A maior rede de estudos do Brasil

De que maneira os inibidores da ECA melhoram a hemodinâ- mica cardiovascular?

De que maneira os inibidores da ECA melhoram a hemodinâ- mica cardiovascular? A. Os inibidores da ECA impedem a miocardiopatia associada à gravidez. B. Os inibidores da ECA aumentam os níveis de bradicinina para inibir as taquiarritmias. C. Os inibidores da ECA antagonizam os efeitos vasoconstritores da angiotensina nos seus receptores. D. Os inibidores da ECA inibem a síntese de hormônio antidiurético e reduzem a reabsorção de água e o volume intravas- cular. E. Os inibidores da ECA causam vasodilatação arterial e limitam o desenvolvimento de miocardiopatia após infarto do mio- cárdio.

4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O principal mecanismo de ação dos inibidores da ECA é o de diminuir a produção de angiotensina II. Como consequência, pode-se observar a redução na produção de aldosterona.


No coração, são observadas as seguintes ações dos inibidores da ECA:

  • Regressão da hipertrofia ventricular esquerda em grau e rapidez maior que qualquer outro agente anti-hipertensivo.

  • Melhora da reserva coronária.

  • Atenuação da vasoconstrição coronária mediada pelo sistema simpático e aldosterona.

  • Prevenção da tolerância dos nitratos

  • Redução na mortalidade pós-infarto do miocárdio, principalmente naqueles com evidente insuficiência cardíaca.

  • Regressão da hipertrofia vascular arterial


Assim, a alternativa correta é a alternativa C.

Fonte:

http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/5-2/drogas.pdf

O principal mecanismo de ação dos inibidores da ECA é o de diminuir a produção de angiotensina II. Como consequência, pode-se observar a redução na produção de aldosterona.


No coração, são observadas as seguintes ações dos inibidores da ECA:

  • Regressão da hipertrofia ventricular esquerda em grau e rapidez maior que qualquer outro agente anti-hipertensivo.

  • Melhora da reserva coronária.

  • Atenuação da vasoconstrição coronária mediada pelo sistema simpático e aldosterona.

  • Prevenção da tolerância dos nitratos

  • Redução na mortalidade pós-infarto do miocárdio, principalmente naqueles com evidente insuficiência cardíaca.

  • Regressão da hipertrofia vascular arterial


Assim, a alternativa correta é a alternativa C.

Fonte:

http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/5-2/drogas.pdf

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

O principal mecanismo de ação dos inibidores da ECA é o de diminuir a produção de angiotensina II. Como consequência, pode-se observar a redução na produção de aldosterona.


No coração, são observadas as seguintes ações dos inibidores da ECA:

  • Regressão da hipertrofia ventricular esquerda em grau e rapidez maior que qualquer outro agente anti-hipertensivo.

  • Melhora da reserva coronária.

  • Atenuação da vasoconstrição coronária mediada pelo sistema simpático e aldosterona.

  • Prevenção da tolerância dos nitratos

  • Redução na mortalidade pós-infarto do miocárdio, principalmente naqueles com evidente insuficiência cardíaca.

  • Regressão da hipertrofia vascular arterial


Assim, a alternativa correta é a alternativa C.

Fonte:

http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/5-2/drogas.pdf

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

O principal mecanismo de ação dos inibidores da ECA é o de diminuir a produção de angiotensina II. Como consequência, pode-se observar a redução na produção de aldosterona.


No coração, são observadas as seguintes ações dos inibidores da ECA:

  • Regressão da hipertrofia ventricular esquerda em grau e rapidez maior que qualquer outro agente anti-hipertensivo.
  • Melhora da reserva coronária.
  • Atenuação da vasoconstrição coronária mediada pelo sistema simpático e aldosterona.
  • Prevenção da tolerância dos nitratos 
  • Redução na mortalidade pós-infarto do miocárdio, principalmente naqueles com evidente insuficiência cardíaca.
  • Regressão da hipertrofia vascular arterial

Assim, a alternativa correta é a alternativa C. 

Fonte: 

http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/5-2/drogas.pdf

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas