio da transparência: o consumidor deve saber dos riscos do negócio antes de contratar o serviço ou adquirir o produto.


Portanto, os princípios que estão em favor do consumidor, são: da precaução, dimensão coletiva, boa-fé, da proteção, da confiança e da transparência.
Para enumerá-los, vamos entender um pouco mais o conceito de princípios.
Os princípios são normas dotadas de alto grau de abstração e alta carga valorativa, nas quais, regem todo o sistema jurídico. A aplicação dos princípios divergem das regras, pois no caso dos princípios, na existência de conflitos, um não se sobrepõe ao outro, apenas havendo o afastamento da incidência com a finalidade de regular o referido caso.

E se tratando dos Direitos do Consumidor, podemos elencar esses princípios como:

  • Princípio da Precaução: o mesmo está implícito no CDC, tendo como finalidade proteger o consumidor de riscos desconhecidos relativos a produtos e serviços oferecidos para consumo.

- Princípio da dimensão coletiva: visa a proteção à coletividade, mesmo que em função de outrem, colocando o interesse coletivo acima do interesse individual.

- Princípio da boa-fé: havendo uma relação de consumo, as partes devem proceder com lealdade, solidariedade, cooperação e probidade, prezando pela equidade nesse tipo de relação.

- Princípio da proteção: infere como proteção básica aos bens jurídicos mais importantes.

- Princípio da confiança: indica que o consumidor contrata ou adquire algo com a esperança de que o negócio será bem sucedido.

- Princípio da transparência: o consumidor deve saber dos riscos do negócio antes de contratar o serviço ou adquirir o produto.


Portanto, os princípios que estão em favor do consumidor, são: da precaução, dimensão coletiva, boa-fé, da proteção, da confiança e da transparência.
User badge image

Luciana

Há mais de um mês

Princípio da Proteção da Confiança do Consumidor, Princípio da Segurança, Princípio da Transparência, Princípio da Vulnerabilidade, Princípio da Informação, Princípio da Harmonia, Princípio do Equilíbrio nas Prestações, Princípio da Conservação do Contrato, Princípio da Modificação das Prestações Desproporcionais – Onerosidade Excessiva, Princípio da Intervenção do Estado, Princípio da Reparação Integral, Princípio da Reparação Objetiva, Princípio da Solidariedade, Princípio da Equidade, Princípio da interpretação mais favorável ao consumidor, Princípio da Boa-fé Objetiva, Princípio do Adimplemento Substancial, Princípio “venire contra factum proprium”, Princípio do Acesso à Justiça e Princípio da Prevenção.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas