A maior rede de estudos do Brasil

quais os principios norteadores do direito de família?


2 resposta(s)

User badge image

Ederfan Martins

Há mais de um mês

Boa tarde, caro amigo!

Em resposta a tua pergunta, segue relação:

1. Princípio da dignidade humana;

2. Princípio da Afetividade;

3. Princípio da Liberdade;

4. Princípio do pluralismo familiar;

Princípio da igualdade jurídica dos cônjuges e companheiros;

6. Princípio da igualdade e isonomia dos filhos;

7. Princípio do melhor interesse da criança e do adolescente;

8. Princípio da paternidade responsável e do planejamento familiar; e

9. Princípio da solidariedade familiar.

Fraternal abraço.

Boa tarde, caro amigo!

Em resposta a tua pergunta, segue relação:

1. Princípio da dignidade humana;

2. Princípio da Afetividade;

3. Princípio da Liberdade;

4. Princípio do pluralismo familiar;

Princípio da igualdade jurídica dos cônjuges e companheiros;

6. Princípio da igualdade e isonomia dos filhos;

7. Princípio do melhor interesse da criança e do adolescente;

8. Princípio da paternidade responsável e do planejamento familiar; e

9. Princípio da solidariedade familiar.

Fraternal abraço.

User badge image

Aléxia Kílaris

Há mais de um mês

Os princípios norteadores do Direito de Família são:

- princípio da afetividade: ele prevê que para se querer constituir uma família, é necessário que o afeto seja a base, trata-se de um elemento inspirador para a constituição de uma família.

- princípio do pluralismo familiar: prevê que além do matrimônio/casamento, famílias podem ser constituídas pela união estável (seja ela heterossexual, seja homossexual); famílias podem ser monoparentais, ou seja, somente com o pai ou com a mãe e seus descendentes;

- princípio da igualdade jurídica dos cônjuges e companheiros: a Constituição de 88 extingue formalmente o poder patriarcal, ou seja, o poder centralizado no homem, como único e superior chefe de uma família. Desse modo, institui a igualdade entre homem e mulher dentro de uma relação familiar. Trata-se de prinípio explícito na constituição, cristalizado no art. 226, §5º do diploma:

Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

(...)

§ 5º Os direitos e deveres referentes à sociedade conjugal são exercidos igualmente pelo homem e pela mulher.

- princípio da igualdade e isonomia dos filhos: prevê que o tratamento dos filhos deve ser com igualdade, sem criar diferenciações e discriminações, pouco importante, assim, a origem de cada um deles, fazendo com que todos eles sejam legítimos.

- princípio do melhor interesse da criança: este princípio prevê que as decisões devem ser tomadas levando-se em conta a proteção das crianças e dos adolescentes presentes na família. Assim, o bem estar deles, a proteção e a constituição de ambientes favoráveis ao desenvolvimento dos jovens devem nortear as decisões tomadas no âmbito familiar. 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes